Ford Galaxie 500 1972 Um carro para poucos

1972 a guerra dos carros de luxo de grande porte estava no auge, Galaxie 500, família Dodge e o Chevrolet Opala, travavam uma batalha pela melhor posição entre os mais emplacados do Brasil

A versão Ford Galaxie 500 1972, vinha com ar – condicionado como opcional, um verdadeiro luxo para a época, praticamente toda a frente do carro era cromada, com grade de ar do motor, para – choque e molduras dos faróis em cromo claro, o visual era outro show à parte.

Em 1972, a briga entre o gigante de luxo da Ford e o equilibrado Chevrolet Opala, estava bastante acirrada, a classe média alta e a classe alta, se dividiam entre o glamour, luxo e a ostentação de ter um Galaxie 500, e o luxuoso e equilibrado Opala Gran Luxo, um pouco atrás ficava os modelos Dodge, em número de unidades emplacadas.

1972 também foi o último ano da versão de entrada o Galaxie 500 standard, também foi o último ano da traseira mais alta com lanternas quadradas e o desenho capelinha, em 1973 entraria em cena um novo visual.

Desempenho

O motor Ford 4.8 V8, ainda era um motor atualizado e muito eficiente, de custo alto, porém exigia pouca manutenção, desde que o proprietário ficasse de olho nos níveis de óleo e água.

Na cidade era considerado ágil para um carro de quase 1800 KG, indo de 0 a 100 em 17,4 segundos.

Na estrada ainda era o navegador silencioso, com uma ótima velocidade de cruzeiro, se mantendo por longos períodos em velocidades acima de 140 Km/h sem oscilações.

O sistema de direção hidráulica ainda era um ponto fraco, excessivamente macia, tirando a precisão em altas velocidades.

O conjunto carroceria, chassis e suspensão, dava ao carro um bom equilíbrio, mas em curvas de alta, os balanços repentinos deixavam o motorista mais atento.

Acabamento Externo

Frente com faróis duplos redondos na vertical, com lentes boleadas, embutidos com recuo, em uma linda moldura cromada.

Grade de ar do motor com frisos na horizontal cromados.

Setas dianteiras embutidas na grade de ar do motor.

Logo “Galaxie 500” no para – lama traseiro.

Para – choque em largas lâminas de aço cromados.

Retrovisores metálicos, cromados, pequenos para um carro muito grande.

Rodas de aço tradicionais Ford 215/70 R15, com grandes e elegantes calotas cromadas em formato cônico, estilo anos Norte América 1960.

Pneus de faixa branca.

Maçanetas cromadas.

Molduras em contorno dos vidros das portas, cromados.

Friso lateral cromado no rodapé em toda a lateral do carro.

Lanternas traseiras estilo capelinha.

Logo “Ford” na tampa do porta – malas.

Acabamento Interno

Painel em escala horizonte, estilo USA + relógio analógico, acabamento em vinil almofadado.

Radio toca fitas AM Ford / Philco.

Volante de plástico injetado, de 2 raios, com arco meia lua cromado ao centro, para acionamento da buzina.

Alavanca do câmbio na coluna de direção.

Ventilador.

Ar – quente.

Ar – condicionado.

Acendedor de cigarros.

Cinzeiro embutido no painel.

Acabamento de portas em vinil preto, com detalhes cromados.

Acabamento dos bancos em imitação de couro, e tecido plástico

Acionamento dos vidros, manual basculante.

Cinzeiros cromados, nas portas traseiras.

Assoalho e porta malas acarpetados.

Ficha Técnica – Ford Galaxie 500 1972

Carroceria sedã.

Porte Grande.

4 portas.

Motor Ford 4.8 V8.

Cilindros 8 em V.

Longitudinal.

Tuchos Hidráulicos.

Tração Traseira.

Combustível Gasolina.

Carburador.

Direção Hidráulica.

Câmbio manual de 3 marchas.

Embreagem monodisco a seco.

Freios a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras.

Peso 1780 KG.

Potência 190 CV.

Potência Máxima 4400 RPM.

De 0 a 100 – 17,4 Segundos.

Velocidade máxima 160 KM/h.

Consumo Consumo na Cidade 3,5 KM/L – Estrada 7 KM/L.

Porta malas 400 Litros.

Carga útil Não informado.

Tanque de combustível 107 Litros.

Motor Tudo – Ford Galaxie 500 1972

Carros Clássicos Brasil – Landau – Galaxie

Please follow and like us:

Deixe uma resposta