Omega 2004, o Holden Commodore em terras brasileiras

Compartilhe

O Omega 2004 já estava em seu 5° ano de importação, o Holden Commodore VT australiano, montado na plataforma do Omega B alemão, era produzido pela Holden no subúrbio de Adelaide na Austrália ao norte da área metropolitana. O modelo desembarcou no Brasil em 1999, chamou muito a atenção pelo visual, tecnologia e preço muito próximo de modelos de elite.

Um gigante de luxo com velocidade final real de 216 km/h. O modelo Chevrolet entregava o que prometia, força, segurança, confiança, e muitos instrumentos para o conforto dos passageiros, o eficiente controle de tração e estabilidade, aliado ao câmbio automático de 4 velocidades que oferecia duas opções de dirigibilidade, econômica e esportiva.

Mas tanto conforto quanto a segurança tinha um preço, o modelo que foi importado entre os anos de 1999 até 2007 como modelo 2008, a unidade chegou a custar em alguns momentos, o preço das versões intermediárias de marcas de elite como Mercedes Benz e BMW.

A frase que mais se identifica com o modelo era, “um verdadeiro navegador silencioso”, a sensação de navegar a 200 km/h no Omega 2004, ou Holden Commodore, era de segurança, comodidade e prazer, que só as principais marcas de elite poderiam oferece.

A unidade da nossa matéria é um Chevrolet Omega CD do ano de 2004, equipado com o motor Buick Séries II L36 – 3.8 V6 de 200 cv, torque máximo de 31 kgfm a 3600 rpm, com velocidade final real de 216 km/h e aceleração de 0 a 100 em 10 segundos. quanto ao consumo, fazia na cidade 5,5 km/l e na estrada 9,5 km/l.

Acabamento Externo

Faróis –  Trapezoidais, com ajuste elétrico de altura, luz de longo alcance e setas embutidos no mesmo conjunto de lentes;

Setas dianteiras – Embutidas no conjunto de lentes;

Para – choques –  Envolventes na cor do carro, com farol de neblina embutido;

Grade de ar do motor – Com moldura cromada e a gravata “Chevrolet” ao centro;

Retrovisores – Panorâmicos, pintados na cor do carro;

Frisos – Lateral emborrachado em toda a extensão do carro;

Repetidor de setas – No para – lama dianteiro;

Rodas – De liga leve 215/60 R/16;

Maçanetas – Na cor do carro;

Logo – No para-lama “Omega CD” e “3.8 V6”;

Lanterna Traseira – Bicolor, com luz de ré;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento interno e Instrumentos

Painel – Com diversos mostradores em escala circular e digital + Computador de bordo;

Acabamento do painel – Em vinil e detalhes cromados;

Volante – Estilo executivo de 4 raios com acabamento em couro;

Sistema de som – Sim:

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Digital;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Sim;

Relógio – Digital;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Elétrico nas 4 portas;

Sistema de travamento das portas – Elétrico / Central;

Ajuste dos retrovisores externos – Elétricos;

Acabamento dos bancos – Em couro, com regulagem elétrica de altura para o banco do motorista;

Acabamento das portas – Em couro;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Sim;

Banco traseiro – Com apoio para o braço e sinto de segurança de três pontos e apoio de cabeça para dois passageiros;

Encosto de cabeça – Para quatro passageiros com regulagem de altura;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Sim;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Omega 2004 na versão CD – Holden Commodore

Carroceria – Sedã;

Porte – Grande;

Portas – 4;

Motor –  Buick Séries II L36 3.8 V6;

Cilindros – 6 em V;

Posição – Longitudinal;

Válvula por cilindro – 2;

Tração – Traseira;

Combustível – Gasolina;

Alimentação –  Injeção Multiponto;

Direção – Hidráulica;

Câmbio – Automático de 4 velocidades – Código 4L60 E;

Embreagem – Conversor de torque;

Freios – Freio ABS – Disco ventilado nas rodas dianteiras e sólido nas rodas traseiras;

Peso – 1637 KG;

Comprimento – 4964 mm;

Distância entre-eixos – 2788 mm;

Largura – 1842 mm;

Altura – 1440 mm;

Potência – 200 cv;

Cilindrada – 3791 cm³;

Torque máximo – 31 kgfm a 3600 rpm;

Potência Máxima – 5200 rpm;

Aceleração de 0 a 100 – 10 Segundos;

Velocidade máxima – 216 km/h;

Consumo: Cidade 5,5 km/l – Estrada 9,5 km/l;

Autonomia: Cidade 413 km – Estrada 713 km;

Porta malas – 475 Litros;

Carga útil – Não informado;

Tanque de combustível – 75 Litros;

Valor atualizado Aproximado –  R$ 387.990,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos.

Deixe um comentário