fbpx
Pular para o conteúdo

Alfa Romeo 145, 1997, Quadrifoglio, o esportivo da montadora italiana

Compartilhe

O Alfa Romeo 145, foi lançado na Europa em 1994, desenhado por Chris Bangle, e desembarcou no Brasil em meio a febre dos importados em 1996, inicialmente com motor 2.0, e em 1998, recebe opção de motorização 1.8. Ganhou também a série especial Elegant Brasile.

Mas sem dúvida o modelo mais conhecido e comercializado foi o Alfa Romeo 145 Quadrifoglio, com o motor Twin Spark 2.0 16V, com duas velas por cilindro. Se destacava por ser um hatch médio de elite, superando em desempenho modelos como Golf GTi 2.0 e se igualando ao Audi A3 1.8 Turbo.

Além do visual, que literalmente chamava a atenção por onde passava, o modelo tinha estampado em seu DNA uma marca de elite, recheado de equipamentos de segurança e conforto. Trio elétrico, direção hidráulica, ar – condicionado, freios a disco nas 4 rodas com sistema ABS. Sem contar a área envidraçada, que melhorava a qualidade da dirigibilidade e proporciona, um ambiente mais agradável para os passageiros.

A unidade aqui da nossa matéria, é do ano de 1997 equipado com motor Twin Spark 2.0, com velocidade final real limitado pela montadora em 210 km/h, e aceleração de 0 a 100 em 9 segundos, hoje um exemplar destinado a colecionadores.

Desempenho

Estabilidade –  O conjunto do projeto, dava ao carro uma ótima estabilidade, a montadora mais uma vez, conseguiu unir em um mesmo carro conforto e segurança.

Motor –  Utilizando o motor Twin Spark 2.0 16V, era robusto, e com um giro bastante estável em altas rotações.

Câmbio –  O câmbio manual de 5 velocidade, dava um ar todo esportivo ao carro, bastante elástico e engates precisos.

Retomadas e ultrapassagens – Com um motor elástico com muito fôlego, que respondia muito bem ao pedal do acelerador, era seguro e confiável.

Consumo –  Para um modelo esportivo com motor 2.0 16v, fazer na cidade 8,9 km/l na cidade, estava dentro do esperado para a época.

Acabamento Externo

Faróis –  Com linhas que acompanham o desenho do carro, levemente boleado nas extremidades;

Setas dianteiras – Embutidas no mesmo conjunto dos faróis;

Para – choques –  Envolventes bicolor, na cor da carroceria e grafite;

Faróis de neblina – Sim;

Grade de ar do motor – Com frisos na horizontal, posicionada, abaixo do brasão, Alfa Romeo;

Retrovisores Externos – Panorâmicos com ajuste elétrico, pintados na cor da carroceria;

Frisos – Não;

Rodas – De liga-leve 195/55 R15;

Maçanetas – Na cor da carroceria;

Logo – “145”, na tampa do porta-malas;

Lanterna Traseira – Bicolor com luz de ré, embutida na carroceria e na tampa do porta – malas;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Sim;

Limpador do vidro traseiro – Sim;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores em escala circular + computador de bordo;

Conta – giros – Sim;

Acabamento do painel – Em vinil na cor cinza e grafite;

Volante – Espumado de três raios, com forração em couro, tradicional Alfa Romeo;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Sim;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Sim;

Relógio – Digital;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Elétrico;

Sistema de travamento das portas – Elétrico;

Ajuste dos retrovisores externos – Interno elétrico;

Acabamento dos bancos – Em couro;

Acabamento das portas – Em couro;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Bipartido, encosto de cabeça e cinto de segurança de três pontos para dois passageiros;

Encosto de cabeça – Para quatro passageiros com regulagem de altura;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Sim;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Alfa Romeo 145, ano 1997

Carroceria – Hatch;

Porte – Médio;

Portas – 2;

Motor –  Twin Spark 2.0 16V;

Cilindros – 4 em linha;

Válvulas por cilindro – 4;

Posição – Transversal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 150 cv;

Peso Torque – 65,2 kg/kgfm;

Cilindrada – 1969 cm³;

Torque máximo – 18,9 kgfm a 4000 rpm;

Potência Máxima – 6200 rpm;

Tração – Dianteira;

Alimentação – Injeção Multiponto;

Direção – Hidráulica;

Câmbio – Manual de 5 velocidades com alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco ventilado nas rodas dianteiras e disco sólido nas rodas traseiras;

Peso – 1230 kg;

Suspensão dianteira – Independente, McPherson – Mola helicoidal;

Suspensão traseira – Independente braço arrastado – Mola helicoidal;

Comprimento – 4093 mm;

Distância entre-eixos – 2540 mm;

Largura – 1712 mm;

Altura – 1440 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 9 Segundos;

Velocidade máxima – 210 km/h;

Consumo: Cidade 8,9 km/l – Estrada 12,9 km/l;

Autonomia: Cidade 543 km – Estrada 787 km;

Porta malas – 300 Litros;

Carga útil – Não informado;

Tanque de combustível – 61 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 262.000,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Carros antigos

Escorte Ford a versão L de 1989 que teve apenas 1 proprietário Passat antigos sobrevivem e valorizam no mercado de carros antigos Yaris 2024 hatch preço, ficha técnica e equipamentos Corolla Altis Hybrid Premium 2024 preço, equipamentos e ficha técnica Carros japoneses baratos Honda Civic LX AT 2005 uma interessante compra Fusca rebaixado o besouro 1300 de 1972 com um incrível visual Carros esporte antigos o Puma GTE customizado e com motor AP Opala diplomata Azul Tiza 1991 perto de dar adeus Toyota Corolla Cross Hybrid 2024 preço, equipamentos e ficha técnica 147 carro 1982 o veículo nacional mais vendido mas a VW contesta

CONTATO Fale Com o Motor Tudo no Facebook.

Carros antigos