Fusca Oval, a geração CKD importada em parceria com a Brasmotor e a VW

Compartilhe

Se você pensa que o VW Sedã, começou a ser importado em 1950, conforme a história oficial, esta enganado, o Fusca Oval da nossa matéria já é a geração importada na parceria entre a Brasmotor “Brastemp” e a VW. O modelo funcionava no sistema CKD que significa “Completely Knock-Down ou Complete Knock-Down, em inglês” é um kit das partes completamente não montadas. Chegava através do Porto de Santos, e eram montados em um galpão em São Paulo.

Mas a história começou antes, padres alemães no pós-guerra, trouxeram para o Brasil várias unidades VW Sedãs, entre os anos de 1947 e 1949. No ano de 1998 em conversa com o ex-taxista Paulistano descendente de italianos SRº Armando Antonelli, me relatou que no início da década de 1960, trabalhou com um amigo no centro de SP, que tinha um Fusca “Táxi” importado da Alemanha do ano de 1947, e ainda era usado no dia a dia.

A unidade da nossa matéria, é um Fusca oval alemão do ano de 1954, já no sistema CKD de plaqueta, com certificado do Auto Museum VW. Chassi, carroceria numerada, motor original. Recebeu um leve upgrade no visual, o modelo esta em exposição na L’Art de L’auto Mobile em Moema SP. Segue abaixo a lista de itens originais e acessórios.

Conjunto de faróis e lanternas Hella. – lâmpadas Hella – Setas Bananinhas originais VW – Vidros Sekurit – Portas vincadas – Maçanetas internas e rosetas vincadas – Motor original 1200 refeito inteiro, hoje com 5000 km – Cambio original. – Caixa de direção nova. – Conjunto de embreagem novo. – Freios novos. – Interior no padrão original do veiculo. – Tapeçaria no padrão original Alemão, em corvin e boucle. – frisos das forrações internas em inox importados WolfsburgWest. – Luz de cortesia interna importada WolfsburgWest. – Tapetes em borracha importados WolfsburgWest – Borrachas e frisos de todos os vidros, importados WolfsburgWest. – Limpadores de para-brisa importados Wolfsburgwest – Frisos externos em inox importados WolfsburgWest. – Borrachas do estribo no padrão original Alemão, importadas WolfsburgWest. – Espelhos retrovisores Albert importados ISP. – Tanque de combustível zero importado BBT. – Suspensão 100% regulável (frente e traseira). – Mangas de eixo deslocadas EMPI – Rodas Cromadas Five Spoke sendo 4 originais EMPI e estepe RAW – Volante banjo e botão de buzina Lady, ambos importados Flat4 – Elétrica Clean – Velocímetro restaurado com ponteiro de acrílico importado. – Chave de seta Hella – Carvão de Buzina da barra de direção importado WolfsburgWest.

Desempenho – Na configuração original

Estabilidade – O conjunto do projeto, era relativamente eficiente, considerando a tecnologia da época. Em curvas de alta com o piso molhado, era sempre bom o motorista ficar atendo, a saídas de pista, em retas se mantinha estável em velocidades até de 70 km/h.

Motor – O motor Volkswagen Boxer 1200, era de manutenção descomplicada e de baixo custo, mas em meses mais quentes, era necessário estar em dia com as manutenções de platinado e bobina.

Câmbio – Em 1954 ainda não era sincronizado, as trocas de marchas deveriam serem realizadas no tempo exato do motor.

Retomadas e ultrapassagens – Atendia as expectativas para um compacto da década de 1940, mas era sempre bom o motorista negociar bem as ultrapassagens.

Consumo – A versão 1200 era o que chamamos hoje de consumo de carro popular, com ótimos 9 km/l na cidade, conforme ficha técnica no final da matéria.

Acabamento Externo

Faróis –  Redondos, de lentes boleadas, embutidos em uma moldura cromada.

Setas dianteiras – Na lateral estilo bananinha;

Para – choques –  Cromados;

Grade de ar do motor – Frisada abaixo do vidro traseiro;

Retrovisores – Cromado com haste, posicionado acima do para-lama dianteiro;

Frisos – Cromados em toda a extensão do carro;

Rodas – Cromadas Five Spokeadas;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – N/D;

Lanterna Traseira – Em cor única;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores básicos em escala circular, embutidos em uma moldura cromada;

Acabamento do painel – Em metal nas cores da carroceria;

Volante – Volante banjo e botão de buzina Lady, ambos importados Flat4;

Sistema de som – Não;

Ventilador – N/D;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – N/D;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Não;

Acendedor de cigarros – N/D;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em Courvin;

Acabamento das portas – Em Courvin;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Não;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Fusca oval – Ano 1954 – Na configuração original de fábrica

Carroceria – Sedã;

Porte – Compacto;

Portas – 2;

Motor – VW Boxer 1200;

Cilindros – 4 Opostos horizontalmente;

Válvulas por cilindro – 2;

Posição – Longitudinal;

Tuchos – Mecânicos;

Tração – Traseira;

Combustível – Gasolina;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Simples;

Câmbio – Manual de 4 velocidades, alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a tambor nas quatro rodas;

Peso – 780 kg;

Comprimento – 4070 mm;

Distância entre-eixos – 2400 mm;

Potência – 30 cv;

Cilindrada – 1192 cm³;

Torque máximo – 7,6 kgfm a 2600 rpm;

Potência Máxima – 4400 rpm;

Aceleração de 0 a 100 – 52 Segundos;

Velocidade máxima – 100 km/h;

Consumo: Cidade 9 km/l – Estrada 13 km/l;

Autonomia: Cidade N/D km – Estrada N/D km;

Porta malas – 141 Litros;

Carga útil – 340 kg;

Tanque de combustível – N/D;

Valor atualizado Aproximado – Não informado.

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos

Deixe um comentário