Fusca Viatura Policial.


Acho difícil existir um mercado do qual o Fusca não tenha feito parte, família, jovens, esportivo, serviços públicos como polícia Civil e Militar.

Entre os anos 60/70 e início doa anos 80, só existiam três certezas na vida, 1 a morte, 2 especial Roberto Carlos na Globo todo final de ano, 3 Um dia você iria andar em um fusca, por bem ou por mal.

Nos dias de hoje muitos pensam, como era possível um carro relativamente lento e com uma aparência frágil servir de viatura Policial, ainda mais em uma época onde existiam os temidos Mavericks V8 e Opalas V6, sem contar com o Passat TS e Corcel GT.

O segredo não estava na velocidade final ou muito menos na força do motor, mas sim em horas trabalhadas.

Um Fusca podia rodas 24 h por dia parando apenas para abastecer e trocar o turno dos polícias, existem relatos de viaturas que rodavam dias e semanas sem parar, além de abastecer o Fusca só precisava uma vez a cada 20 ou 30 dias parar para troca óleo e platinado, e estava novo em folha.

Ao contrário dos poderosos esportivos da época que eram refrigerados a água e consumiam muito mais combustível que um Fusquinha, exigiam muita manutenção, principalmente se rodassem dia e noite durante o verão, sem contar em regiões de lamaçal e bairros sem calçamento e esburacados.

Muitos pensam, e quanto as perseguições?

Um Fusca pode não ser pário para um V8 ou V6.

Mas imagine três ou 4 Fuscas perseguindo a distancia um poderoso esportivo da época, o Fusca dificilmente para e com o tanque cheio ele rodava praticamente o dia todo, então pegar o infrator era apenas questão de paciência e tempo.

Mas com a chegada de veículos bem mais atualizados no início dos anos 80, como Fiat Uno, GOL, Escort e o próprio Chevette 1.6/S o Fusquinha ficou muito desatualizado para o trabalho nas ruas.

Motor Tudo – Volkswagen Fusca Viatura Policial.

Carros dos anos 80.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta