Volkswagen Fusca 1500 1971 O Primeiro carro brasileiro a realizar Crash-test

Volkswagen Fusca 1500 1971, o primeiro carro brasileiro a realizar o crash-test, melhorando a carroceria em caso de impacto.

1971 foi um marco para industria automobilística brasileira o Volkswagen Fusca 1500 passa a ser o primeiro carro nacional com selo de segurança.

A montadora alemã passa a fazer no Brasil o teste de impacto para carroceria, o famoso crash-test, assim podendo avaliar melhor a taxa de resistência ao impacto, fratura do metal e a dureza ideal que a lataria deveria ser construída, uma lataria com metal muito rígido resulta em uma transferência de energia muito forte para o motorista em caso de impacto, causando sérios traumas, uma lataria com metal com pouca rigidez, resulta em pouca proteção ao impacto, o novo teste de impacto mostrava qual a dureza ideal para construir a carroceria do Volkswagen Fusca.

Segurança a parte, o Volkswagen Fusca 1500 1971 foi um dos modelos da história com o acabamento interno mais elegante e refinado, forração do painel em imitação de madeira jacaranda e bancos em imitação de conuro com vinco, simplesmente fino e elegante.

Desempenho – Volkswagen Fusca 1500 1971.

  • O motor 1500 dava mais fôlego ao carro em ultrapassagem e agilidade na cidade, em relação ao modelo 1300.
  • Em curvas de alta o desempenho era modesto, bom para um carro de pequeno porte do início da década de 70, em pista molhada merecia a atenção redobrada do motorista.
  • Veículo ideal para uma família da cidade ou zona rural, a suspensão tinha um desempenho muito bom em terrenos acidentados.

Imagens Luciano automóveis Fraiburgo SC.

 


Acabamento Externo.

  • Carroceria 2 portas sedã pequeno porte.
  • Faróis redondos com lentes boleadas, lentes planas só viriam nos anos seguintes.
  • Para-choques em lâminas de aço retangulares, cromadas.
  • Setas sobre os para-lamas.
  • Rodas de aço tradicionais família VW 1660 e Família Fusca. 
  • Lindas e elegantes calotas cromadas.
  • Retrovisores metálicos com regulagem manual.
  • Lanternas traseiras tricolor, tradicionais Fuscão 1500.
  • Logo “1500” na tampa do motor.

Imagens Luciano automóveis Fraiburgo SC.

Imagens Luciano automóveis Fraiburgo SC.

Imagens Luciano automóveis Fraiburgo SC.

 


Acabamento interno.

  • Painel com forração em imitação de jacaranda.
  • Mostradores do painel básicos, velocímetro e nível de combustível.
  • Volante em imitação de marfim.
  • Acabamento de bancos e portas em imitação de couro com costura em vinco.
  • Cinzeiros embutidos nas paredes dos bancos traseiros.

Imagens Luciano automóveis Fraiburgo SC.

Imagens Luciano automóveis Fraiburgo SC.

Imagens Luciano automóveis Fraiburgo SC.

Imagens Luciano automóveis Fraiburgo SC.

Imagens Luciano automóveis Fraiburgo SC.

Imagens Luciano automóveis Fraiburgo SC.

Imagens Luciano automóveis Fraiburgo SC.



Ficha Técnica.

  • Motor Volkswagen Box 1500 refrigerado a ar.
  • Carburador.
  • Direção simples.
  • Câmbio manual de 4 marchas.
  • Freios disco a tambor nas quatro rodas.
  • Peso 800 KG.
  • Potência 52 CV de força.
  • De 0 a 100 – 23,0 Segundos.
  • Velocidade máxima 125 KM/h.
  • Consumo Cidade 6,0 KM/L Estrada 10,0 KM/L.
  • Porta malas 141 Litros.
  • Carga útil Não informado.
  • Tanque de combustível 41 Litros.
  • Preço atualizado aproximado. R$ 53.821,00.
  • Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária.

