Kombi Karmann Ghia na versão Safaria encantou nas décadas de 1970 e 1980

A irmã pobre da Volkswagen durante as décadas de 70 e 80, se especializou em transformar Kombis, em trailers e vans devidamente adaptados para camping e viagens de longa distância

A Kombi Karmann Ghia na versão Safaria, trazia praticamente tudo que você precisava para passar longos períodos fora de casa, basicamente era um kitnet sobre rodas, algumas empresas como Elma Chips, Sevem Boys e Pullman, utilizavam para entregas, removendo os itens domésticos, você tinha um baú utilitário.

O trailer era montado sobre a plataforma da Kombi picape CS 1600, de 54 CV, o peso do baú em alumínio, e a aerodinâmica prejudicada pela estrutura, deixavam o modelo lento e não muito estável, mas a ideia, era ir de um ponto ao outro sem pressa e carregando o conforto de um lar.

Por dentro, tinha um acabamento requintado, fogão, lavabo, frigobar, mesa com assentos aveludados e instalação elétrica adicional, para suportar os eletrodomésticos.

Desempenho

O motor Volkswagen Boxer 1600, apesar de ser confiável, precisava ser tratado com mais atenção, o peso extra e a falta de aerodinâmica, diminuíam o tempo de vida útil de muitos componentes.

Na cidade, o motorista precisava ficar atendo com a largura extra do baú Karmann Ghia, em avenidas mais estreitas acabava sendo um problema, as torcas de marchas também precisavam ser no tempo certo, o baú de alumínio abafava o som do motor, dando ao motorista uma falsa sensação do motor ser mais elástico.

Na estrada, em ultrapassagens e retomadas, também exigia atenção redobrada, a falta de fôlego era um problema.

Acabamento Externo

Frene com faróis redondos de lentes planas, embutidos em uma moldura na cromada, com estepe embutido.

Setas dianteiras posicionadas abaixo do para – brisa.

Para – choques em lâmina de aço carbono na cor branca.

Retrovisor satélite com ajuste manual.

Maçanetas na cor grafite.

Rodas e calotas de aço, na cor branco, 185/80 R14, tradicionais família VW Kombi.

Baú em alumínio, estilo trailer.

Lanternas traseira fumê tricolor, tradicionais família kombi, instaladas na horizontal.

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – completo com mostradores básicos + Voltímetro;

Acabamento do painel – Em vinil preto;

Volante – Plástico injetado de dois raios;

Sistema de som – CD Player;

Ventilador – Não possui;

Ar – condicionado – Não Possui;

Ar –  quente – Não possui;

Acendedor de cigarros – Sim

Cinzeiro – Sim

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste do retrovisor – Manual;

Acabamento dos bancos – Em vinil;

Acabamento das portas – Em vinil;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Para dois passageiros, com regulagem de altura;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não possui;

Assoalho – Emborrachado;

Porta-malas – Não informado;

Ficha Técnica – Kombi Karmann Ghia

Carroceria – Picape, adaptada para trailer;

Porte – Médio;

Portas – 2;

Motor – Volkswagen Boxer 1600;

Cilindros – 4 opostos;

Posição – Longitudinal;

Tuchos – Mecânicos;

Tração – Traseira;

Combustível – Gasolina;

Alimentação – Carburador;

Direção – Simples;

Câmbio – Manual de 4 marchas;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Disco Sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas  traseiras;

Peso – 1195 KG Sem o baú;

Comprimento – 4397 mm;

Distância entre-eixos – 2400 mm;

Potência – 54 CV;

Cilindrada – 1584 cm³;

Torque máximo – 11 kgfm a 2600 rpm;

Potência Máxima – 4200 RPM;

Aceleração de 0 a 100 – 40 Segundos;

Velocidade máxima – 110 KM/h;

Consumo: Com baú – Cidade 5 KM/L – Estrada 6 KM/L;

Autonomia: Com baú – Cidade 264 KM – Estrada 336 KM;

Porta malas – Não informado;

Carga útil – Não Informado;

Tanque de combustível – 46 Litros;

Valor atualizado Aproximado – Não Informado;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

Deixe uma resposta