Gol 1.8 GL 1990 o mais robusto entre os hatchs compactos

Sem instrumentos de luxo de série, mas com acabamento interno monocromático, ele tinha charme, resistência e muita força de 0 a 100 em 11,4 segundos

No último ano da frente quadrada, o Gol 1.8 GL 1990, vinha com um visual de muito bom gosto, rápido, eficiente, e muito confiável, mas se você quisesse instrumentos de luxo, o pacote opcional com, painel satélite e trio elétrico, nem sempre compensava, deixava o carro a um preço muito próximo da versão esportiva GTS.

Em 1990 o Brasil tinha disponível no mercado como hatchs compactos, apenas o Fiat Uno, VW Gol e a versão de entrada do médio da Ford o Escort L, que também disputava um espaço no mercado dos mais populares, para quem queria um modelo com um visual mais leve, e com instrumentos de luxo como trio elétrico, a preços mais acessíveis, a melhor opção era o Fiat Uno CS.

A versão Ford Escort L, também era uma boa opção de mercado, mas oferecia opcionais apenas para, limpador do vidro traseiro, rádio toca – fitas e retrovisor do lado do passageiro, já a versão GL oferecia como opcional, trio elétrio, mas por ser um modelo médio o preço já ficava muito distante dos compactos.

O Gol 1.8 GL, mesmo sem os opcionais, acabava entregando uma ótima relação custo benefício, com a melhor estrutura da categoria, consumo relativamente baixo para seu seguimento, e uma manutenção descomplicada, deixava o modelo Volkswagen entre os mais vendidos do mercado.

Desempenho

O conjunto motor e câmbio VW faziam um combinação perfeita, elástico na cidade e muito bom de estrada;

A confiabilidade também era um dos pontos fortes do VW Gol, de mecânica simples e descomplicada, o preço da manutenção ficava entre os mais baixos do mercado;

O câmbio, de relações curtas, era de engates muito precisos e macicos;

A carroceria Gol quadrado, ainda era considerada moderna para a época, aliada a uma suspensão mais rígida, o carro era muito eficiente em curvas de alta, mesmo com piso molhado, em retas, em velocidades acima de 140 Km/h se mantinha estável sem balançar;

Outra grande qualidade do Gol quadrado, eram os freios, as revistas automotivas da época sempre frisavam, a incrível capacidade de frenagem, mesmo em altas velocidades em freadas repentinas o carro se comportava muito bem, parando em um curto espaço de tempo, sem travamento desnecessário do sistema, “lembrando que o modelo não usava sistemas ABS”.

Acabamento Externo

Frente com faróis quadrados de lente plana embutidos em uma mesma linha com a grade de ar do motor.

Para-choques envolventes na cor preto, fino friso pintado na cor branca contornando.

Faróis de neblina devidamente embutidos na parte inferior do para-choque – Item Opcional.

Retrovisor panorâmico com controle mecânico interno.

Maçanetas na cor grafite.

Friso lateral emborrachado.

Rodas de liga – leve 175/70 R13.

Lanterna traseira tricolor.

Limpador de vidro traseiro.

Logo “Gol GL” e “1.8” na tampa do porta-malas.

Acabamento Interno

Painel sem botões satélites, com mostradores básicos + relógio analógico.

Volante espumado de dois raios.

Ventilador de três velocidades.

Ar-quente.

Rádio AM/FM Digital.

Acendedor de cigarros.

Cinzeiro embutido no console de marchas.

Ajuste interno mecânico dos retrovisores.

Acionamento dos vidros manual basculante, elétrico apenas opcional.

Acabamento de bancos e portas em tecido plástico em tons marrom.

Encosto de cabeça com regulagem, apenas nos bancos dianteiros.

Banco traseiro rebatível.

Desembaçador elétrico do vidro traseiro.

Assoalho e porta-malas acarpetados.

Ficha Técnica – Gol 1.8 GL 1990

Carroceria hatch.

Compacto.

Duas portas.

Motor VW AP 1800 – primeira geração.

Cilindros 4 em linha.

Tuchos mecânicos.

Tração dianteira.

Combustível Álcool.

Carburador.

Direção Simples.

Câmbio manual de 5 marchas.

Freios a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras.

Peso 928 KG;

Potência 99 CV Oficial, na prática 107 CV.

16,5 kgfma 3200 rpm;

De 0 a 100 – 11,4 segundos;

Velocidade máxima 165 KM/h;

Consumo Cidade 6,8 KM/L Estrada 10,5 KM/L;

Autonomia: Cidade 374 KM – Estrada 577,5 KM;

Porta malas 146 Litros;

Carga útil 390,

Tanque de combustível 47 Litros.

Motor Tudo – Gol 1.8 GL 1990

Carros Clássicos Brasil – Gol Quadrado

Deixe uma resposta