Ford F75 a picape com DNA Jeep Willys da segunda guerra

Ela foi uma das desbravadoras do Brasil entre as décadas de 1950 e 1970, Industrias, estradas e regiões rurais, foram construídas com seu trabalho

A segunda guerra terminou em 1945, e no pós guerra na década de 1950, toda a tecnologia empregada no esforço do front, foi colocada a disposição do público, Países como, Estados Unidos, Inglaterra e França, passaram exportar produtos e derivados dos equipamentos bélicos, para países de terceiro mundo como o Brasil, e o Ford F75 um derivado do projeto Jeep Willys chegou por aqui.

Resultado dos projetos da parceria Willys Overland do Brasil e Renault, comprada pela Ford, o Ford F75 é um derivado do SUV Rural Willys, que por sua vez trazia os traços do projeto base o Jipe Willys MB, construído em uma plataforma mais robusta que seus concorrentes, os utilitários Chevrolet, foi literalmente um modelo Off Road.

Estradas de chão batido, atoleiros e regiões alagadiças, eram o senário de ruas e rodovias no Brasil, os modelos compactos VW, serviam especificamente para cidades como os grandes centros já com calçamento e asfalto, os modelos Chevrolet eram ideias para a zona rural, sítios e fazendas, a família Willys Overland / Ford, era a linha responsável pelo trabalho pesado.

Desempenho

O motor 2.3 de 4 cilindros, entregava ótimos 91 CV de força, mesmo com peso, ainda enfrentava bem a área rural ;

A versão top de linha com motor 2.6 de 6 cilindros era a mais indicada para atoleiros e regiões alagadiça;

O câmbio de 4 marchas, não era de engates muito precisos, mas tinha um tempo de vida útil muito longo;

Na estrada, não era um veículo muito estável, o atrito das rodas no asfalto e a suspensão muito rígida, passava muita vibração para a carroceria.

Acabamento Externo

Frente com faróis redondos de lentes boleadas, e moldura cromada;

Grade de ar do motor cromada bi partida;

Para – choques em lâminas de aço carbono, pintados em branco;

Rodas de aço tradicionais Jeep Willys;

Retrovisor com haste, estilo raquete;

Lanternas traseiras, em cor unica, sem luz de ré;

Logo “Rural” na tampa do porta – malas.

Acabamento Interno

Painel metálico, na cor da carroceria;

Luvas cromada com tampa;

Mostradores, básicos com moldura na cor grafite;

Volante de dois raios, de plástico injetado, em imitação de marfim;

Alavanca do câmbio de marchas, no assoalho;

Acabamento de bancos e portas, em vinil preto, imitação de couro;

Acionamento dos vidros manual, basculante;

Assoalho emborrachado.

Ficha Técnica – Ford F75

Carroceria Picape;

Porte grande;

2 portas;

Motor Georgia 2.3;

Cilindros 4 em linha;

Longitudinal;

Cilindradas 2300 cm³;

Tração Traseira;

Combustível Gasolina;

Carburador;

Direção simples;

Câmbio manual de 4 marchas;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a tambor nas 4 rodas;

Peso 1418 KG;

Potência 91 CV;

17 kgfm a 3000 rpm;

Potência Máxima 5000 RPM;

De 0 a 100 – 22 Segundos;

Velocidade máxima 132 KM/h;

Consumo na Cidade 7 KM/L – Estrada 10 KM/L;

Autonomia: Cidade 420 Km – Estrada 600 KM;

Porta malas 750 Litros;

Carga útil 750;

Tanque de combustível 60 Litros;

Preço atualizado R$ 124.732,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

Picapes – Ford F75

Deixe uma resposta