Yamaha TT 125 1980 fale bem ou fale mal mas fez história

Compartilhe

O modelo ficou marcado pela agilidade na área urbana, um ruído inconfundível e pela facilidades de encontrar peças por ser um projeto derivado da mecânica e estrutura da RX 125.

Outra característica era o cheiro de fumaça de óleo 2 tempos que grudava na roupa, nenhum incomodo para os jovens da época. Mas pelo cheiros de suas roupas, era fácil saber que você era proprietário de uma TT.

No final da década de 1980 e nos primeiros anos da década de 1990, as unidades usadas ou semi novas do início da década de 1980, custavam muito pouco, tendencia de mercado que fez com que milhares de jovens tivessem uma Yamaha TT 125 como seu primeiro veículo motorizado.

Imagens Pastore Car Collection

Ficha Técnica – Yamaha TT 125 1980

Modelo – TT 125;

Cilindradas – 123 cm³;

Motor – 2 tempos;

Cilindros – N/D;

Torque máximo – 1,5 m.kgf a 6500 rpm;

Suspensão dianteira – Telescópica hidráulica tipo “Cerianni”: Pneu dianteiro 2.75 – 19;

Suspensão Traseira – 2 amortecedores hidráulicos – Pneu Traseiro: 3.00 – 18;

Câmbio – 5 Marchas;

Freios – Freio Dianteiro: Tambor – Traseiro: Tambor;

Comprimento – 1920 mm;
Largura – 870 mm;
altura – 1270 mm;
Distancia entre eixos – 1235 mm;

Velocidade máxima – 115 km/h;

Aceleração 0 a 100 – 14,5 segundos;

Potência máxima – 12,5 cv – 7500 rpm;

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros ou motos, apenas faz matérias sobre a história de veículos clássicos brasileiros.

2 comentários sobre “Yamaha TT 125 1980 fale bem ou fale mal mas fez história”

  1. Tive uma RD 200 dois canos azul metálica que não carregava a bateria, pois o dinamo.era muito.ruim, aí troquei por uma TT 125 1981 branquinha, isso foi em 1987 coloquei uns protetores de punho da Agrale e uma carenagem de farol. Não andava nada em relação a RX 125, acho que por causa da relação já que o motor era o mesmo. Depois troquei em uma CB 125 , uma RX 180 1982 e uma coleção de DT 180 1982, 1985, 1987 depois consegui uma CB 450 1984. Tempo bom.

  2. Muito legal. Era com um cilindro levemente inclinado para frente. Tive duas Yamahas, uma Avant e uma Custom, ambas 180 cc. Por volta de 1975 trabalhei na Revenda Casa Torpedo em Porto Alegre/ RS, e lá vendíamos essas motos 2 tempos!

Deixe uma resposta