Passat LS 1977 Vendas em alta durante a crise do petróleo

Enquanto no seguimento dos muscle cars, o mundo desabava durante a crise do petróleo, para o Passat antigo foi uma boa oportunidade de negócios

O Passat LS 1977 era a versão intermediária do médio da Volkswagen na década de 1970, equipado com motor BR 1.5, fazia ótimos 9 KM/L na cidade, e velocidade final de 150 KM/h, bons números para um modelo médio.

Enquanto a crise do petróleo se agravava, o público brasileiro já não comprava mais modelos de 6 e 8 cilindros de olhos fechados, a preocupação com o consumo, e o alto custo manutenção, assustavam a classe assalariada de todos os escalões, outro efeito que a crise dos combustíveis provocou, foi a desvalorização dos muscle cars seminovos, a chamada relação custo benefício se tornou péssima.

No final da década de 1970, o modelo VW, era considerado um carro confiável, muito estável e com uma ótima relação custo benefício, economia na hora da compra do zero Km, bom valor de revenda como seminovo, além de uma manutenção descomplicada.

Desempenho

Equipado com o motor BR 1.5, o primeiro motor refrigerado a água da família VW, o modelo entregava bons 78 CV de força, indo de 0 a 100 em 16,1 segundos, um número considerado bastante razoável para o final da década de 1970, para um modelo de médio porte;

O câmbio de 4 marchas de relações curtas, dava ao carro um ar todo esportivo, com engates macios e precisos;

A conjunto carroceria, chassis/bloco e suspensão, deixava o Passat como o carro nacional mais equilibrado e estável.

O ponto negativo ficava para a vibração do motor em altos giros, em velocidades acima de 120 KM/h o motor passava vibração para o interior do carro, nada mito anormal dentro de seu seguimento.

Acabamento Externo

Frente com faróis redondos de lentes boleadas;

Grade de ar do motor com frisos na horizontal;

Para – choques em lâminas de aço, cromados;

Setas dianteiras embutidas no para – choque;

O modelo do posts esta equipado com as rodas e calotas da família VW da segunda metade da década de 1980, 175/70 R13, as originais seriam, 155/80 R13, rodas de aço tradicionais da família Passat, calotas pretas de plástico ao centro;

Retrovisor metálico, quadrado, com ajuste manual;

Maçanetas cromadas;

Logo “Passat LS “, na tampa do porta maças;

Lanternas traseiras bicolor com luz de ré.

Acabamento Interno

Painel moderno, e atualizado, com mostradores básicos em escala circular + relógio analógico;

Acabamento do painel em vinil, na cor preto;

Volante de plástico injetado de dois raios, estilo canoa;

Acendedor de cigarros;

Cinzeiro embutido no painel;

Rádio AM/FM;

Ventilador;

Vidros das portas com acionamento manual basculante;

Acabamento de bancos e portas em vinil preto, com detalhes aveludado;

Assoalho e porta malas acarpetados, com tecido na cor preto.

Ficha Técnica – Passat LS 1977

Carroceria hatchback;

Porte médio;

3 portas;

Motor BR 1.5;

Cilindros 4 em linha;

Longitudinal;

Tuchos mecânicos;

Tração dianteira;

Combustível Gasolina;

Carburador;

Direção Simples;

Câmbio manual de 4 marchas;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas  traseiras;

Peso 910 KG;

Comprimento 4180 mm;

Distância entre-eixos 2470 mm;

Potência 78 CV;

Cilindrada 1471 cm³;

Torque máximo 11,5 kgfm a 3600 rpm;

Potência Máxima 6100 RPM;

De 0 a 100 – 16,1 Segundos;

Velocidade máxima 150 KM/h;

Consumo na Cidade 9 KM/L – Estrada 12 KM/L;

Autonomia: Cidade 405 KM – Estrada 540 KM;

Porta malas 362 Litros;

Carga útil Não Informado;

Tanque de combustível 45 Litros;

Preço atualizado Não Informado;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

Motor Tudo – Passat Antigo

Deixe uma resposta