fbpx
Pular para o conteúdo

Escort XR3 conversível 1991 o Ford com DNA Karmann Ghia e Volkswagen

Escort XR3 conversível 1991
Compartilhe

Escort XR3 conversível 1991 o Ford com DNA Karmann Ghia e Volkswagen. Como já citado em outras matérias do Motor Tudo, o conversível em série da Ford, foi a segunda carroceria cabriolet produzida em solo brasileiro em série após o VW Karmann Ghia.

O XR3 conversível que nasceu em abril de 1985, era um projeto da Ford alemã, mas que por aqui teve o monobloco produzido pela irmã pobre da Volkswagen, a Karmann Ghia.

A carroceria conversível, recebeu mais de 300 mudanças em relação ao Ford XR3 hatch, amortecedores mais rígidos, e sistema antichamas em todo o teto em lona, para evitar princípios de incêndios, provenientes de cigarros, isqueiros e fósforos.

O Escort conversível após ter o monobloco finalizado pela Karmann Ghia, voltava para a Ford, onde era finalizada a montagem de todo o conjunto propulsor e parte elétrica. Posterior voltava para a Karmann Ghia para receber os últimos retoques no acabamento como a vedação do teto em lona.

No final da década de 1980 nasce a Autolatina a famosa parceria FordWagen, o XR3 tanto conversível como hatch recebe câmbio e motor Volkswagen. Ganha uma nova geração de amortecedores turbo gás, e novas peças para deixar a suspenção mais equilibrada com o veículo em altas velocidades.

A carroceria cabriolet do esportivo médio da Ford, vem desaparecendo do mercado de carros clássicos, unidades como o Escort XR3 conversível 1991 da nossa matéria, tiveram um baixo número de unidades emplacadas.

Entre os anos de 1985 e 1989, em virtude do alto custo, sendo o carro mais caro do país, e entre os anos de 1990 e até a última unidade no final da década, a concorrência com importados de alto custo, também fizeram o carro emplacar poucas unidades.

Escort XR3 conversível 1991

Ficha Técnica – Escort XR3 conversível 1991

Carroceria – Conversível; Porte – Médio; Portas – 2; Motor – Ap 1.8; Cilindros – 4 em linha; Posição – Transversal; Peso Torque – 64,6 kg/kgfm; Tração – Dianteira; Combustível – Álcool; Alimentação –  Carburador.

Direção – Hidráulica; Câmbio – Manual de 5 velocidades, alavanca no assoalho; Embreagem – Monodisco a seco; Freios – Freio a disco ventilado nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras; Peso – 1034 kg.

Comprimento – 4062 mm; Distância entre – eixos – 2402 mm; Largura – 1640 mm; Altura – 1324 mm; Potência – 99 cv; Cilindrada – 1781 cm³; Torque máximo – 16 kgfm a 3200 rpm; Potência Máxima – 5800 rpm.

Aceleração de 0 a 100 – 11,8 Segundos; Velocidade máxima – 173 km/h; Consumo: Cidade 6,5 km/l – Estrada 10 km/l; Autonomia: Cidade 416 km – Estrada 640 km; Porta malas – 220 Litros.

Carga útil – 425 kg; Tanque de combustível – 64 Litros; Valor atualizado Aproximado – R$ 825.718,00; Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos.

Escort XR3 conversível 1991
Escort XR3 conversível 1991

Carros antigos

Caminhonete D10, a arma da GM para enfrentar o Ford F-1000 Elba carro – Chega ao Brasil o SW da família Uno, que tirou o sono dos SW Compacto VW e GM Fiat Oggi CSS 1.4 1984 conheça o Esportivo da Família 147 Vectra Elegance, em 2009 o médio de luxo da Chevrolet ainda causava frisson Toyota Paseo, conheça o cupê compacto da montadora japonesa Corsa 99, a versão Super do popular mais confortável da década de 1990 Opala 6 caneco, a versão standard de 1979 customizada Saveiro 96, o fim da bem sucedida geração quadrada se aproximava Chrysler Neon 2000, o início do fim, do médio de elite, hoje um raro colecionável Vectra 97, nunca restaurado, a versão CD 16V, com teto solar e câmbio automático

CONTATO Fale Com o Motor Tudo no Facebook.

Carros antigos