Porsche Boxster 1997 um brinquedo com velocidade final real de 240 km/h, que custava R$ 465.751,00

Compartilhe

Durante a década de 1990 em época de importados de elite, alguns modelos tiveram poucas unidades comercializadas em solo brasileiro, desejados por muitos, mas ao alcance de uma minoria, bastante seleta

Ele foi lançado em 1996, tecnicamente batizado como, Boxster/987, um modelo roadster de motor central, e em suas versões básicas, é posicionado como modelo de entrada da montadora.

Equipado com o motor boxer central, 2.5 litros, 6 cilindros e 24 válvulas, entregava velocidade final real de 240 km/h, aceleração de 0 a 100 em 6,9 segundos. A posição do motor, e o projeto bem desenvolvido, deixaram o modelo Porsche Boxster, como um dos carros com melhor estabilidade e equilíbrio do mundo.

Força, aliada a velocidade e muita agilidade, mas que conseguia entregar, equilíbrio e segurança a altura, equipado com freios ABS à disco ventilados nas quatro rodas, e sistema eletrônico de antitravamento das rodas.

O conversível de médio porte, era um brinquedo incrível em todos os sentidos, mas para participar da brincadeira, você deveria desembolsar R$ 465.751,00, em valores atualizados para o primeiro semestre de 2021, sem contar IPVA, seguro contra roubo, e documentação. Pagando todos os encargos, o valor do carro + os gastos iniciais de uma unidade zero km, poderiam chegar próximos aos R$ 560.000,00.

Desempenho

Estabilidade –  Para um esportivo de elite, sem dúvida, tanto a suspensão, como a distribuição de peso, foram desenvolvidas para alcançar um alto desempenho, em curvas de alta, em retas, em velocidades acima de 200 km/h, com muita eficiência.

Motor –  Utilizando o motor Porsche 2.5 Boxer de 204 cv e 6 cilindros, era robusto e muito confiável, com aceleração de 0 a 100 em 6,9 segundos.

Câmbio –  O câmbio manual de 5 marchas, era de relações curtas e engates precisos, não importava a situação ou o terreno, ele nunca falhava.

Retomadas e ultrapassagens – Com um motor elástico com muito fôlego, que respondia muito bem ao pedal do acelerador, era um dos carros mais eficiente do mundo.

Consumo –  Para um esportivo de elite, com um motor de 6 cilindros, fazer 7 km/l na cidade, era uma grande virtude, mais detalhes na ficha técnica no final da matéria.

Acabamento Externo

Faróis –  Faróis com circunferência oval, embutidos dentro de uma lente que acompanha as linhas da carroceria;

Setas dianteiras – Embutidas abaixo dos faróis, com repetidores de setas nas laterais dos para-lamas;

Para – choques –  Envolventes na cor da carroceria;

Faróis de neblina – Sim, embutidos no mesmo conjunto de lentes dos faróis;

Grade de ar do motor – Entrada de ar nas laterais dos para-lamas traseiros;

Retrovisores Externos – Panorâmicos, acompanhando as linhas do carro, com ajuste elétrico interno;

Frisos – Não;

Rodas – Dianteiras – 205/55 R16 – Rodas traseiras – 225/50 R16;

Maçanetas – Na cor da carroceria;

Logo – “Boxster”, Na tampa traseira;

Lanterna Traseira – Tricolor com luz de ré, acompanhando as linhas da traseira do carros;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Veículo conversível;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com diversos mostradores em escala circular, em mph;

Conta – giros – Sim;

Acabamento do painel – Em couro e vinil em tons grafite;

Volante – Espumado de quatro raios, com acabamento em couro, costurado a mão;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Digital;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Sim;

Relógio – Digital;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Elétrico;

Sistema de travamento das portas – Elétrico;

Ajuste dos retrovisores externos – Interno elétrico;

Acabamento dos bancos – Em couro;

Acabamento das portas – Em couro e carpete;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Sim;

Banco traseiro – Modelo apenas para dois ocupantes;

Encosto de cabeça – Para dois passageiros embutidos nos bancos dianteiros;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Porsche Boxster 1997

Carroceria – Conversível;

Porte – Médio;

Portas – 2;

Motor –  2.5 Boxer;

Cilindros – 6 opostos horizontalmente;

Válvulas por cilindro – 4;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 204 cv;

Peso Torque – 50,0 kg/kgfm;

Cilindrada – 2480 cm³;

Torque máximo – 25 kgfm a 4500 rpm;

Potência Máxima – 6000 rpm;

Tração – Traseira;

Alimentação –  Injeção Multiponto;

Direção – Hidráulica;

Câmbio – Manual de 5 marchas com alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freios ABS a disco ventilado nas 4 rodas e controle eletrônico de frenagem;

Peso – 1250 kg;

Suspensão dianteira – Independente, McPherson – Mola helicoidal;

Suspensão traseira – Independente, McPherson – Mola helicoidal;

Comprimento – 4315 mm;

Distância entre-eixos – 2415 mm;

Largura – 1780 mm;

Altura – 1290 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 6,9 Segundos;

Velocidade máxima – 240 km/h;

Consumo: Cidade 7 km/l – Estrada 11 km/l;

Autonomia: Cidade 399 km – Estrada 627 km;

Porta malas – 260 Litros;

Carga útil – 310 kg;

Tanque de combustível – 57 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 465.751,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.joi