D 20 Custom 1991 Eficiência força e beleza no mesmo utilitário

Ela chegou em 1985 com um novo visual, frente quadrada, faixas adesivas nas laterias, era a picape de grande porte ideal para a área urbana e a zona rural

Ao chegar no mercado na segunda metade da década de 1980, o novo visual das picapes Chevrolet encantou logo de cara, um novo painel com mostradores bem localizados e um visual moderno, além do acabamento externo com a nova frente quadrada, na década de 1990 continuou sendo uma das preferidas do mercado com a versão D 20 Custom 1991.

Um bom produto só consegue alavancar grandes números de unidades emplacadas, se reunir um conjunto de qualidades, e foi o que aconteceu com a picape D 20 Custom, força, durabilidade, visual agradável e ainda entregava uma ótima relação custo benefício.

O utilitário Chevrolet foi o primeiro utilitário nacional de grande porte, que conseguiu morder uma fatia significativa do mercado dos carros de passeio, até o ano de 1984, comprar uma picape grande, era investimento apenas de empresas e profissionais da zona rural, mas a partir de 1985 uma nova tendência surgiu com muita força, ao invés de investir em carrões de luxo, muitos usuários passaram a optar pelos modelos Chevrolet D 20 e Ford F 1000.

Desempenho

O modelo era destinado a trabalhos na área urbana e na zona rural, não indicado para serviços em atoleiros, regiões rochas e extremamente íngremes.

Equipada com o confiável e já consagrado motor a diesel Maxion S4, entregava bons 92 CV de força.

Na cidade era ágil para os padrões de uma picape de grande porte, o câmbio Clark CL2615 B de 5 velocidades era eficiente, de engates precisos que ajudavam no desempenho na área urbana e com carga máxima de 1110 KG.

Na estra tinha um bom desempenho para os padrões da época, 126 KM/h de velocidade final real.

A estabilidade em curvas de alta e em retas, em altas velocidades era estável, com um peso muito bem distribuído se tornou um dos modelos mais eficientes do país.

Acabamento Externo

Frente com faróis quadrados, embutido em um mesmo conjunto com as setas.

Grade de ar do motor de plástico cinza, no mesmo alinhamento dos faróis.

Para – choques em lâminas de aço carbono na cor grafite.

Adesivo em toda a extensão lateral em tons cinza e vermelho.

Logo “D20 Custom” na lateral dos para – lamas dianteiros.

Retrovisores satélites com ajuste manual.

Rodas de aço 255/75 R16.

Entrada de ar no teto.

Ganchos para amarração de carga, na parte externa da carroceria.

Maçanetas na cor grafite.

Lanternas traseiras tricolor.

Acabamento Interno

Painel com mostradores bem localizados.

Volante anatômico de dois raios.

Acendedor de cigarros.

Cinzeiro embutido no painel.

Assoalho emborrachado.

Acabamento das portas em vinil.

Ar – condicionado – Opcional

Ventilador de três velocidades.

Ar – quente.

Vidros elétricos e travas elétricas.

Bancos com acabamento em tecido plástico sem encosto de cabeça.

Carroceria com frisos de madeira no piso e estepe embutido.

Fichas Técnica – D 20 Custom 1991

Carroceria Picape;

Porte Grande;

2 portas;

Motor Maxion S4;

Cilindros 4 em linha;

Longitudinal;

Cilindrada 4000 cm³;

Tração traseira;

Combustível Diesel;

Injeção direta;

Direção hidráulica;

Câmbio manual de 5 velocidades;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas  traseiras;

Peso 2189 KG;

Potência 92 CV;

Torque máximo – 27,5 kgfm a 2600 rpm

Potência Máxima 3200 RPM;

De 0 a 100 – 23,9 Segundos;

Velocidade máxima 126 KM/h;

Consumo na Cidade 8,6 KM/L – Estrada 11 KM/L;

Autonomia – Cidade 1083,6 KM – Estrada 1386 KM.

Porta malas 774 Litros;

Carga útil – não informado;

Tanque de combustível 126 Litros;

Preço aproximado atualizado – Não Informado;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

D 20 Custom 1991

Deixe uma resposta