Ford Corcel Luxo 4 portas 1971 um médio top de linha

Compartilhe

Em época de Ford Galaxie, quem dava as caras na classe média brasileira era o Corcel 4 portas, luxuoso, boa relação custo benefício, além de proporcionar um status extra ao proprietário.

Como já citei em outras matérias, o Corcel Luxo 4 portas 1971, era o equivalente a versão Del Rey Série Ouro de 1981, utilizando basicamente a mesma plataforma de 10 anos atrás, o modelo de 1981 recebeu apenas alguns upgrade de motor, câmbio, e suspensão, além do novo design da carroceria e um acabamento bem mais requintado.

No início da década de 1970 o Ford Corcel Luxo 4 portas, era o famoso algo a mais do mercado, enquanto a Volkswagen dominava em absoluto o mercado dos compactos, Ford, Chevrolet e Dodge / Chrysler, se acotovelavam por um espaço no restrito, e muito rentável mercado dos luxuosos de grande porte.

Mas existia uma gorda fatia de mercado que a Ford conseguiu notar, os médios sedãs e cupês, mercado dominado pela família Corcel até 1974, quando começou a dividir o mercado com o VW Passat e Dodge Polara.

O modelo 4 portas do médio da Ford, tinha um mercado bastante específico, gerentes de lojas de grandes redes, executivos de médio escalão, comerciantes e micro empresários bem sucedidos e a classe dos profissionais liberais, como médicos, engenheiros e arquitetos.

Outro mercado que também se sentiu muito atraído, foi o dos taxistas e frotistas de luxo, que além de ser um modelo 4 portas, ele fazia incríveis 10 km/l na cidade.

Desempenho

O motor Sierra 1.3, era confiável e descomplicado, entregava bons 68 cv, atingindo velocidade final de 129 Km/h, bons números para o início da década de 1970.

Na cidade além de ser o carro nacional mais econômico, superando até o VW Fusca, conseguia ser mais ágil que os compactos nacionais.

O câmbio de relações longas, era um pouco cansativo para quem ficava horas ao volante, mas tinha engates precisos.

O conjunto carroceria, chassis e suspensão, tinha uma boa distribuição de peso, conseguindo ser mais eficiente que os modelos Ford da década de 1980, porém perdia em conforto.

Acabamento externo

Frente com faróis redondos de lentes boleadas, embutidos em uma moldura de alumínio com recuo.

Setas dianteiras abaixo do para-choque, pequenas e pouco eficientes.

Grade de ar em alumínio com frisos na horizontal.

Brasão Mustang Ford na grade de ar.

Para-choque em lâminas de aço carbono cromadas.

Lanternas traseiras bicolor, retangular sem luz de ré.

Maçanetas cromadas.

Luz lateral de sinalização noturna.

Rodas de aço tradicionais Ford/Renault com lindas calotas cromadas.

Retrovisor metálico redondo, com ajuste manual.

Friso metálico contornando os para-lamas e rodapé da carroceria.

Logo Ford no rodapé dos para-lamas dianteiros.

Acabamento Interno

Painel metálico na cor da carroceria

Mostradores em escala circular, de fácil visualização, voltímetro, pressão do óleo entre outros.

Rádio AM Zilomag.

Acendedor de cigarros.

Cinzeiro embutido no painel.

Volante em imitação de marfim, com arco cromado para acionamento da buzina.

Acabamento de bancos e portas em vinil.

Cinzeiro cromados nas portas.

Assoalho e porta – malas acarpetados.

Acionamento do vidro das portas e da parede lateral dos bancos traseiros, manual basculante.

Ficha Técnica – Ford Corcel Luxo 4 portas 1971

Carroceria sedã.

Porte Médio.

4 portas.

Motor Sierra 1.3.

Cilindros 4 em linha.

Tuchos mecânicos.

Tração dianteira.

Combustível Gasolina.

Alimentação – Carburador.

Direção simples.

Câmbio manual de 4 marchas.

Freios a tambor nas quatro rodas.

Peso 944 kg.

Potência 68 cv.

De 0 a 100 – 23,6 Segundos.

Velocidade máxima 129 km/h.

Consumo Cidade 10 km/l Estrada 13,4 km/l.

Porta malas 380 Litros.

Carga útil Não informado.

Tanque de combustível 57 Litros.

Preço atualizado aproximado R$ 95.432,00.

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

Motor Tudo – Ford Corcel Luxo 4 portas 1971

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.


6 comentários sobre “Ford Corcel Luxo 4 portas 1971 um médio top de linha”

  1. Os 68 CVs são SAE e hoje se utiliza CV DIN. Isso dá, necessariamente, uma visão errada da potência desse motor que, se utilizado o padrão DIN, será menor que 68 CVs. Uma informação que faltou na ficha técnica foi o TORQUE máximo e em qual rotação ocorre. Obtive as seguintes informações em uma busca no site Quatro Rodas:

    Motor: dianteiro, 4 cilindros em linha, 1 289 cm3. Diâmetro e curso: 73 x 77 mm. Taxa de compressão: 7,8:1. Potência: 62 cv a 5 200 rpm. Torque: 9,8 mkgf a 3 400 rpm.

  2. Poderia fazer uma sobre o GM Vectra, um clássico absoluto da Chevrolet. Desde já agradeço.

      1. Muito emocionante, eu herdei um corcel luxo 1969 cinza do meu pai , sonho em restaura lo , para deixa com está aparencia , muito lindo este vermelho.

Deixe uma resposta