Ford Corcel I Luxo 1977 O Último Ano da Primeira Geração

De olho na década de 1980, e na evolução dos concorrentes, VW Passat e Dodge Polara, a Ford tratou de resenhar seu coupé médio

Nascido em 1968, de um projeto herdado pela Ford, da Renault / Willys, a montadora americana transformou o modelo em sinônimo de sucesso, confiável, econômico e com um visual que agradava o público brasileiro, mas a versão Ford Corcel I Luxo 1977, coupé, finalizou a produção da primeira geração.

Ele foi o precursor da guerra dos médios da década de 1980, e também foi o modelo que sustentou a Ford durante toda a década de 1970, quando as vendas do Maverck fracassaram, e o número de unidades emplacadas do Ford Landau / Galaxie, começaram a cair, sem um modelo compacto para sustentar a montadora, o Ford Corcel I, era o carro chefe da empresa.

O Corcel I era o carro na medida certa, em uma época onde não existia tantas opções, o mercado se dividia em três segmentos, os compactos VW, os muscle car, Galaxie / Landau, Maverick e família Dodge e para quem já tinha um compacto e não podia pagar por um modelo de grande porte, o Corcel era a solução ideal.

Desempenho

A Ford fez o carro na medida certa, como um coupé médio, até o desempenho era intermediário, mais rápida e ágil que o compacto VW Variant, mais econômico que os modelos de grande porte.

O motor Cléon Fonte 1.4, era de manutenção descomplicada, e relativamente barata, outro ponto positivo ficava para a confiabilidade no dia a dia.

O conjunto, carroceria, chassis e suspensão, era bastante eficiente, mantinha o carro estável, na estrada, mesmo em curvas de alta.

Acabamento Externo

Frente com faróis redondos de lentes boleadas, embutidos em uma moldura na cor preto.

Setas dianteiras embutidas abaixo do para – choque.

Grade de ar do motor, com frisos quadriculados.

Logo “Ford” no capô dianteiro.

Maçanetas cromadas.

Retrovisores cromado, com ajuste manual.

Rodas de aço tradicionais família Corcel.

Para – choques cromados, em lâminas de aço carbono.

Logo “Corcel” na tampa do porta – malas.

Lanternas traseiras bicolor com luz de ré.

Acabamento Interno

Painel com mostradores simples em escala circular.

Volante de plástico injetado em imitação de marfim, com aro em meia lua cromado.

Ventilador.

Rádio AM, Ford / Philco.

Acendedor de cigarros e cinzeiro embutidos no painel.

Acabamento de bancos e portas em vinil, imitação de couro.

Acionamento dos vidros, manual basculante.

Assoalho e porta maças, acarpetados, com tapetes de borracha.

Ficha Técnica – Ford Corcel I Luxo 1977

Carroceria coupé;

Porte Médio;

2 portas;

Motor Cléon Fonte 1.4;

Cilindros 4 em linha;

Longitudinal;

Tuchos mecânicos;

Tração Dianteira;

Combustível Gasolina;

Carburador;

Direção Simples;

Câmbio manual de 4 marchas;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso 998 KG;

Potência 75 CV;

11,6 kgfm a 3600 rpm.

Potência Máxima 5400 RPM;

De 0 a 100 – 23,6 Segundos;

Velocidade máxima 133 KM/h;

Consumo Consumo na Cidade 10 KM/L – Estrada 13,4 KM/L;

Porta malas 380 Litros;

Tanque de combustível 57 Litros;

Motor Tudo – Ford Corcel Luxo 1977

Carros Clássicos Brasil – Ford Corcel

Deixe uma resposta