Gol GTi 2.0 1992 um injetado rápido e luxuoso

Compartilhe

Gol GTi 2.0 1992, rápido, luxuoso, o sonho de consumo dos anos 1990

No início da década de 1990, era o esportivo mais desejado do país, o Gol GTi 2.0 1992 ganhou no ano anterior, frente nova e um novo conjunto de cores metálicas.

Durante a década de 1980, a Volkswagen já havia provado que tecnologia de motores e câmbio, não faltavam para seus modelos, mas sempre ficou devendo no quesito acabamento interno.

Conhecida como a montadora pé de boi, no final dos anos 1980 e início dos anos 1990 a história começou a mudar, o Gol GTi 2.0 1992, conhecido hoje como Gol quadrado injetado, ou GTi Quadrado, foi um bom exemplo. Com um lindo acabamento interno, tons de cores atraentes e um visual todo esportivo, oferecia, beleza, luxo e muitos equipamentos.

Bancos Recaro em estilo único, ar-condicionado, direção hidráulica, trio elétrico, itens que para a época, e principalmente para um Volkswagen, era algo que enchia os olhos dos fãs da montadora alemã, também fez o mercado olhar para o Gol Quadrado de uma maneira diferente.

Desempenho

O Gol Gti 2.0 era um dos raros modelos nacionais, que mesmo com ar-condicionado ligado praticamente não perdia desempenho;

Não era apenas o desempenho esportivo que chamava a atenção, mas também a força do conjunto motor e câmbio, mesmo com 5 adultos e o ar ligado, o carro ainda mantinha um bom desempenho;

O conjunto bloco e carroceria, desenvolvido no final dos anos 1970, e chegou ao mercado no ano de 1980, ainda era muito eficiente, tanto na estrada em retas, como em curvas de alta;

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Acabamento externo

A carroceria vinha com cores metálicas fortes;

Frente com faróis retangulares embutidos com as setas;

Para-choques envolventes bicolor;

Luzes de longo alcance na parte superior do para-choque dianteiro;

Faróis de neblina na parte inferior dos para-choque dianteiro;

Rodas de liga-leve 185/60 R14;

Largo friso lateral na cor cinza claro realçando com a cor da carroceria;

Retrovisor panorâmico na cor do carro, com controle interno elétrico;

Lanternas traseiras fumê tricolor;

Aerofólio traseiro;

Saída dupla esportiva do escapamento;

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Acabamento interno

Painel satélite com conta-giros e escala em vermelho;

Volante espumado, quatro bolas, modelo esporte fino;

Acabamento de bancos e portas em tecido plástico de primeira linha;

Bancos esportivos Recaro;

Encosto de cabeça vazado nos bancos dianteiros;

Porta malas e assoalho acarpetado, com tecido em alto padrão;

Vidros, travas e retrovisores elétricos;

Ar-condicionado;

Ar quente;

Rádio toca-fitas digital,

Porta fitas K7.

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Ficha Técnica – Gol GTi 2.0 1992

Carroceria – Hatch;

Porte – Compacto;

Portas – 2;

Motor –  AP 2.0i;

Cilindros – 4 em linha;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 120 cv;

Peso Torque – 58,6 kg/kgfm;

Cilindrada – 1984 cm³;

Torque máximo – 17,5 kgfm a 3000 rpm;

Potência Máxima – 5600 rpm;

Tração – Dianteira;

Alimentação –  Injeção Multiponto;

Direção – Hidráulica;

Câmbio – Manual de 5 velocidades com alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco ventilado nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 1025 kg;

Suspensão dianteira – Independente, McPherson – Mola helicoidal;

Suspensão traseira – Eixo torção – Mola helicoidal;

Comprimento – 3849 mm;

Distância entre-eixos – 2358 mm;

Largura – 1601 mm;

Altura – 1350 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 8,8 Segundos;

Velocidade máxima – 185 km/h;

Consumo: Cidade 8,7 km/l – Estrada 13,6 km/l;

Autonomia: Cidade 409 km – Estrada 639 km;

Porta malas – 146 Litros;

Carga útil – 345 kg;

Tanque de combustível – 47 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 120.012,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.


Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Um comentário sobre “Gol GTi 2.0 1992 um injetado rápido e luxuoso”

  1. Só havia um problema: quando a luz do motorzinho amarelo acendia (pane de injeção) naqueles primeiros anos 90, era um terror, quase nenhum mecânico sabia o que estava acontecendo ou sequer o que queria dizer a tal luz com um motorzinho, no máximo um dono atento olhava o manual e sabia apenas que era “falha de motor”, o manual nem dizia que na verdade era falha ba injeção muito provavelmente num dos sensores e sondas, aí ou o cara arriscava andar com o carro falhando e fraco, trepidando para caramba, ou cedia e levava na autorizada, o que significa um grande rombo nos bolsos, e o pior, como a tecnologia de injeção era nova no Brasil, muitas vezes até a autorizada batia cabeça e não conseguia resolver o problema (os mecânicos não eram bem treinados porque capacitar mecânicos é caro), de resto, um dos melhores esportivos do Brasil.

Deixe um comentário