Dodge Charger 1969 com motor Motor Bigblock V8 de plaqueta

Dodge Charger 1969
Compartilhe

Hoje, nós vamos falar sobre o Dodge Charger 1969, que faz parte da segunda geração da marca e até estrela de série de comédia americana foi. A segunda geração da Dodge Charger iniciou em 1968 com a linha do modelo toda redesenhada, considerado menos sofisticado que a primeira geração, a nova carroceria apresentava curvas ao redor dos para-lamas dianteiros e painéis traseiros. 

No interior outras mudanças eram evidentes, o estilo do assento rebatível foi substituído pelo banco traseiro convencional, o tacômetro virou opcional e os medidores que possuíam emissão de luz foram substituídos por um design convencional.

Ainda em 1968, como um novo pacote de alto desempenho, surgiu o Charger R/T com o motor 440 Magnum, tendo o 426 Hemi como opcional. Este carro foi estrela de cinema ao participar do filme Bullitt, ele é o carro dos “bandidos” durante a famosa perseguição pelas ruas de São Francisco. 

Com sua pintura preta, ele ganhou a imagem do muscle car bad boy. Além disso fez as vendas aumentarem para 96.100, tendo mais de 17.000 Charger R/Ts vendidos.

Agora no ano do modelo 1969, ele surgiu com poucas mudanças do modelo de 1968, em sua parte externa recebeu uma nova grade com divisor central e novas lanternas traseiras longitudinais. Outra novidade é que havia dois motores “383” disponíveis, um de 2 cilindros com potência de 290 cv e outro de 4 cilindros com 330 cv, sendo este exclusivo do modelo 1969.

Também havia uma nova linha de acabamento, Special Edition. Nesta linha o modelo vinha com couro nos bancos dianteiros, frisos cromados, volante e inserções de madeira no painel de instrumentos. Você podia ter essa edição sozinha ou com o R/T, tornando assim um R/T-SE.

Assim como o modelo de 1968, este veículo de 1969 também ficou famoso por aparecer nas telonas, dessa vez em uma série de televisão, The Dukes of Hazzard, em que apresentava um Charger pintado de laranja chamado por The General Lee.

Agora, falando mais especificamente sobre a unidade da matéria, o Dodge Charger 1969, ele era equipado com motor V de 8 cilindros, produzindo uma potência máxima de 380 cv, com câmbio manual de 4 marchas.

Ficha Técnica – Dodge Charger – Ano 1969

Carroceria – Dodge Charger Coupê;

Porte – ;

Portas – 2;

Motor – Motor Bigblock V8 – 383;

Cilindros – 8;

Válvulas por cilindro – 2;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 380 cv;

Cilindrada – 7206 cm3;

Potência máxima – 4600;

Tração – traseira (RWD);

Alimentação – Carburetor 4-Barrel;

Direção – ;

Câmbio – 4 marchas;

Freios – Freios a tambor nas 4 rodas;

Peso – 1720 Kg;

Suspensão dianteira – Torsion bars. Stabilizer bar;

Suspensão traseira – Leaf Springs. Stabilizer bar;

Comprimento – 5283 mm;

Distância entre eixos – 2872 mm;

Largura – 1948 mm;

Altura – 1346 mm;

Aceleração de 0 a 100 – ;

Velocidade máxima – ;

Porta malas -;

Carga útil – ;

Tanque de combustível – 72L;

Dodge Charger 1969 com motor Motor Bigblock V8 de plaqueta
Dodge Charger 1969 com motor Motor Bigblock V8 de plaqueta

Deixe um comentário