fbpx
Pular para o conteúdo

XR3 conversível branco 92 uma das últimas unidades da primeira geração

XR3 conversivel branco
Compartilhe

XR3 conversível branco 1.8 92, uma das últimas unidades da primeira geração. No mesmo ano inicia a entressafra, chega as concessionárias a segunda geração do Ford Escort no Brasil, e o XR3 recebe os motores VW AP 2.0i.

O modelo Ford que nasceu em 1983, ganhou a carroceria conversível em abril de 1985, se tornando o carro mais caro do país, superando o Opala Diplomata e o Alfa Romeo 2300.

Uma grande confusão que muitos fazem é sobre o facelift 1987, é que acham que ali nasceu a segunda geração do modelo no Brasil. Porém era exatamente o mesmo carro com a mesma plataforma, o projeto recebeu apenas novo acabamento, para choques envolventes, novo painel, faróis, e lanternas redesenhados, e novo desenho nas rodas.

Até setembro de 1992 o facelift de 1987 reinou em todas as versões com pequenas alterações no passar dos anos. Mas a partir de outubro do mesmo ano já como modelo 1993, a Ford lança a segunda geração de seu hatch médio.

O XR3 tanto na carroceria hatch como conversível, deixam para trás os motores AP 1.8 a álcool carburados, a nova geração 1993, ganharia os motores AP 2.0i do Gol GTi, com injeção eletrônica multiponto Bosch LE-Jetronic.

O Ford XR3 conversível branco 92 da nossa matéria se torna uma peça rara da história não apenas pelo bom estado de conservação, mesmo após 31 anos de uso mantendo a estrutura intacta.

Mas por ser um dos últimos exemplares produzidos no segundo semestre de 1992, representando a primeira geração de 1983 e o primeiro facelift de 1987. Hoje a carroceria conversível de todas as gerações da família Escort, vem se tronando cada vez mais rara no mercado de carros clássicos.

XR3 conversivel branco

Ficha Técnica – XR3 conversível branco – Ano 1992

Carroceria – Conversível; Porte – Médio; Portas – 2; Motor – Ap 1.8; Cilindros – 4 em linha; Posição – Transversal; Peso Torque – 64,6 kg/kgfm; Tração – Dianteira; Combustível – Álcool; Alimentação –  Carburador.

Direção – Hidráulica; Câmbio – Manual de 5 velocidades, alavanca no assoalho; Embreagem – Monodisco a seco; Freios – Freio a disco ventilado nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras; Peso – 1034 kg.

Comprimento – 4062 mm; Distância entre – eixos – 2402 mm; Largura – 1640 mm; Altura – 1324 mm; Potência – 99 cv; Cilindrada – 1781 cm³; Torque máximo – 16 kgfm a 3200 rpm; Potência Máxima – 5800 rpm.

Aceleração de 0 a 100 – 11,8 Segundos; Velocidade máxima – 173 km/h; Consumo: Cidade 6,5 km/l – Estrada 10 km/l; Autonomia: Cidade 416 km – Estrada 640 km; Porta malas – 220 Litros.

Carga útil – 425 kg; Tanque de combustível – 64 Litros; Valor atualizado Aproximado – R$ 825.718,00; Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos.

XR3 conversivel branco
XR3 conversivel branco

Carros antigos

Caminhonete D10, a arma da GM para enfrentar o Ford F-1000 Elba carro – Chega ao Brasil o SW da família Uno, que tirou o sono dos SW Compacto VW e GM Fiat Oggi CSS 1.4 1984 conheça o Esportivo da Família 147 Vectra Elegance, em 2009 o médio de luxo da Chevrolet ainda causava frisson Toyota Paseo, conheça o cupê compacto da montadora japonesa Corsa 99, a versão Super do popular mais confortável da década de 1990 Opala 6 caneco, a versão standard de 1979 customizada Saveiro 96, o fim da bem sucedida geração quadrada se aproximava Chrysler Neon 2000, o início do fim, do médio de elite, hoje um raro colecionável Vectra 97, nunca restaurado, a versão CD 16V, com teto solar e câmbio automático

CONTATO Fale Com o Motor Tudo no Facebook.

Carros antigos