Imagens Luciano automóveis Fraiburgo SC.

Imagens Luciano automóveis Fraiburgo SC.

Imagens Luciano automóveis Fraiburgo SC.

Imagens Luciano automóveis Fraiburgo SC.

Imagens Luciano automóveis Fraiburgo SC.

Imagens Luciano automóveis Fraiburgo SC.

Imagens Luciano automóveis Fraiburgo SC.


Motor Tudo – Volkswagen Fusca 1500 1971.

Carros dos anos 70 – carros Clássicos brasileiros.


Please follow and like us:

4 comentários sobre “Volkswagen Fusca 1500 1971 O Primeiro carro brasileiro a realizar Crash-test”

  1. Agora sim um Fuscão 71!
    Parabéns ao nobre editor, Jairo Kleiser, pela imediata correção das imagens!
    Então, vamos à “historinha”, verídica – por gentileza, creiam – como todas as que eu escrever aqui.
    Eu tive (ops! – meu pai teve) um Fuscão 72 zero km, azul diamante, placas de Belo Horizonte AH-0074. Por que do ‘eu tive’? Bem suscintamente, meu pai gostava muito de passear de carro, COM ALGUÉM DIRIGINDO, NÃO ELE, pois nunca soube dirigir; esse ‘ALGUÉM’, quase sempre era eu, embora em 1972 – aos quinze anos de idade – eu, é claro, não tivesse CNH. Daí, os carros lá de casa ficavam a mercê de mim. Outro que dirigia para o velho era o meu amigo Zezé, já com a bendita CNH, pois no início de 1972 completara os dezoito anos. Zezé era praticamente um piloto, muita “manha” no volante eu aprendi com ele.
    Um dia eu pedi ao velho que emprestasse o Fuscão para irmos a Lagoa da Prata, cidade distante uns 250 km de BH. – “Não, assim não pode! Você não tem carteira, viajar sem carteira e sem a minha presença não pode.”, disse o velho. Sempre super legal, papai contornou: – “Só se o Zezé for dirigindo…”.
    No próximo sábado seguimos para Lagoa da Prata, eu, Zezé e mais dois amigos. Zezé nos disse que o Fuscão da tia dele, Helena, dava “VDO”, a marca do fabricante do velocímetro, gravada na extremidade inferior do instrumento: – “Vamos ver se esse aqui também dá…”.
    O AH-0074 superou o Fuscão da tia Helena, num declive da estrada o ponteiro do velocímetro quase encostou na luz vermelha testemunha do dínamo, devorando gasolina azul + DONAX SUD (um aditivo da época). Parámos em um posto para abastecer, no posto dois caras de Corcel, seguindo para o mesmo destino, “ouriçaram” a gente: – “Esse carro aí que é o fodão, né! Valendo uma caixa de Brahma, daqui até Lagoa da Prata, topa?”.
    – “Zezé: o carro dele tem dois caras, o nosso quatro, Corcel é mais forte…”, disse ao Zezé. – “Não esquenta não, Rodrigão! Você viu o que esse Fuscão faz…”.
    Na saída do posto um morro forte, o Fuscão simplesmente despachou o Corcel, pôs pelo menos cinco minutos de vantagem.
    Em Lagoa da Prata os caras do Corcel arregraram: – “Não! A gente não paga não! Esse carro seus é fuçado…”. Fuçado é preparado, envenenado.
    O AH-0074 nunca foi fuçado, imaginem se fosse!
    . . . . .

    1. Muito boa a história, realmente é difícil desbancar um Corcel, o Fusca era bala mesmo.

  2. … arregaram, eu escrevi “arregraram”: os babacas do Corcel arregaram! AGORA É POSTAR NO FACEBOOK.
    Abraços a todos!

  3. … arregaram, eu escrevi “arregraram”: os babacas do Corcel arregaram! AGORA É POSTAR NO FACEBOOK.
    Abraços a todos!

Deixe uma resposta