fbpx
Pular para o conteúdo
Monza a álcool

Monza a álcool 1985/86 o auge da geração quadrada

Compartilhe
CARROS ANTIGOS

Monza a álcool 1985/86 o auge da geração quadrada. 1986 foi o ano em que o modelo atingiu seu maior pico em vendas, foram fabricadas 81.960 un, sendo 8.768 un direcionadas a outros países a América do Sul, e 73.192 unidades emplacadas no Brasil.

No mesmo ano o Chevrolet Monza em todas as suas versões, se torna o carro mais emplacado do país, e pela primeira vez na história da indústria automobilística nacional, um modelo médio de luxo de alto custo, assume o posto de carro mais vendido.

Seus maiores concorrentes VW Santana e Ford Del Rey ocupavam apenas a 5ª e a 7ª posição, o ranking dos 10 mais vendidos em 1986 foi na seguinte ordem, por número de unidades emplacadas no Brasil, não contão unidades exportada:

1º Chevrolet Monza – 73.192 un; 2º Volkswagen Gol – 63.489 un; 3º Ford Escort – 61.186 un; 4º Chevrolet Chevette – 52.548 un; 5º Volkswagen Santana – 43.408 un; 6º Volkswagen Passat – 37.660 un; 7º Ford Del Rëy – 35.692 un; 8º Fiat Uno – 29.779 un; 9º Volkswagen Voyage – 29.361 un; 10º Volkswagen Parati – 28.078 un.

A unidade da nossa matéria, é um Monza a álcool ano 1985, modelo 1986, versão SL/E, uma das últimas unidades a siar da linha de montagem ocupando o topo do catálogo como versão top de linha, entre janeiro e fevereiro de 1986, chega ás concessionárias a nova versão top de linha o Monza Classic.

Ainda no mesmo ano surge a falsa notícia em muitos jornais e revistas automotivas da época, que a marca estaria com a perua Monza pronta para lançamento e seria o concorrente direto do Santana Quantum e do Ford Belina Del Rey.

Mas tudo não passou de boatos, na verdade as raríssimas unidades Monza SW que estavam rodando nas ruas e estrada, era a perua Envemo, empresa que transformava a carroceria do Monza sedan em SW.

Monza a álcool

Ficha Técnica – Monza a álcool 1.8 – Ano 1985/86 – Versão SL/E

Carroceria – Sedã; Porte – Médio; Portas – 2; Motor –  Chevrolet Família II 1.8; Cilindros – 4 em linha; Válvulas por cilindro – 2; Posição – Transversal; Combustível – Álcool; Potência – 95 cv.

Peso Torque – 69,9 kg/kgfm; Cilindrada – 1796 cm³; Torque máximo – 15,1 kgfm a 3000 rpm; Potência Máxima – 5600 rpm; Tração – Dianteira; Alimentação –  Carburador; Direção – Hidráulica; Câmbio – Manual de 5 velocidades com alavanca no assoalho.

Embreagem – Monodisco a seco; Freios – Freio a disco ventilado nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras; Peso – 1055 kg; Suspensão dianteira – Independente, McPherson – Mola helicoidal; Suspensão traseira – Eixo de torção – Mola helicoidal.

Comprimento – 4366 mm; Distância entre-eixos – 2574 mm; Largura – 1668 mm; Altura – 1358 mm; Aceleração de 0 a 100 – 13,1 Segundos; Velocidade máxima – 157 km/h; Consumo: Cidade 7,4 km/l – Estrada 11 km/l; Autonomia: Cidade 451 km – Estrada 671 km.

Porta malas – 510 Litros; Carga útil – 460 kg; Tanque de combustível – 61 Litros; Valor atualizado Aproximado – R$ 238.000,00; Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

Vídeo Ford Corcel 4 portas vinho

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos.

Monza a álcool
Monza a álcool

Carros antigos

CONTATO Fale Com o Motor Tudo no Facebook.

Carros antigos