Volkswagen Santana 1.8 4 Portas 2004 o Rei dos Táxis

Volkswagen Volkswagen Santana

O início dos anos 2000, foi travada uma batalha entre Palio Weekend e Volkswagen Santana, pelo domínio do mercado dos frotistas e taxistas, mas o modelo alemão levava algumas vantagens

O Volkswagen Santana 1.8 4 portas 2004, tinha preço de pé de boi, mas vinha de serei com todos os instrumentos de luxo, necessários para um bom carro de frota, ou um táxi de alto nível, direção hidráulica, ar – condicionado, travas elétricas, travamento central das portas entre outros.

O modelo da Fiat, o Palio Weekend, também era uma boa opção para o mesmo mercado, mas muitos dos itens de luxo, eram opcionais, outro fator que deixava o modelo italiano um pouco atrás, era o desempenho com carga máxima, perdia em potência e consumo para o VW Santana.

Ele sobreviveu por décadas, um verdadeiro herói, durante a década de 1980 até o início da década de 1990, era um dos modelos de luxo mas desejados do Brasil, classificado como um médio de luxo de alto custo, no início dos anos 2000, foi reclassificado como um modelo de porte médio, de custo intermediário, com mercado recheado de modelos nacionais e importados, muito mais atualizados, o preço ficou bastante atrativo, para se ter uma ideia, as versões top de linha de compactos como, VW Gol e Ford Fiesta, custavam mais caro que a versão Santana 1.8 Mi.

Desempenho

O motor AP estava no auge de sua tecnologia aqui no Brasil, entregando muita potência, confiabilidade e uma manutenção relativamente barata, em comparação aos concorrentes importados e os nacionais recém lançados;

Na cidade o Santana 1.8, não deixava a desejar, era muito ágil, mesmo com 5 adultos, ainda entregava um bom fôlego, indo de 0 a 100 em ótimos 11,8 segundos;

Na estrada era seguro e eficiente em ultrapassagens e retomadas, em altas rotações o motor se mantinha estável e com um torque suave;

O câmbio, era um show a parte, com engastes precisos, macios e com relações curtas, dando um ar todo esportivo nas trocas de marchas;

Em curvas de alta era estável, mesmo com piso molhado;

O ponto negativo continuava sendo a suspensão dianteira, com muita potência qualquer aceleração a mais no arranque, ele cantava pneus com facilidade.

Acabamento Externo

Frente com faróis retangulares, boleados na borda inferior, embutido em um mesmo conjunto com a seta;

Para – choques envolventes que estende até a grade de ar do motor servindo como uma moldura;

Grade de ar, preta com frisos na horizontal;

Faróis de neblina embutido no para – choque dianteiro – Opcional;

Friso lateral na cor do carro em toda extensão das portas;

Maçanetas na cor do carro;

Retrovisores panorâmicos na cor do carro, com controle elétrico interno;

Rodas de aço 1985/65 R14, com calotas de plástico;

Lanternas traseira, chanfradas, bi partidas;

Logo “Santana” na tampa do porta – malas.

Acabamento Interno

Painel com mostradores modernos e de fácil visualização + conta giros;

Volante de 4 raios, anatômico, estilo executivo;

Acendedor de cigarros e cinzeiro no console;

Rádio toca fitas digital AM/FM;

Vidros elétricos nas 4 portas;

Travas elétricas;

Travamento central das portas;

Ajuste elétrico dos retrovisores;

Ventilador;

Ar – condicionado;

Ar – quente;

Acabamento das portas em vinil, e tecido aveludado;

Bancos em fino tecido aveludado;

Encosto de cabeça para 4 ocupantes;

Apoio para o braço no banco traseiro;

Assoalho e porta – malas acarpetados.

Ficha Técnica – Volkswagen Santana 1.8 4 portas 2004

Carroceria Sedã;

Porte Médio;

4 portas;

Motor AP 1.8 Mi;

Cilindros 4 em linha;

Tuchos hidráulicos;

Tração dianteira;

Combustível Gasolina;

Injeção Multiponto;

Direção Hidráulica;

Câmbio manual 5 marchas;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a disco ventilados nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso 1095 KG;

Potência 99 CV;

15,5 kgfm a 3000 rpm;

Potência Máxima 5250 RPM.

De 0 a 100 – 11,8 Segundos;

Velocidade máxima 176 KM/h;

Consumo Consumo na Cidade 10,7 KM/L – Estrada 15,6 KM/L;

Porta malas 413 Litros;

Carga útil 440 KG;

Tanque de combustível 72 Litros;

Motor Tudo – Volkswagen Santana 1.8 4 portas 2004

Carros Clássicos Brasil – Volkswagen Santana

Rate this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *