Fusca 1967 no primeiro ano do motor 1300

Compartilhe

Já líder absoluto de mercado, e com uma tecnologia inovadora, no mesmo ano a Volkswagen incia os derivados do Fusca aqui no Brasil, nasce a família VW 1600.

O Brasil já estava a pouco mais de uma década produzindo veículos, as montadoras em solo brasileiro desencadearam uma reação econômica bastante positiva, e o Fusca 1967 com o novo motor 1300 atingiu incríveis picos de vendas.

O chamado efeito dominó, ocorreu na economia do Brasil entre a segunda metade da década de 1950 e durante toda a década de 1960, ao começarem desembarcar em solo brasileiro diversas montadoras, automaticamente outros segmentos da industria se instalaram por aqui, industrias química, petrolífera, grandes siderúrgicas e milhares de empresas subcontratadas para prestarem diferentes serviços.

Durante a década de 1960 já havia se consolidado um novo perfil econômica, o da classe operária de diversos seguimentos, com dinheiro no bolso, a grande maioria corriam as lojas, para compra um Fusca seminovo com motor 1200, e os que já estavam na segunda ou terceira geração de Fuscas, iam a uma concessionária autorizada para comprar o novo modelo do Fusca 1967 com motor 1300.

Desempenho – Fusca Motor 1300

O novo motor VW boxer 1300, entregava bons 38 CV de força, atingindo velocidade final de 105 KM/h, que para um modelo refrigerado a ar popular, era um grane feito, a mecânica descomplicada e de custo baixo também era uma atrativo da época, como se dizia na década de 1960 “Para um VW a ar, qualquer alicate é ferramente e qualquer arame é peça”.

Mesmo com mais potência, o consumo na estrada ficava na média de 12 Km/l, com um tanque de 41 litros, ele tinha na estrada uma autonomia de 492 KM.

Na cidade era ágil o suficiente para um modelo popular;

O conjunto carroceria, chassis e suspensão oferecia um equilíbrio a altura dos modelos da década de 1960, modesto em curvas de alta, e em retas tinha leves oscilações e vibrações.

O Fusca aqui do post, utiliza alternador de alta capacidade, o original seri dínamo.

Acabamento Externo

Frente com faróis redondos de lentes boleadas.

Para-choques estilo cabide.

Retrovisor satélite, cromado estilo raquete.

Rodas de aço VW aro 15 com lindas calotas de aço boleadas.

Friso lateral metálico.

Maçanetas cromadas.

Lanternas traseira bicolor, sem luz de ré.

Bagageiro metálico na cor branco.

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores básicos em escala circular;

Acabamento do painel – Metálico na cor do carro;

Volante – Plástico injetado de dois raios na cor branco, com meia lua cromada para acionamento da buzina;

Sistema de som – Rádio AM/FM – Motorola;

Ventilador – Não possui;

Ar – condicionado – Não possui;

Ar –  quente – Não possui;

Acendedor de cigarros – Sim

Cinzeiro – Sim

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste do retrovisor – Manual;

Acabamento dos bancos – Em vinil, na cor branco;

Acabamento das portas – Em vinil branco;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Não possui;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não possui;

Assoalho – Emborrachado;

Porta-malas – Com tecido feltro;

Ficha Técnica – Fusca 1967 motor 1300

Carroceria – VW;

Porte – Compacto;

Portas – 2;

Motor – Volkswagen Boxer 1300;

Cilindros – 4 opostos;

Posição – Longitudinal;

Tuchos – Mecânicos;

Tração – Traseira;

Combustível – Gasolina;

Alimentação – Carburador;

Direção – Simples;

Câmbio – Manual de 4 marchas;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Tambor nas rodas quatro rodas;

Peso – 780 KG;

Comprimento – 4070 mm;

Distância entre-eixos – 2400 mm;

Potência – 38 CV;

Cilindrada – 1285 cm³;

Torque máximo – 9 kgfm a 2800 rpm;

Potência Máxima – 4000 RPM;

Aceleração de 0 a 100 – 45 Segundos;

Velocidade máxima – 105 KM/h;

Consumo: Cidade 8 KM/L – Estrada 12 KM/L;

Autonomia: Cidade 328 KM – Estrada 492 KM;

Porta malas – 141 Litros;

Carga útil – 380 KG;

Tanque de combustível – 41 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 57.589;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

About the author

Comments

  1. Também tive um 1967 branco em 1975. Não foi meu primeiro carro mas foi meu último fusca. Era muito ruim de dirigir, principalmente à noite com seus 6 volts seus faróis pareciam 2 velas acesas na frente do carro. Entrava muita água em dias de chuva e embaçava totalmente o vidro do para-brisa. O banco do passageiro não tinha trava no encosto e eu levava meu filho pequeno sentado num bebe conforto (outra porcaria) para a escolinha toda manhã. Em cada esquina que eu usasse o freio tinha que segurar o encosto do banco para não jogar o menino na painel. Anos difíceis.

  2. Qual o valor desse Fusca? Se possível, entre em contato comigo, tenho interesse! Grato pela atenção!

    1. NÃO trabalho com vendas ou qualquer outro tipo de comércio de carros, apenas faço matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros, leia a matéria na integra com atenção que entenderá.

  3. Ricardo Pinto – MG/RJ
    Tenho um 1969 verde folha. Fiz reforma, mas faltam alguns ajustes. Quero vender por R$12.000,00 porque preciso manter meus estudos.
    21-999222789

  4. Tivemos um 1970 vermelho no qual aprendi a dirigir, estou restaurando um 67 primeiro com motor 1300 bramco lotus, quase pronto!

  5. Adoro esse carro… gostaría de ter um pra escasamente usar pra não gastar… foi uma maravilha alemã adotada no Brasil. Eu sou argentino, mas morei bastante tempo no Brasil e o Fusca sempre foi o carro q eu mais usei. Reitero, adoro esse carro… se alguém me presentear com um deles, ele vai ser meu amigo até o último dia de minha vida… tenha absoluta certeza disso!

  6. Meu primeiro carro foi um fusca ano 1979/L.
    Cor branco. Fiquei com por 9 anos.
    Depois de 6 anos comprei outro ano 69.
    Fiquei com ele 28 anos.
    Gosto muitooooo do Fusca.
    Ainda quero comprar outro.
    JB.

    L

  7. Achei estranho o velocímetro marcar 120. No 1300 deveria marcar 140. O 1200 é que marca 120 de velocidade máxima, e a luzinha do indicador do pisca-pisca era na cor verde e não vermelho como aparece nas fotos.

  8. Eu tive um no ano 1977 era um Fusca 1972 .1300 fiquei 25 anos com ele amei muito super Fusca

  9. Tenho um 1980 1300 era do meu pai. Ele sempre teve Fusca. Agora continuo com ele que muito me agrada.

  10. Maravilhoso, estou arrependido de vender o s três que eu tinha..um 68/74/76 o 76tinha 48.00 mil km..

    1. O meu primeiro Fusca, ano 1978, cor amarelo-jawa, lanternas modelo “Fafá”, adquirido por Consórcio, na antiga Concessionária Motoclínica; perdi-o em sinistro ocorrido na Cidade de Baturité-CE. Depois disto, possuí ainda dois, um 1982 (novo) e outro 1970 (usado)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *