Ford Thunderbird 1955, a primeira fornada, símbolo de elegância na terra do Tio Sam

Compartilhe

O Ford Thunderbird 1955, foi a primeira fornada do modelo de luxo de 2 lugares da montadora americana. Na prática as primeiras unidades saíram da linha de montagem em outubro de 1954 já como modelo 1955, e foram destinadas como mostruários para concessionárias, salões de automóveis e para empresários do auto escalão norte-americano.

Em janeiro de 1955, começa a produção em massa, pedidos acumulados desde o mês de novembro de 1954, vindos de todos os estados norte-americanos, e até de outros países como Canadá e Inglaterra, começaram a serem entregues. Apesar de ser um modelo de luxo, tinha um visual futurista e um apelo esportivo.

O projeto foi um dos maiores símbolos na terra do Tio Sam, de poder e ostentação no pós-guerra. Mostrando que os E.U.A, saíram da segunda guerra mundial, vitoriosos, com saúde econômica, e literalmente se tornaram a maior potência do planeta.

A unidade aqui da matéria, é um Ford Thunderbird 1955, vermelho, com capota rígida removível, em perfeito estado, restaurado em alto nível com peças originais Fomoco, pintura perfeita na tonalidade correta, pneus radiais americanos faixa branca com rodas raiadas, cromos impecáveis, lanternas originais, interior 100% original, painel impecável, motor V8 original e câmbio hidramático original.

Desempenho

Estabilidade – O conjunto carroceria, chassi e suspensão, era considerado atualizado para a época. Porém uma suspensão muito macia e um sistema de direção hidráulica pouco preciso era sempre bom ficar atento em curvas de alta.

Motor – O motor Ford V8 de 218 cv, era de manutenção descomplicada, porém o custo das manutenções de um modelo zero km, só estava ao alcance da classe alta.

Câmbio – O câmbio hidramático de 4 marchas era eficiente, entregando o conforto e a eficiência proporcional a um modelo de luxo de grande porte da década de 1950.

Retomadas e ultrapassagens – Mesmo sendo um modelo de grande porte, pesando 1685 kg, com um robusto motor V8, era eficiente e seguro.

Consumo – Para um motor 5.0 V8 com Carburador de corpo quádruplo, a gasolina de um modelo de grande porte, 3,5 km/l na cidade estava dentro do esperado, mais detalhes na ficha técnica no final do post.

Acabamento Externo

Faróis –  Redondos de lentes boleadas, embutidos com recuo, nos para-lamas;

Setas dianteiras – Embutidas abaixo dos faróis;

Para – choques –  Em lâminas de aço carbono cromados;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – De aço carbono cromada;

Retrovisores Externos– Cromado estilo bracinho;

Frisos – Não;

Rodas – Rodas de aço cromadas enraiadas, 195/80 R15;

Maçanetas – cromadas;

Logo – “Thunderbird” na lateral dos para-lamas traseiros;

Lanterna Traseira – Bicolor com luz de ré;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Capota rígida removível;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores em escala 180°;

Conta – giros – Sim;

Acabamento do painel – Em aço bicolor e detalhes cromados;

Volante – De plástico injetado de dois raios, vermelho e arco em meia lua metálica para acionamento da buzina;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Opcional;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Analógico;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Elétrico;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Mecânico;

Acabamento dos bancos – Em couro, branco e vermelho;

Acabamento das portas – Em couro e detalhes cromados;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Não;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Ford Thunderbird 1955

Carroceria – 2 lugares com capota removível;

Porte – Grande;

Portas – 2;

Motor –  5.0 V8;

Cilindros – 8 em V;

Válvulas por cilindro – 2;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 218 cv;

Peso Torque – N/D kg/kgfm;

Cilindrada – 5112 cm³;

Torque máximo – 43,8 kgfm a 2500 rpm;

Potência Máxima – 5000 rpm;

Tração – Traseira;

Alimentação –  Carburador de corpo quádruplo;

Direção – Hidráulica;

Câmbio – Hidramático de 4 marchas com alavanca no assoalho;

Embreagem – Conversor de torque;

Freios – Freio a tambor nas 4 rodas;

Peso – 1685 kg;

Suspensão dianteira – N/D;

Suspensão traseira – N/D;

Comprimento – 4700 mm;

Distância entre-eixos – 2591 mm;

Largura – 1780 mm;

Altura – 1325 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 10 Segundos;

Velocidade máxima – 200 km/h;

Consumo: Cidade 3,5 km/l – Estrada 7 km/l;

Autonomia: Cidade N/D km – Estrada N/D km;

Porta malas – N/D Litros;

Carga útil – N/D kg;

Tanque de combustível – N/D Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 402.299,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Deixe um comentário