fbpx
Pular para o conteúdo

Ford XR3 1986 após 3 anos a montadora contabiliza um saldo extremamente positivo

Ford XR3
Compartilhe

Ford XR3 1986 após 3 anos a montadora contabiliza um saldo extremamente positivo, o projeto do hatch médio no Brasil, foi um dos raríssimos casos onde a versão no topo do catálogo se torna a mais vendida.

A família Ford Escort que chegou ao Brasil em 1983, disponibilizava um interessante leque de versões, Standard 1.3, Standard 1.6, as versões intermediárias “L” e “GL” e as top de linha Ghia e XR3. A partir de abril de 1985, também passa a oferecer a carroceria conversível.

As versões L e XR3, foram as mais emplacadas entre 1983 e 1986, sendo a versão “L” com um número um pouco maior de unidades vendidas. O mesmo efeito aconteceu com o Monza sedan entre 1983 e 1985, onde a versão mais cara SL/E emplacou mais unidades que as versões básicas e intermediárias.

A Ford sem duvida foi a montadora entre as chamadas 4 nacionais da época, que mais enfrentou crises financeiras. Entre os anos de 1980 e 1983 foi líder absoluta no segmento dos modelos de médio porte, com o maior número de unidades emplacadas.

Para você conseguir comprar um Ford Corcel ou Belina, a fila de espera em algumas regiões do país chegava até 4 meses. Sem contar as vendas do Ford Del Rey que iam de vento e popa. Mesmo assim rumores de crise financeira apareciam em revistas e jornais da época.

Entre os anos de 1983 e 1986, o grande salvador da Ford no Brasil foi o Ford Escort. O projeto se tornou o hatch médio mais vendido do país, liderou o mercado dos esportivos de alto custo, além de estar entre os 3 médios mais vendidos no geral, ao lado do VW Santana, Chevrolet Monza.

O Ford XR3, acabou se tornando o produto de maior lucro da marca, com vendas em alta, no mesmo patamar de muitos compactos no Brasil, e com um preço estratosférico, era um grande negócio para a Ford.

Entre os anos de 1985 e 1986, a família o Ford Escort em todas as suas verões e configurações, já correspondia a pouco mais de 50% de todos os produtos vendidos pela montadora. Mesmo assim em 1987 após o modelo receber seu primeiro facelift, a montadora anuncia outra crise financeira, que a levaria ao colo da Volkswagen criando a famosa Autolatina.

Ford XR3

Ficha Técnica – Ford XR3 – Ano 1986

Carroceria – Ford Hatch; Porte – Médio; Portas – 2; Motor –  CHT 1.6; Cilindros – 4 em linha; Válvulas por cilindro – 2; Posição – Transversal; Combustível – Álcool; Potência – 81,7 cv; Peso Torque – 76,6 kg/kgfm.

Cilindrada – 1555 cm³; Torque máximo – 12,2 kgfm a 4000 rpm; Potência Máxima – 5600 rpm; Tração – Dianteira; Alimentação –  Carburador; Direção – Simples; Câmbio – Manual de 5 velocidades com alavanca no assoalho; Embreagem – Monodisco a seco.

Freios – Freio a disco ventilado nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras; Peso – 934 kg; Suspensão dianteira – Independente, McPherson – Mola helicoidal; Suspensão traseira – Independente, McPherson – Mola helicoidal; Comprimento – 4060 mm.

Distância entre-eixos – 2393 mm; Largura – 1588 mm; Altura – 1336 mm; Aceleração de 0 a 100 – 13,4 Segundos; Velocidade máxima – 163,6 km/h; Consumo: Cidade 7,9 km/l – Estrada 12,7 km/l; Autonomia: Cidade 379 km – Estrada 610 km.

Porta malas – 305 Litros; Carga útil – 445 kg; Tanque de combustível – 48 Litros; Valor atualizado Aproximado – R$ 255.000,00; Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos.

Ford XR3
Ford XR3

Carros antigos

Fusca Oval, a geração CKD importada em parceria com a Brasmotor e a VW Gol GTS 87 o único ano com painel quadrado e um preço muito salgado Porsche 911 verde, o Carrera RS Clone 78, ganha motor 3.3, e novo sistema de alimentação Chevrolet Master 85, a geração JB de 1939 exportada para o Japão Vectra GSi, 2.0 16V SFi, alcançava 210 km/h e ainda fazia na cidade 10,6 km/l Fusca branco, capim e formiga é o que mais tem no Brasil, era um ditado da década de 1970 Caminhonete D10, a arma da GM para enfrentar o Ford F-1000 Elba carro – Chega ao Brasil o SW da família Uno, que tirou o sono dos SW Compacto VW e GM Fiat Oggi CSS 1.4 1984 conheça o Esportivo da Família 147 Vectra Elegance, em 2009 o médio de luxo da Chevrolet ainda causava frisson

CONTATO Fale Com o Motor Tudo no Facebook.

Carros antigos