Ford Corcel 1970 atinge 93.000 unidades emplacadas

Ford Ford Corcel

O modelo coupé duas portas foi o grande responsável pelo sucesso, preferência nacional absoluta em relação ao sedã 4 portas

Em um Brasil atrasado, com pouco acesso a tecnologia, principalmente na industria automobilística, o Ford Corcel 1970 atinge o pico de 93.000 unidades emplacadas, em menos de 36 meses de produção, é um feito extraordinário, o mais incrível foi que em 1971 o modelo atingiu mais de 127.000 unidades, desde seu lançamento em 1968.

Ainda sem a concorrência direta do Dodge Polara e VW Passat, e sem a sombra dos DKW’s que haviam se despedido do mercado em 1967, o modelo da Ford era absoluto no Brasil, além de um visual moderno e muito eficiente, o motor Renault Cléon Fonte, em comparação aos modelos compactos VW 1600, era rápido, confiável e mais econômico, a relação custo benefício era a melhor do mercado entre 1968 e 1973.

Entre os anos de 1968 e 1975, ocorreu a primeira janela de pico de vendas da Ford no Brasil, com o Corcel liderando, seguido por Galaxie e Maverick, outro auge só viria entre 1981 e 1983 com a família Corcel e Del Rey, e entre os anos de 1984 e 1987 com o Escort.

Desempenho

O motor Renault Cléon Fonte 1.3, era confiável e descomplicado, entregava bons 68 CV de força, atingindo velocidade final de 129 Km/h reais, bons números para o início da década de 1970.

Na cidade além de ser o carro nacional mais econômico, superando até o VW Fusca, conseguia ser mais ágil que os compactos nacionais.

O câmbio de relações longas, era um pouco cansativo para quem ficava horas ao volante, mas tinha engates precisos, e dava pouca manutenção.

O conjunto carroceria, chassis e suspensão, tinha uma boa distribuição de peso, conseguindo ser mais eficiente que os modelos Ford da década de 1980, porém perdia em conforto.

Acabamento Externo

Frente com faróis redondos de lentes boleadas, no modelo da foto, opcional para os faróis de neblina.

Setas dianteiras ao lado dos faróis.

Brasão Mustang Ford no capô dianteiro.

Para-choque em lâminas de aço cromadas.

Lanternas traseiras bicolor, retangular sem luz de ré.

Luz lateral de sinalização noturna.

Rodas de aço tradicionais Ford/Renault com lindas calotas cromadas.

Retrovisor metálico redondo, com ajuste manual.

Friso metálico contornando os para-lamas e roda-pé da carroceria.

Logo Ford no roda-pé dos para-lamas dianteiros.

Acabamento Interno

Painel fundo azul, com adesivo imitação de madeira jacaranda;

Mostradores básicos redondos, de fácil visualização;

Rádio AM Ford/Philco;

Acendedor de cigarros;

Cinzeiro embutido no painel;

Volante em imitação de marfim, com aro cromada para acionamento da buzina;

Acabamento de bancos e portas em vinil;

Assoalho acarpetado;

Porta-malas com forração em tecido de feltro;

Acionamento do vidro das portas e da parede lateral dos bancos traseiros, manual basculante.

Ficha Técnica – Ford Corcel 1970

Carroceria Coupé.

Porte Médio.

Duas portas.

Motor Cléon-Fonte/CHT.

Cilindros 4 em linha.

Tuchos mecânicos.

Tração dianteira.

Combustível Gasolina.

Carburador.

Direção simples.

Câmbio manual de 4 marchas.

Freios a tambor nas quatro rodas.

Peso 944 KG.

Potência 68 CV.

De 0 a 100 – 23,6 Segundos.

Velocidade máxima 129 KM/h.

Consumo Cidade 10 KM/L Estrada 13,4 KM/L.

Porta malas 380 Litros.

Carga útil Não informado.

Tanque de combustível 57 Litros.

Preço atualizado aproximado R$ 60.728,00.

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária.

Motor Tudo – Ford Corcel 1970

Carros Clássicos Brasil – Ford Corcel

Ford Corcel 1970 atinge 93.000 unidades emplacadas
5 (100%) 1 vote[s]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *