fbpx
Pular para o conteúdo

Volkswagen Parati Plus 1986 A Série especial da SW Alemã nos anos 80.

Compartilhe

Em 1986 a pequena SW da Volkswagen ganha o motor AP 1600 e uma série especial que foi um grande sucesso de vendas, a Parati Plus AP 1.6, que na prática era uma Parati LS 4 marchas mais requintada.

Nas cores metálicas, azul, vermelho e marrom ou beje equatorial, vinha com acabamento interno na cor beje incluindo painel e revestimento das portas, o novo e robusto motor AP 1.6 e câmbio 4 marchas.

Uma grande dúvida que paira nos dias de hoje, é sobre o câmbio, muitos dizem já ter comprado uma Parati Plus 5 marchas, neste caso a modificação foi realizada após o fim da garantia de 12 meses, ou alguma unidade muito especial autorizada e produzida pela montadora, de série saiam todas 4 marchas.

O carro foi um grande sucesso de vendas, o motivo era que a série Plus, saía da concessionária mais barata que a versão LS 5 marchas e apenas 10% mais cara que a versão S.

O questão do câmbio 4 marchas podia até ser um incômodo em algumas situações, como em velocidades acima de 100 Km/h que o carro começava a pedir a quinta marcha, mas por outro lado não era problema para seus proprietários, a grande maioria dos clientes VW vinham da era Brasilia e GOL refrigerados a ar ou Passat com motor BR 4 marchas, então adquirir uma Parati Plus 4 marchas com motor AP 1.6 era uma grande evolução.

Desempenho.

  • Para a época a Parati tinha uma estrutura muito moderna e avançada, ótima de curvas de alta e baixa velocidade, mesmo com piso escorregadio.
  • O câmbio 4 marchas era preciso e deixava o carro muito rápido em retomadas e em tempos de 0 a 100 .
  • O motor AP 1.6 além de ser muito confiável, era elástico e mesmo com o carro com sua capacidade máxima de peso, 5 adultos e porta malas cheio mantinha um ótimo desempenho mesmo em subidas.

Acabamento Externo.

  • Para-Choques em lamina de aço pintados na cor do carro.
  • Frente com com setas embutidas no farol dianteiro.
  • Lanternas traseiras tradicionais da parati herdadas do Passat Variant alemão dos anos 70.
  • Calotas de plásticos exclusivas da série Plus da família BX.
  • Retrovisores satélites com controle interno mecânico.
  • Friso lateral preto.
  • Limpador de para-brisa traseiro.

Acabamento interno.

  • Bancos e acabamento de portas em tecido marrom.
  • Painel com mostradores básicos na cor marrom.
  • Vidros com acionamento basculante.
  • Volante dois raios, tradicional das versões LS da linha BX.
  • Ventilador de três velocidades.




Ficha Técnica.

  • Motor AP 1600.
  • 85 CV de Força.
  • De 0 a 100 em 12,5 segundos.
  • Velocidade máxima 160 KM/h.
  • Peso 950 KG.
  • Consumo Cidade 7,7 KM/L Estrada 11,6 KM/L.
  • Valor aproximado atualizado R$ 72.425,00.
  • O Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária.




Motor Tudo – Volkswagen Parati Plus 1.6 1986 Série especial.

Carros dos anos 80 – Carros Clássicos brasileiros.

6 comentários em “Volkswagen Parati Plus 1986 A Série especial da SW Alemã nos anos 80.”

  1. Essa matéria me fez arrepiar. Estou hoje com 47 anos. Em 1987 meu pai comprou uma Parati nessa cor. Com esse interior. Lembro como hoje o toca-fitas Roadstar marrom que combinava com o interior como se fosse original. Em 87 eu estava para completar meus 15 anos. E foi o carro que comecei a sair a noite nessa idade (eram outros tempos). Grandes lembranças agora. Parabéns a materia.

  2. Excelente materia. Me fez recordar no fim dos anos 80 quando meu pai tinha uma Parati plus 1986, só fiquei em dúvida em relação as cores que sairam para a serie Plus, meu pai dizia que a cor da dele era Bege Polar metálico (um tom de bege um pouco mais puxado pro ouro comparado ao bege equatorial) ficava muito bonito o carro nessa cor, lembro que quando a Parati Plus vinha na cor bege as rodas de ferro também eram pintadas originamente também na mesma cor do carro. Me lembro também que abaixo do para choque dianteiro a série plus vinha com aquele spoiler preto em forma de lamina que só era encontrado na Parati Gls. Fora o ronco clássico do escapamento nesses modelos da familia bX que eram fantasticos. Esses carros tem um carisma muito especial.

Carros antigos

Fusca Oval, a geração CKD importada em parceria com a Brasmotor e a VW Gol GTS 87 o único ano com painel quadrado e um preço muito salgado Porsche 911 verde, o Carrera RS Clone 78, ganha motor 3.3, e novo sistema de alimentação Chevrolet Master 85, a geração JB de 1939 exportada para o Japão Vectra GSi, 2.0 16V SFi, alcançava 210 km/h e ainda fazia na cidade 10,6 km/l Fusca branco, capim e formiga é o que mais tem no Brasil, era um ditado da década de 1970 Caminhonete D10, a arma da GM para enfrentar o Ford F-1000 Elba carro – Chega ao Brasil o SW da família Uno, que tirou o sono dos SW Compacto VW e GM Fiat Oggi CSS 1.4 1984 conheça o Esportivo da Família 147 Vectra Elegance, em 2009 o médio de luxo da Chevrolet ainda causava frisson

CONTATO Fale Com o Motor Tudo no Facebook.

Carros antigos