fbpx
Pular para o conteúdo

Dodge esportivo a versão Charger R/T 1973 que teve apenas um dono

Dodge esportivo
Compartilhe

Dodge esportivo a versão Charger R/T que teve apenas um dono desde que saiu da concessionária em 1973, impressiona pela porcentagem de originalidade dos equipamentos e adereços ainda de fábrica.

O exemplar ainda mantém, a mesma forração interna, inclusive o forro do teto. Tabelier original, sem trincas. Possui o rádio Chrysler, ar condicionado gelando, volante original e painel preservado.

A fera V8 que embalou os sonhos de toda uma geração durante a década de 1970, sinônimo de poder, força, bom gosto e de muito dinheiro no bolso. Para ter uma ideia do poder comercial do Dodge Charger R/T no início da década, uma unidade zero km, não saía da concessionária por menos de R$ 440.000,00 em valores atualizados.

Ele foi o esportivo mais caro e requintado durante a primeira metade da década de 1970, seus principais concorrentes, o Opala SS e o Ford Maverick que só chegaria em 1973, tinham um preço mais comportado em relação a versão Dodge Charger R/T.

A história do veículo da matéria é linda e surpreendente, o carro ficou com o mesmo proprietário desde 1973, quando veio a falecer próximo dos 100 anos de idade, passou a pertencer ao neto, que disponibilizou o veículo para a venda no site do Gustavo Brasil .

Dodge esportivo

Um colecionável de alto custo, o Dodge esportivo, com certeza vai fazer parte do acervo de algum colecionador que vai preservar a história para as futuras gerações, para conhecerem a beleza e a força de um verdadeiro Muscle Cars brasileiro.

Ficha Técnica – Dodge esportivo – Versão Charger R/T – Ano 1973

Carroceria – Dodge Cupê;

Porte – Grande;

Portas – 2;

Motor –  LA 318 5.2;

Cilindros – 8 em V;

Válvulas por cilindro – 2;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 215 cv;

Peso Torque – 35,5 kg/kgfm;

Cilindrada – 5212 cm³;

Torque máximo – 42,9 kgfm a 2400 rpm;

Potência Máxima – 4400 rpm;

Tração – Traseira;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Hidráulica;

Câmbio – Manual de 4 velocidades com alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco ventilado nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 1525 kg;

Suspensão dianteira – Independente, Braços sobrepostos – Barra de torção;

Suspensão traseira – Eixo rígido – Feixe de mola semielípticas;

Comprimento – 4960 mm;

Distância entre-eixos – 2820 mm;

Largura – 1810 mm;

Altura – 1390 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 9,5 Segundos;

Velocidade máxima – 180 km/h;

Consumo: Cidade 5 km/l – Estrada 8 km/l;

Autonomia: Cidade 310 km – Estrada 496 km;

Porta malas – 436 Litros;

Carga útil – 400 kg;

Tanque de combustível – 62 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 440.000,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

Dodge esportivo
Imagens gustavobrasil.com.br

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos.

Dodge esportivo
Dodge esportivo

Carros antigos

Escorte Ford a versão L de 1989 que teve apenas 1 proprietário Passat antigos sobrevivem e valorizam no mercado de carros antigos Yaris 2024 hatch preço, ficha técnica e equipamentos Corolla Altis Hybrid Premium 2024 preço, equipamentos e ficha técnica Carros japoneses baratos Honda Civic LX AT 2005 uma interessante compra Fusca rebaixado o besouro 1300 de 1972 com um incrível visual Carros esporte antigos o Puma GTE customizado e com motor AP Opala diplomata Azul Tiza 1991 perto de dar adeus Toyota Corolla Cross Hybrid 2024 preço, equipamentos e ficha técnica 147 carro 1982 o veículo nacional mais vendido mas a VW contesta

CONTATO Fale Com o Motor Tudo no Facebook.

Carros antigos