Ford Pampa 1.8 S

Compartilhe

A Pampa também se beneficiou do projeto Autolatina, passou a utilizar em algumas de suas versões o motor AP 1800 da Volkswagen, ganhou força, mas decepcionou na agilidade


A Pampa era uma pick up da Ford derivada do Corcel II, e antecessora da Ford Courier, sempre equipada com o bom motor CHT 1.6 que para uma pequena pick up nunca deixou a desejar tanto em força como em agilidade, mas com a parceria Volkswagen e Ford algumas versões passaram a ser equipadas com motor AP 1.8 VW, realmente o carro passou a ter mais força, a capacidade do motor em carregar peso aumentou em relação a versão anterior CHT 1.6, mas o carro não ficou tão ágio como todos esperavam.

Outros produtos da Autolatina, como o GOL GL 1.8, Escort GL 1.8 e a pick up Saveiro 1.8 concorrente direta da Pampa, utilizando o mesmo motor, tinham um câmbio mais logo, e eram bem mias rápidos e ágeis que a Pampa, acho que a diferença estava em algum tipo de limitação no câmbio que não permitia esticar muito as marchas.

Mas por que?

No início dos anos 90 eu tive a oportunidade de trabalhar com as duas pick ups, Saveiro 1.8 e Pampa 1.8, mas antes no meio dos anos 80 eu já havia dirigido algumas vezes uma Pampa 1.6 CHT, e o que senti no volante, acho que foi o que determinou a montadora segurar um pouco a potencia da geração 1.8 AP da Pampa.

Quando entrava em uma curva muito rápido, principalmente em ruas de paralelepípedo a traseira trepidava e o carro sempre ameaçava sair de lado, na estrada em curvas de alta, sempre tinha que ter muita atenção para não perder a traseira, mas as observações sempre foram feitas com a carroceria vazia, sem carga.

O problema era que, pelo fato da Pampinha ter suspensão traseira com feixe de mola, ao invés de molas helicoidais como na Saveiro e nos demais carros da época, fazia com que o carro ficasse com a traseira muito leve e solta, seu peso total era de 1050 Kg, mas a maior parte do peso ficava na frente.

Nunca houve uma explicação oficial por parte da montadora, mas acredito que o motivo da limitação de potência e do câmbio mesmo com motor 1.8 era uma questão de segurança.


Ficha Técnica – Ford Pampa 1.8 L 1991

Carroceria Picape;

Porte Compacto;

2 portas;

Motor AP 1.8;

Cilindros 4 em linha;

Longitudinal;

Tuchos mecânicos;

Tração dianteira;

Combustível Álcool;

Carburador;

Direção Simples;

Câmbio manual de 5 marchas;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a disco ventilado nas rodas dianteiras e tambor nas rodas  traseiras;

Peso 1035 KG;

Potência 105 CV;

15,6 kgfm a 2600 rpm

Potência Máxima 5600 RPM;

De 0 a 100 – 13,1 Segundos;

Velocidade máxima 157 KM/h;

Consumo na Cidade 7 KM/L – Estrada 10 KM/L;

Porta malas 840 Litros;

Carga útil 530 KG;

Tanque de combustível 74 litros;

Deixe um comentário