Ford Maverick Super V8 77 uma das versões intermediárias

Compartilhe

O Ford Maverick 1977 foi denominado como fase 2, trouxe um novo visual, nova grade de ar do motor, novo acabamento interno e novas lanternas traseiras.

Um novo sistema de freios também foi inserido em todas as versões, nova suspensão para uso de Pneus radias e um espaço maior no banco traseiro.

A unidade aqui da matéria vem em uma das cores mais leves e que melhor identificou as versões intermediárias e de entrada, no tom Areia Casablanca.

A versão Ford Maverick Super V8 77, era uma das versões intermediárias, acima existia o Super Luxo V8 automático, GT V8 e o GT V8 Quadrijet.

Desempenho

Estabilidade –  O conjunto carroceria, chassi e suspensão, dava ao carro um ótimo equilíbrio, mas uma suspensão muito macia e um sistema de direção hidráulica pouco preciso, deixava o motorista mais atento em altas velocidades.

Motor –  O motor Windsor 302 de 197 cv, era robusto, rápido e com um ronco inconfundível.

Câmbio –  O câmbio manual de 4 velocidades, oferecia engates macios e precisos, mesmo em trocas rápidas de machas mantinha sua eficiência.

Retomadas e ultrapassagens – Um modelo com um valente V8 embaixo do capô, que respondia muito bem ao pedal do acelerado, era rápido e seguro.

Consumo –  Para um motor de 8 cilindros, fazer 4,5 km/l na cidade, estava dentro do esperado para a época.

Acabamento Externo

Faróis –  Faróis redondos de lentes boleadas;

Setas dianteiras – Embutidas abaixo do pra-choque;

Para – choques –  Em lâminas de aço carbono cromados;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – Com frisos na vertial;

Retrovisores Externos – Estilo cromado com ajuste manual;

Frisos – Não;

Rodas – Rodas de aço com lindas calotas cromadas, tradicionais família Maverick;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – “Maverick” na lateral dos pra-lamas dianteiros;

Lanterna Traseira – Bicolor com luz de ré;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores básicos em escala circular;

Conta – giros – Não;

Acabamento do painel – Em vinil e aço na cor preto;

Volante – De plástico injetado de quatro raios – Durante o processo de restauração foi utilizado o volante das últimas gerações do Ford Landau;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Não;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em vinil;

Acabamento das portas – Em vinil e detalhes cromados;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Não;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Maverick super 1977

Carroceria – Coupé;

Porte – Grande;

Portas – 2;

Motor –  Windsor 302;

Cilindros – 8 em V;

Válvulas por cilindro – 2;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 197 cv;

Peso Torque – 35,19 kg/kgfm;

Cilindrada – 4942 cm³;

Torque máximo – 39,5 kgfm a 2400 rpm;

Potência Máxima – 4600 rpm;

Tração – Traseira;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Hidráulica;

Câmbio – Manual de 4 velocidades com alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – A disco ventilado nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 1390 kg;

Suspensão dianteira – Independente, braços sobrepostos – Mola helicoidal;

Suspensão traseira – Eixo rígido – Mola helicoidal; – Feixe de molas semielípticas;

Comprimento – 4580 mm;

Distância entre-eixos – 2619 mm;

Largura – 1791 mm;

Altura – 1364 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 10,8 Segundos;

Velocidade máxima – 185 km/h;

Consumo: Cidade 4,5 km/l – Estrada 6 km/l;

Autonomia: Cidade 450 km – Estrada 600 km;

Porta malas – 417 litros;

Carga útil – Não informado;

Tanque de combustível – 100 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 153.852,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

About the author

Comments

  1. Acho ótimo seus comentários, você sabe escolher os carros, mas gostaria de uma opinião mais pessoal, uma análise mais subjetiva. Por favor não entenda como uma crítica, mas apenas como observação de quem gosta de suas postagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *