Fiat 147 amarelo 1977, a montadora completa 1 ano de Brasil, com um gigantesco desafio

Compartilhe

O Fiat 147 amarelo da nossa matéria, é do final de 1977, exatamente quando a montadora completa 1 ano de Brasil, com a dura missão de vender algo novo e diferente em um país de terceiro mundo com as fronteiras comerciais fechadas.

Em novembro de 1976 a Fiat apresenta algumas unidades no salão do automóvel de São Paulo, incluindo um exemplar já com motor a álcool. Mas as vendas nas poucas concessionárias existentes, já haviam começado um pouco antes.

Convencer o consumidor brasileiro que seu produto oferecia qualidade, novas tecnologias e uma boa relação custo benefício, não foi nada fácil. Em 1978 meu vizinho levou seu 147 com pouco mais de 1 ano de uso a um mecânico do nosso bairro, conhecido como “Jabá”, para trocar o cabo de embreagem e o óleo, a resposta do mecânico foi a seguinte. “Eu não mexo nessas porcarias, são muitos complicados e não vale apena o custo da manutenção”.

8 anos depois, Já em 1986, eu levei um Fiat 147 1983, que pertencia ao meu irmão exatamente na mesma oficina com o mesmo mecânico. Para trocar adivinha o que? Cabo da embreagem e óleo de motor. Perguntei ao referido profissional se ele poderia executar o trabalho, a resposta foi. “Claro que sim, Fiat 147, Chevette e Fusca e Brasília são os carros mais fáceis e baratos de se fazer manutenção.

Conclusão: O Fiat 147, sofreu o mesmo efeito que o Fiat Tempra no início da década de 1990. Carro com nova tecnologia, mecânicos sem o devido conhecimento para atender o modelo e sem ferramentas adequadas, ficava mais fácil transferir a culpa para o carro.

O exemplar da matéria é um Fiat 147 amarelo, do ano de 1977 modelo 1978, equipado com o motor Fiasa 1050, a gasolina de 55 cv, torque máximo de 7,8 kgfm a 3800 rpm, velocidade final real de 138 km/h e aceleração de 0 a 100 em 18,8 segundos. Quanto ao consumo fazia, 12,5 km/l na cidade e na estrada 18,2 km/l.

Acabamento Externo

Faróis –  Quadrados de lentes planas;

Setas dianteiras – Abaixo dos faróis;

Para – choques –  Em aço carbono cromados;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – Em lâminas de plástico na horizontal;

Retrovisores Externos – Com ajuste manual;

Frisos – Não;

Rodas – Originalmente Rodas de aço com calotas pretas 145/80 R13 – A unidade da matéria foi customizada com rodas de liga-leve;

Maçanetas – Na cor grafite;

Logo – “147” Na tampa do porta – malas;

Lanterna Traseira – Tricolor;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento interno e instrumentos

Painel – Com mostradores básicos em escala quadrada;

Conta – giros – Não;

Acabamento do painel – Em vinil na cor grafite;

Volante – ;

Sistema de som – Não;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Não;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em tecido;

Acabamento das portas – Em vinil;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Não;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Opcional;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Fiat 147 amarelo do ano de 1977 modelo 1978

Carroceria – Hatch;

Porte – Compacto;

Portas – 2;

Motor –  Fiasa 1050;

Cilindros – 4 em linha;

Válvulas por cilindro – 2;

Posição – Transversal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 55 cv;

Peso Torque – 102,3 kg/kgfm;

Cilindrada – 1048 cm³;

Torque máximo – 7,8 kgfm a 3800 rpm;

Potência Máxima – 5800 rpm;

Tração – Dianteira;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Simples;

Câmbio – Manual de 4 velocidades com alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 820 kg;

Suspensão dianteira – Independente, McPherson – Mola helicoidal;

Suspensão traseira – Independente, McPherson – Feixe de molas semielípticas;

Comprimento – 3627 mm;

Distância entre-eixos – 2225 mm;

Largura – 1545 mm;

Altura – 1350 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 18,8 Segundos;

Velocidade máxima – 144 km/h;

Consumo: Cidade 12,3 km/l – Estrada 18,2 km/l;

Autonomia: Cidade 467 km – Estrada 692 km;

Porta malas – 350 Litros;

Carga útil – 400 kg;

Tanque de combustível – 38 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 59.990,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Deixe um comentário