Opala 2 portas, nesta configuração teria mercado hoje?

Compartilhe

O Opala 2 portas durante a década de 1970 e 1980, na configuração do exemplar da matéria, tinha um mercado prospero e era o sonho de todo marmanjão. Mas nos dias de hoje o gigante da Chevrolet, teria mercado com a carroceria duas portas?

Não há dúvida que o modelo foi, e até os dias de hoje é uma celebridade. Entre 1968 e 1981, era o carro nacional de grande porte de luxo que entregava a melhor relação força X consumo. Durante toda a década de 1980, dominou em absoluto o mercado de carros de luxo de grande porte, independente se a carroceria era duas ou quatro portas.

Nos dias de hoje ainda é venerado por uma grande legião de fãs, e mesmo aqueles que nunca foram fãs do projeto, tem muito respeito pela família Opala. Mas nas redes socias do Motor Tudo, muitos perguntam. O modelo hoje na carroceria duas portas teria mercado?

A resposta é sim. Mas temos que se atentar a algumas variáveis, a primeira é que a carroceria é coupé, então a montadora provavelmente equiparia com um conjunto de propulsor, motor câmbio, com performance esportiva, além de um visual com adereços também esportivo. A carroceria 4 portas seria fundamental estar em produção, o qual seria a configuração de luxo executiva, como na década de 1980/90.

A unidade da matéria, Opala 2 portas, é a configuração coupé, versão Comodoro, na cor Bege Copacabana, do ano de 1976. Equipado com o motor 2.5 cód 151-S, entregando 98 cv, torque máximo de 19,8 kgfm a 2600 rpm, velocidade final real de 160 km/h e aceleração de 0 a 100 em 17 segundos. Quanto ao consumo, 8 km/l na cidade e 11 km/l na estrada.

Acabamento Externo

Faróis –  Redondos de lentes boleadas, embutido com recuo em uma moldura;

Setas dianteiras – Embutidas nos para – lamas;

Para – choques –  Em lâminas de aço carbono cromadas;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – Com frisos na horizontal, com a gravata Chevrolet ao centro;

Retrovisores Externos – Cromado;

Frisos – Filete pintado, em toda a extensão lateral do carro;

Rodas – Tradicionais Chevrolet, com calotas cromadas;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – “Chevrolet, no capô dianteiro;

Lanterna Traseira – Bicolor redonda, dupla na horizontal;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Acabamento do painel – Em courvin e aço;

Volante – De dois raios;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Opcional;

Ar – quente – Sim;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Sim;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em courvin e aveludado;

Acabamento das portas – Em courvin, com detalhes cromados;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Sim;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Para dois passageiros, embutidos nos bancos dianteiros;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Opala 2 portas – Ano 1976 – Motor 151-S

Carroceria – Chevrolet Coupé;

Porte – Grande;

Portas – 2;

Motor –  2.5 151-S;

Cilindros – 4 em linha;

Posição – Longitudinal;

Peso Torque – 56,4 kg/kgfm;

Tração – Traseira;

Combustível – Gasolina;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Opcional para hidráulica;

Câmbio – Manual de 4 velocidades, alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 1100 kg;

Comprimento – 4671 mm;

Distância entre-eixos – 2667 mm;

Largura – 1758 mm;

Altura – 1359 mm;

Potência – 98 cv;

Cilindrada – 2471 cm³;

Torque máximo – 19,8 kgfm a 2600 rpm;

Potência Máxima – 4800 rpm;

Aceleração de 0 a 100 – 17 Segundos;

Velocidade máxima – 160 km/h;

Consumo: Cidade 8 km/l – Estrada 11 km/l;

Autonomia: Cidade 432 km – Estrada 594 km;

Porta malas – 430 Litros;

Carga útil – Não informado;

Tanque de combustível – 65 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 333.985,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Deixe um comentário