fbpx
Pular para o conteúdo

Ford Escort MK1 a primeira geração emplacou mais de 2 milhões de unidades

Ford Escort MK1
Compartilhe

Ford Escort MK1 a primeira geração emplacou mais de 2 milhões de unidades só na Europa. Na verdade ele nasceu no Reino Unido, mais precisamente no final de 1967 já como modelo 1968 apresentado primeiramente na Irlanda.

Mas sua produção foi na fábrica da Inglaterra, oficialmente a marca catalogou o modelo 1967/68 como o primeiro carro de passageiro oficial produzido pela Ford na Europa. Inicialmente contava com os motores 0.9 e 1.1.

Entre 1967 e 1968 o modelo foi produzido apenas com a famosa mão inglesa, com o volante do lado direito, mas já no final de 1968 inicia a produção como o volante do lado esquerdo. No final de 1970 a Ford constrói uma nova fábrica na Alemanha Ocidental, onde se inicia a produção em massa.

O que mais chamou a atenção foi o fantástico poder de vendas do modelo nos principais países da Europa Ocidental, entre novembro de 1967 e dezembro de 1974 foram emplacados impressionantes dois milhões de unidades, um número bastante significativo para marca, que não tinha a cultura de produzir veículos compactos fora dos Estados Unidos.

A primeira geração do Ford Escort MK1, durou até o final de 1974 já como modelo 1975, apenas em janeiro de 1975 que chega ás concessionárias a segunda geração: Mas por que a primeira geração foi tão marcante e emblemática?

A resposta está no projeto da plataforma, o MK1 tinha a mesma distância entre eixos dos menores compactos europeus como o Fusca, com 2400 mm, mas com um peso bem melhor distribuído com tração traseira e motor dianteiro, o carro era tão equilibrado e divertido de dirigir, que acabou ganhando as versões esportivas que foram muito utilizadas no início da década de 1970 para rally.

As versões Escort 1300 GT como a da matéria e a versão Escort 1600 GT, se tornaram grandes vencedores nos rally na Europa e em alguns países da América do Sul como Venezuela e Argentina. Ainda teve a versão Escort MK1 RS1600 Mark I 1972, que apareceu no filme velozes e furiosos de 6 no ano de 2006.

A unidade da nossa matéria é a versão Ford Escort MK1 1300 GT, que no processo de restauração recebeu o motor Ford 1.6 preparado para competição. Mas o revendedor ainda tem o motor original 1.3 que será comercializado junto com o veículo. Uma unidade do Escort MK1 para o mercado de carros clássicos no Brasil, pode passar dos R$ 200.000,00.

Ford Escort MK1

Ficha Técnica – Ford Escort MK1 1300 GT – Com os números originais de fábrica

Carroceria – Ford sedan; Porte – Compacto; Portas – 2; Motor – 1.3; Cilindros – 4 em linha; Válvulas por cilindro – 2; Posição – Longitudinal; Potência – 83 cv; Cilindrada – 1298 cm³; Torque máximo – 9,7 kgfm a 3500 rpm.

Potência Máxima – 6500 rpm; Peso/Torque – – kg/kgfm; Tração – traseira; Combustível – Gasolina; Alimentação –  Carburador; Direção – Simples; Câmbio – Manual de 4 velocidades, alavanca no assoalho.

Embreagem – Monodisco a seco; Freios – Freio a disco nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras; Peso – 805 kg; Comprimento – 3978 mm; Distância entre-eixos – 2400 mm; Largura – 1570 mm.

Altura – 1346 mm; Aceleração de 0 a 100 – 16 Segundos; Velocidade máxima – 158 km/h; Consumo: Cidade – km/l – Estrada – km/L; Autonomia: Cidade – km – Estrada – km; Porta malas – 380 Litros.

Carga útil – Não Informado; Tanque de combustível – 41 Litros; Valor atualizado Aproximado – Não informado. Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos.

Ford Escort MK1
Ford Escort MK1

Carros antigos

Caminhonete D10, a arma da GM para enfrentar o Ford F-1000 Elba carro – Chega ao Brasil o SW da família Uno, que tirou o sono dos SW Compacto VW e GM Fiat Oggi CSS 1.4 1984 conheça o Esportivo da Família 147 Vectra Elegance, em 2009 o médio de luxo da Chevrolet ainda causava frisson Toyota Paseo, conheça o cupê compacto da montadora japonesa Corsa 99, a versão Super do popular mais confortável da década de 1990 Opala 6 caneco, a versão standard de 1979 customizada Saveiro 96, o fim da bem sucedida geração quadrada se aproximava Chrysler Neon 2000, o início do fim, do médio de elite, hoje um raro colecionável Vectra 97, nunca restaurado, a versão CD 16V, com teto solar e câmbio automático

CONTATO Fale Com o Motor Tudo no Facebook.

Carros antigos