Fiat Fiorino LX HD 1.6 1991 surpreendente

Fiat Fiorino Pick-Up LX HD 1.6 eu tive o prazer de ser proprietário de um modelo exatamente igual ao da matéria, e posso garantir que é um carro rápido, forte e pau pra toda obra.

Durante toda a segunda metade da década de 1980, fui acostumado com os compactos AP Volkswagen, o torque robusto, agilidade e confiabilidade, me fascinavam. Quando fui adquirir o Fiat Fiorino confesso que fiquei com um pé atrás.

Logo no primeiro contato com o carro me surpreendi, muito ágil e nervoso, mas ainda o torque muito suave do motor e a suspensão muito rígida me causaram estranheza.

No passar do tempo, fui me apaixonando pelo utilitário compacto da Fiat. Fiz diversas viagens, carregamos muito peso na carroceria, utilizei para o lazer, e até hoje tenho uma grande simpatia pelo valente utilitário ítalo-brasileiro.

Mas dois pontos negativos chamavam bastante a atenção, com carga na carroceria acima de 450 kg, o consumo na estrada literalmente dobrava, os 15,7 km/l se resumiam a 7 ou 8 km/l. A perca de potência em subidas era outro problema quando a carroceria estava carregada.

Desempenho

Estabilidade –  Como toda picape nacional compacta, as saídas de traseira em piso molhado ficavam bastante evidentes, mas a suspensão rígida minimizava um pouco o problema.

Motor –  O motor Sevel 1.6 de 84 cv e torque máxima de 13,2 kgfm, era bastante confiável, exigia pouca manutenção, tanto na estrada como na cidade era ágil e bastante nervoso.

Câmbio –  O câmbio manual de 5 velocidades, tinha engates macios e eficientes, mas entrocas muito rápidas de marchas o DNA do Fiat 147 mostrava sua cara.

Imagens Século 20 Veículos de Coleção

Retomadas e ultrapassagens – Sem dúvida era um dos modelos nacionais mais eficiente e seguro, com um conjunto de motor e câmbio que respondia muito bem ao pedal do acelerador.

Consumo –  Na versão 1.6 a gasolina fazia 15,7 km/l na cidade, um consumo considerado muito bom para um modelo carburado compacto, mas com carga máxima de 620 kg, o consumo aumentava significativamente.

Acabamento Externo

Faróis –  Retangulares de lentes planas;

Setas dianteiras – Embutidas no mesmo conjunto dos faróis;

Para – choques –  Envolventes na cor grafite;

Faróis de neblina – Embutidos no para-choque e opcional para, luzes de longo alcance no teto fixadas no Santo Antônio;

Grade de ar do motor – Com lâminas na horizontal na cor da carroceria;

Retrovisores Externos – Panorâmicos, com ajuste mecânico interno – Opcional para ajuste elétrico;

Frisos – Faixa adesiva em toda a extensão lateral, com o logo “LX”;

Rodas – Rodas de aço 165/70 R13;

Maçanetas – Na cor grafite;

Logo – “Fiorino” estampado na tampa da carroceria;

Lanterna Traseira – Tricolor com luz de ré;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores em escala circular;

Conta – giros – Sim;

Acabamento do painel – Em vinil na cor grafite;

Volante – Espumado de quatro raios;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Sim;

Relógio – Digital no teto;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Elétrico;

Sistema de travamento das portas – Mecânico – Opcional elétrico;

Ajuste dos retrovisores externos – Mecânico interno – Opcional para ajuste elétrico;

Acabamento dos bancos – Em tecido xadrez;

Acabamento das portas – Em vinil e tecido xadrez;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Para dois passageiros, com regulagem de altura;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Carroceria com frisos em madeira;

Ficha Técnica – Fiat Fiorino LX HD 1.6 1991

Carroceria – Picape;

Porte – Compacto;

Portas – 2;

Motor –  Sevel 1.6;

Cilindros – 4 em linha;

Válvulas por cilindros – 2;

Posição – Transversal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 84 cv;

Peso Torque – 68,18 kg/kgfm;

Cilindrada – 1580 cm³;

Torque máximo – 13,2 kgfm a 3250 rpm;

Potência Máxima – 5700 rpm;

Tração – Dianteira;

Alimentação –  Carburador;

Direção – SImples;

Câmbio – Manual de 5 velocidades com alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 900 kg;

Suspensão dianteira – Independente, McPherson – Mola helicoidal;

Suspensão traseira – Independente, McPherson – Feixe de molas semielíptico;

Comprimento – 3949 mm;

Distância entre-eixos – 2365 mm;

Largura – 1555 mm;

Altura – 1475 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 13,2 Segundos;

Velocidade máxima – 157 km/h;

Consumo: Cidade 10,5 km/l – Estrada 15,7 km/l;

Autonomia: Cidade 525 km – Estrada 785 km;

Porta malas – 967 Litros;

Carga útil – 620 kg;

Tanque de combustível – 50 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 67.896,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta