fbpx
Pular para o conteúdo

Ferrari 355 F1 Berlinetta 1998/99, no ano de despedida

Compartilhe

A Ferrari 355 F1 Berlinetta 1998/99, se tornou um clássico de altíssimo nível, em 1999 o modelo 355 se despedia do mercado, desenhado pela carrocerias Pininfarina, se tornou símbolo de esportividade e glamour, em todos os cantos do mundo.

O modelo vinha equipado com o eficiente motor F129B, um V8 de 380 cv e câmbio automatizado F1 de 6 marchas, a ficha técnica oficial da montadora, mostra a velocidade final real de 295 km/h. Mas na Europa, revista automotivas da época, conseguiram alcançar velocidade final real de 313 km/h.

A Ferrari 355 F1 Berlinetta 1998/99, é mais um modelo que entra para o seleto grupo de clássicos de elite, ou usados de elite de alto custo. Hoje uma unidade ano 1999, direcionada para colecionadores, em um bom estado de conservação, custa em média R$ 350,893,00.

Desempenho

Estabilidade –  Para um esportivo de elite, sem dúvida, tanto a suspensão, como a distribuição de peso, foram desenvolvidas para alcançar um alto desempenho, em curvas de alta, e em retas, em velocidades acima de 200 km/h, com muita eficiência.

Motor –  Utilizando o motor Ferrari F129B V8 de 380 cv, era robusto e muito confiável, com aceleração de 0 a 100 em 4,6 segundos.

Câmbio –  O câmbio automatizado de 6 marchas, trazia tecnologia utilizada na Formula 1.

Retomadas e ultrapassagens – Com um motor elástico com muito fôlego, que respondia muito bem ao pedal do acelerador, era um dos carros mais eficiente do mundo.

Consumo –  Para um esportivo de elite, com um motor de 8 cilindros, fazer 3,7 km/l na cidade era o que menos importava.

Acabamento Externo

Faróis –  Escamoteáveis;

Setas dianteiras – Embutidas no para – choque;

Para – choques –  Envolventes na cor da carroceria;

Faróis de neblina – Sim;

Grade de ar do motor – Entrada de ar na tampa traseira, e largas entradas de ar na lateral da carroceria;

Retrovisores Externos – Panorâmico, acompanhando as linhas do carro;

Frisos – Não;

Rodas – Tradicionais família Ferrari 255/40 R18;

Maçanetas – Embutidas nas portas;

Logo – “F355 F1 Berlinetta”, Abaixo da tampa traseira;

Lanterna Traseira – Redondas, de lentes duplas, posicionadas na horizontal ;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com diversos mostradores;

Conta – giros – Sim;

Acabamento do painel – Em couro em tons grafite;

Volante – Espumado esportivo, de quatro raios, com o logo da montadora ao centro;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Digital;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Sim;

Relógio – Analógico;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Elétricos;

Sistema de travamento das portas – Elétrico;

Ajuste dos retrovisores externos – Elétrico;

Acabamento dos bancos – Em couro;

Acabamento das portas – Em couro;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Para dois passageiros, com regulagem de altura nos bancos dianteiros;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Ferrari 355 F1 Berlinetta 1998/99

Carroceria – Ferrari Cupê;

Porte – Grande;

Portas – 2;

Motor –  3.5 F129B;

Cilindros – 8 em V;

Válvulas por cilindro – 5;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 381 cv;

Peso Torque – 37 kg/kgfm;

Cilindrada – 3495 cm³;

Torque máximo – 37 kgfm a 6000 rpm;

Potência Máxima – 8250 rpm;

Tração – Traseira;

Alimentação –  Injeção multiponto;

Direção – Hidráulica;

Câmbio – Automatizado de 6 marchas, com trocas no volante;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freios ABS a disco ventilado nas 4 rodas;

Peso – 1350 kg;

Suspensão dianteira – Independente, braços sobrepostos – Mola helicoidal;

Suspensão traseira – Independente, braços sobrepostos – Mola helicoidal;

Comprimento – 4249 mm;

Distância entre-eixos – 2451 mm;

Largura – 1900 mm;

Altura – 1171 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 4,6 Segundos;

Velocidade máxima – 295 km/h;

Consumo: Cidade 3,7 km/l – Estrada 6,9 km/l;

Autonomia: Cidade 326 km – Estrada 607 km;

Porta malas – 220 Litros;

Carga útil – 232 kg;

Tanque de combustível – 88 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 6.586.000,00 – Se o comprador optasse por itens personalizados, como banco sob medida, entre outros, o valor chegaria fácil a R$ 8.000.000,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

Carros antigos

Astra GSi 2003, chega ao mercado a fera 2.0 16V, alcançando mais de 200 km/h Gol Quadrado GTi, em 1992 a montadora comemorou 12 anos da carroceria BX Puma GTE 1977 o primeiro grande pico de vendas da montadora Porsche 911 L, a versão comercializada na terra do Tio Sam em 1968 Fiorino 96, com motor 1.5, Zero km um colecionável que nunca foi emplacado Caminhonetes antigas Ford sucesso em eventos de carros antigos MP Lafer carros fora de série com o legitimo chassi MP Honda SUV ZR V 2024 preço ficha técnica e equipamentos Fusca 96 Itamar Série especial última edição da geração refrigerada a ar Carro para o dia a dia Vectra 4 portas 2.2 8V excelente relação custo benefício

CONTATO Fale Com o Motor Tudo no Facebook.

Carros antigos