Opala SS 6 1976 beleza e eficiência a 190 km/h de velocidade final real

Compartilhe

Um modelo devidamente restaurado já nos causa um grande frisson, imaginem em 1976 ter uma unidade zero km estacionado em sua garagem

O Opala SS 6 1976, finalmente recebe o badalado motor 4.1 de 6 cilindros, 171 cv e tuchos mecânicos, atingindo incríveis 190 km/h, um número bastante significativo para a época, mas outro detalhe que chamava muito a atenção era o incrível visual esportivo, com rodas exclusivas estilo GT, logos e faixas que davam um visual único e esportivo, ao poderoso Opalão 6 bocas.

Muitos perguntam, a crise do petróleo afetou diretamente o mercado de carros na década de 1970? A resposta é sim. Mas não a curto prazo, na segunda metade da década de 1970, o opala SS 6, ainda era o queridinho nacional entre os esportivos, rápido, valente, robusto, e com o melhor equilíbrio força e consumo.

A briga era feroz, Dodge R/T, Maverick GT e Opala SS, como já citei em outros posts, o modelo da Chevrolet, levava vantagem pelo equilíbrio do conjunto, melhor relação potência e consumo, além do bom equilíbrio da estrutura, também liderava o mercado em número de unidades emplacadas no segmento dos modelos de grande porte no Brasil, com uma certa folga.

Desempenho

O motor Chevrolet 4.1 de 171 cv, com aceleração de 0 a 100 em 11,7 segundos, uma ótima marca para a época.

Na estrada tinha uma boa velocidade de cruzeiro, se mantendo por longos períodos em velocidades acima de 160 km/h sem oscilações.

O conjunto carroceria, chassis e suspensão, aliados a uma boa distribuição de peso, dava ao carro um bom desempenho em curvas de alta e em retas em altas velocidades.

Acabamento Externo

Frente com faróis redondos e lentes boleadas, embutidos em moldura na cor grafite.

Setas dianteiras embutidas nos para – lamas.

Grade de ar dianteira bipartida em alumínio, com o logo “Opala SS”.

Logo “6 SS” no para – lama dianteiro.

Para – choques em lâminas de aço carbono cromados.

Faixa lateral preta em toda a extensão do rodapé.

Rodas de liga leve, estilo GT.

Retrovisor metálico, cromado, com ajuste manual.

Lanternas traseiras redonda em cor única + luz de ré.

Acabamento interno

Painel em vinil, com marcadores em escala circular + conta – giros.

Volante esportivo de plástico injetado de três raios, com o logo “SS” no centro.

Rádio Chevrolet AM.

Ventilador.

Ar – quente.

Ar – condicionado – opcional

Acendedor de cigarros e cinzeiro embutidos no painel.

Acabamento de bancos e portas em vinil.

Acionamento dos vidros, manual basculante.

Assoalho e porta malas acarpetados.

Ficha Técnica – Opala SS6 1976

Carroceria – Cupê;

Porte – Grande;

Portas – 2;

Motor –  4.1 Cód 250-S;

Cilindros – 6 em linha;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 171 cv;

Peso Torque – 36,06 kg/kgfm;

Cilindrada – 4093 cm³;

Torque máximo – 32,5 kgfm a 2600 rpm;

Potência Máxima – 4800 rpm;

Tração – Traseira;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Simples;

Câmbio – Manual de 4 velocidades com alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 1172 kg;

Suspensão dianteira – Independente, Braços sobrepostos – Mola helicoidal;

Suspensão traseira – Eixo rígido – Mola helicoidal;

Comprimento – 4671 mm;

Distância entre-eixos – 2667 mm;

Largura – 1758 mm;

Altura – 1359 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 11,7 Segundos;

Velocidade máxima – 190 km/h;

Consumo: Cidade 6 km/l – Estrada 8 km/l;

Autonomia: Cidade 324 km – Estrada 432 km;

Porta malas – 430 Litros;

Carga útil – Não informado;

Tanque de combustível – 54 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 317.552,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

Motor Tudo – Opala SS6 1976

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.joi

Carros Clássicos Brasil – Opala

Um comentário sobre “Opala SS 6 1976 beleza e eficiência a 190 km/h de velocidade final real”

Deixe um comentário