Ford F-600 1961 a primeira geração de caminhões da montadora no Brasil

A primeira geração, de caminhões Ford produzidos no Brasil, saiu do forno em 1957, com a geração Ford F-600, também foi o primeiro produto da empresa, montado em solo brasileiro

Entre os anos de 1957 e 1960, o governo federal em parceria com as “honestas” empreiteiras que construíram Brasília DF, firmaram parceria com a montadora norte-americana, para ser a fornecedora oficial de caminhões, o Ford F-600 entra em cena.

O Ford F-600 1961, atingiu o incrível marco de 40.000 unidades produzidas desde 1957, um número bastante significativo, em uma época onde o Brasil engatinhava economicamente, e ainda iniciava seu processo industrial.

A primeira geração de utilitários Ford produzidos em solo brasileiro, eram projetos desenvolvidos nos Estados Unidos no pós guerra, entre os anos de 1946 e 1950.Para o Brasil receberam algumas adaptações para a nossa realidade e iniciaram a produção.

O Ford F-600 1961, vinha equipado com o motor Motor V8 272 a gasolina, de 4.5 litros e 164 cv.

Acabamento Externo

Faróis –  Redondos de lentes boleadas, embutidos com recuo em uma moldura cromada;

Setas dianteiras – Posicionadas acima dos para-lamas;

Para – choques –  Em largas lâminas de aço carbono, brancos;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – Painel em aço carbono, na cor branca, que abrigava o conjunto de faróis;

Retrovisores Externos – Com haste, estilo bracinho;

Frisos – Não;

Rodas – De aço, tradicionais caminhões Ford;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – “F-600”, na lateral da tampa do motor;

Lanterna Traseira – Em cor única;

Bagageiro – Carroceria de madeira ou baú de alumínio;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores em escala de 180°;

Conta – giros – Não;

Acabamento do painel – Em aço, na cor da carroceria;

Volante – De três raios, de plástico injetado;

Sistema de som – Não;

Ventilador – Não;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – N/D;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Não;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Ajuste manual;

Acabamento dos bancos – Em vinil;

Acabamento das portas – Em aço;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Não;

Encosto de cabeça – Não;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Emborrachado;

Porta-malas – Carroceria em madeira ou baú de alumínio;

A matéria não possui a Ficha Técnica do modelo

Valor atualizado Aproximado – R$ 196.186,00 – Sem carroceria;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Deixe um comentário