fbpx
Pular para o conteúdo

Fusca Itamar 94, no segundo ano de produção esteve entre os mais emplacados

Compartilhe

Fusca Itamar 94, estava em seu segundo ano de produção, em meio a febre dos populares 1.0, e a chegada de importados muito mais atualizados, ele conseguiu ficar entre os 20 modelos mais emplacados, comercializados em solo brasileiro. Foi ai que a briga começou!

Modelos como o Peugeot 106 1.0, Fiat Uno, VW Gol, GM Chevette e na sequência GM Corsa, entre diversos outros modelos importados, os chamados populares populares 1.0, o besouro acabou se destacando. Mesmo utilizando motor 1.6, o Fusca tinha preço e desempenho no mesmo nível de um modelo 1.0, com velocidade final real de 140,2 km/h e aceleração de 0 a 100 em 14,3 segundos.

O consumo também ficava próximo dos modelos chamados populares, em média 8,4 km/l na cidade com gasolina. Mas em 1994 com as vendas em alta, iniciam as reclamações junto ao governo federal e a órgãos ligados a indústria automobilística, por parte das montadoras Fiat e Chevrolet.

Ambas alegavam que o modelo da VW, por ser equipado com um motor 1.6, não era um carro popular, e não poderia ter a isenção de impostos como os demais modelos 1.0 comercializados no Brasil. Por outro lado a montadora Volkswagen, alegava que o Fusca, tinha preço, desempenho e consumo de um popular, e que ainda tinha a desvantagem ter uma estrutura mais desatualizada, por isso tinha os mesmos direitos tributários que um modelo 1.0.

A montadora alemã ainda ganhou de brinde a mesma isenção para o VW kombi. O motivo? Foi que o decreto assinado pelo presidente Itamar, que dava vantagens tributarias aos modelos 1.0 se estendia a motores 1.6 refrigerados a ar, e o VW Kombi acabou entrando no pacote.

A unidade da nossa matéria é um Fusca Itamar 94, equipado com o motor Tork 1600 segunda geração, entregando 58,7 cv, com toque máximo de 11,9 kgfm a 2800 rpm, velocidade final real 140,2 km/h e aceleração de 0 a 100 em 14,3 Segundos. Quanto ao consumo, faz na cidade 8,4 km/l e na estrada 9,7 km/l.

Acabamento Externo

Faróis –  Redondos, de lentes planas, embutidos em uma moldura cromada.

Setas dianteiras – Acima dos para – lamas;

Para – choques –  Pintados na cor da carroceria, em lâminas de aço carbono, e friso emborrachado;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – Frisada na tampa do motor;

Retrovisores Externos– De plástico com ajuste manual;

Frisos – ;

Rodas – Rodas tradicionais família Fusca;

Maçanetas – Na cor grafite;

Logo – “Fusca” na tampa do motor;

Lanterna Traseira – Tricolor, com luz de ré;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores básicos em escala quadrada;

Conta – giros – Não;

Acabamento do painel – Em vinil na cor grafite;

Volante – Espumado de dois raios;

Sistema de som – Opcional;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Opcional;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em tecido;

Acabamento das portas – Em vinil e tecido;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Nos bancos dianteiros para dois passageiros, com regulagem de altura;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Sim;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Emborrachado;

Ficha Técnica – Fusca Itamar 94

Carroceria – VW Sedã;

Porte – Compacto;

Portas – 2;

Motor – VW Boxer 1600 Tork;

Cilindros – 4 opostos horizontalmente;

Válvulas por cilindro – 2;

Posição – Longitudinal;

Peso/torque – 66,9 kg/kgfm;

Tração – Traseira;

Combustível – Gasolina;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Simples;

Câmbio – Manual de 4 velocidades, alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 796 kg;

Comprimento – 4050 mm;

Distância entre-eixos – 2400 mm;

Largura – 1540 mm;

Altura – 1500 mm;

Potência – 58,7 cv;

Cilindrada – 1584 cm³;

Torque máximo – 11,9 kgfm a 2800 rpm;

Potência Máxima – 4300 rm;

Aceleração de 0 a 100 – 14,3 Segundos;

Velocidade máxima – 140,2 km/h;

Consumo: Cidade 8,4 km/l – Estrada 9,7 km/l;

Autonomia: Cidade 344 km – Estrada 398 km;

Porta malas – 141 Litros;

Carga útil – 380 kg;

Tanque de combustível – 41 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 74.750,00.

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos.

Carros antigos

Fusca Oval, a geração CKD importada em parceria com a Brasmotor e a VW Gol GTS 87 o único ano com painel quadrado e um preço muito salgado Porsche 911 verde, o Carrera RS Clone 78, ganha motor 3.3, e novo sistema de alimentação Chevrolet Master 85, a geração JB de 1939 exportada para o Japão Vectra GSi, 2.0 16V SFi, alcançava 210 km/h e ainda fazia na cidade 10,6 km/l Fusca branco, capim e formiga é o que mais tem no Brasil, era um ditado da década de 1970 Caminhonete D10, a arma da GM para enfrentar o Ford F-1000 Elba carro – Chega ao Brasil o SW da família Uno, que tirou o sono dos SW Compacto VW e GM Fiat Oggi CSS 1.4 1984 conheça o Esportivo da Família 147 Vectra Elegance, em 2009 o médio de luxo da Chevrolet ainda causava frisson

CONTATO Fale Com o Motor Tudo no Facebook.

Carros antigos