Variant II 1978 chega ao mercado a última atualização da família 1600

Variant II 1978 chega ao mercado a última atualização da família VW 1600

O final da década dos anos 1970, foi marcada pela última atualização da família Volkswagen 1600, com uma nova carroceria, a Varaint II 1978 chega ao mercado para brigar diretamente com o médio Ford Belina, que também acabara de receber nova carroceria, com novo visual e uma estrutura mais moderna.

A saga da família Volkswagen 1600 atravessou com sucesso as décadas de 1960 e 1970, Variant, VW 1600, o famoso Zé do caixão, VW TL e SP2, eram compactos refrigerados a ar, vendidos a preço de carros populares, com exceção do Karmann Ghia, que era comercializado a preço de carro médio de luxo.

Mesmo de cara nova, que para muitos não passou de uma Brasília com dimensões maiores, porém com motor 1600 montado na horizontal o famoso motor baixo, e uma suspensão mais atualizada, a Variant II 1978, não conseguiu alavancar no mercado, seu principal concorrente o Ford Belina, era vendido em condições mais interessantes e oferecia uma estrutura muito mais moderna, dominou o mercado das SW médias e compactas até 1981, ao lado do Chevrolet marajó.

Em 1981 a montadora alemã, descontinuou seu último exemplar da família VW 1600, a chegada do compacto Chevrolet Marajó em 1980, enterrou de vez o modelo VW, em 1982 chega ao mercado sua substituta, a perua compacto VW Parati, muito mais moderna e atualizada, dominando o mercado durante os anos 1980 e 1990.

Desempenho

O motor VW 1600 refrigerado a ar, montado na posição horizontal, dava ao carro um torque mais suave, diminuindo o ruído interno.

Tanto na cidade como na estrada era de desempenho modesto, atingindo 129,5 KM/h de velocidade final, deixava a desejar em retomadas e ultrapassagem.

O conjunto carroceria, chassis e suspensão, era o mais evoluído que a família VW 1600 já havia utilizado até 1978, mesmo assim era de desempenho modesto em curvas de alta, e sofria em velocidades acima de 100 Km/h com ondulações na estrada.

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Acabamento Externo

Frente com os tradicionais faróis redondos na horizontal, embutidos com recuo;

Para – choques com lâminas de aço carbono, cromados, com cantoneiras de plástico;

Setas dianteiras embutidas no para – choque;

Friso lateral emborrachado com vinco cromado;

Maçanetas cromadas;

Rodas de aço da família Passat;

Retrovisores de plástico com ajuste manual;

Lanternas traseiras bi-color, com luz de ré;

Limpador de vidro traseiro;

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Acabamento interno

Painel quadrado com mostradores básicos, o mesmo serviu com parâmetro para os primeiros pain´[eis da linha BX;

Rádio AM, Opcional;

Volante de plástico injetado liso, de dois raios;

Cinzeiro no painel;

Ventilador de duas velocidades;

Acabamento das portas em vinil;

Acionamento dos vidros manual basculante;

Acabamento dos bancos em tecido aveludado e vinil;

Bancos dianteiros, com encosto de cabeça embutido;

Acabamento do assoalho e porta – malas acarpetados;

Tapetas emborrachados, não vinham de fábrica.

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Ficha Técnica

Carroceria SW;

Médio porte;

2 portas;

Motor VW 1600;

Cilindros 4 em linha;

Longitudinal;

Tuchos mecânicos;

Tração traseira;

Combustível Gasolina;

Carburador;

Direção simples;

Câmbio manual de 4 marchas;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a disco sólidos nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso 990 KG;

Potência 67 CV;

12 kgfm a 3200 rpm;

Potência Máxima 4600 RPM.

De 0 a 100 – 24,6 Segundos;

Velocidade máxima 129,5 KM/h;

Consumo Consumo na Cidade 10 KM/L – Estrada 13 KM/L;

Porta malas 500 Litros;

Carga útil – Não Informado;

Tanque de combustível 50 Litros;

Autonomia: Cidade 500 Km – Estrada 650 Km.


Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos

Imagens Século 20 Veículos Antigos


Motor Tudo – Variant II 1978

Carros clássicos Brasil – VW 1600

Um comentário sobre “Variant II 1978 chega ao mercado a última atualização da família 1600”

  1. Pena que não emplacou. Na época, para mim, era um carrão. Foi com ele que viajamos de São Paulo – SP, para o Rio de Janeiro – RJ, 500 quilômetros, aproximadamente em cinco horas. Quis muito uma na época, pedi para meu pai, mas não fui atendido. Meu pai continuou com a Variant “1”. Quero deixar registradas minhas saudades ao casal Luiz Musa e Lívia Musa, amigos da família, ela praticamente uma segunda avó. Meus pais confiaram a eles me levar nessa viagem, que era de sonho para um garoto de classe média da época, final dos anos 1970. Claro que adorei o Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta