Opala Granluxo, 4 portas 1971, o primeiro ano da nova versão top de linha

Compartilhe

O Opala Granluxo, chegou junto com o reposicionamento do catálogo da montadora, e da mudança de motores em 1971. A versão de entrada Standard é rebatizada de Especial, e a versão luxo com o motor 3800, é reposicionada como versão intermediária.

No mesmo ano o motor 3800 de 6 cilindros é descontinuado, dando lugar ao novo motor 4100 de 6 cilindros, que equiparia as versões Luxo e GranLuxo como opcional. Todas as versões eram disponibilizadas nas carrocerias 4 portas ou coupé, com opção para teto em vinil.

Independente da versão, o carro era posicionado como um modelo de alto custo, com um número de unidade emplacadas a frente dos modelos Ford e Dodge. Prefeituras de cidades de médio e pequeno porte do início da década de 1970, que não conseguiam alcançar um Ford Galaxie optavam pelo Opala GranLuxo. Ou acabavam adquirindo a versão de entrada especial na carroceria 4 portas. O mesmo efeito acontecia com famílias da classe média/alta de todo o território nacional.

A unidade da nossa matéria chama a atenção pelo incrível estado de originalidade. É um Chevrolet Opala Granluxo, 4 portas 1971, com o motor cód 153 2500, na cor vermelho Monza e teto em vinil. Entregando 80 cv com torque máximo de 18 kgfm a 3000 rpm, com velocidade final real de 140 km/h e aceleração de 0 a 100 de 20 segundos. Quanto ao consumo, na cidade fazia 7 km/l e na estrada 9 km/l.

Acabamento externo

Faróis – Redondos de lentes boleadas, embutido com recuo em uma moldura grafite;

Setas dianteiras – Embutidas abaixo dos para – lamas;

Para – choques –  Em lâminas de aço carbono cromadas;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – Com moldura metálica;

Retrovisores Externos – Cromados, redondos;

Frisos – Não;

Rodas – Tradicionais da família Opala, com lindas calotas cromadas;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – “2500″ Na lateral do para-lama dianteiro;

Lanterna Traseira – Em cor única;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumento

Painel – Com mostradores básicos em escala circular;

Conta – giros – Não;

Acabamento do painel – Em vinil e aço na cor preto;

Volante – De dois raio;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Analógico no centro do painel;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em tecido e courvin;

Acabamento das portas – Em courvin carpete, madeira e detalhes cromados;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Não;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Opala Granluxo, 4 portas 1971

Carroceria – Chevrolet Sedã;

Porte – Grande;

Portas – 4;

Motor –  2500 cód 153;

Cilindros – 4 em linha;

Posição – Longitudinal;

Peso Torque – 61,1 kg/kgfm;

Tração – Traseira;

Combustível – Gasolina;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Simples – Opcional para hidráulica;

Câmbio – Manual de 3 velocidades, alavanca na coluna de direção;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 1100 kg;

Comprimento – 4580 mm;

Distância entre-eixos – 2667 mm;

Largura – 1758 mm;

Altura – 1384 mm;

Potência – 80 cv;

Cilindrada – 2509 cm³;

Torque máximo – 18 kgfm a 3000 rpm;

Potência Máxima – 4400 rpm;

Aceleração de 0 a 100 – 20 Segundos;

Velocidade máxima – 140 km/h;

Consumo: Cidade 7 km/l – Estrada 9 km/l;

Autonomia: Cidade 378 km – Estrada 486 km;

Porta malas – 430 Litros;

Carga útil – Não informado;

Tanque de combustível – 54 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 325.990,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos.

Deixe um comentário