Chrysler 300c, na versão Touring HEMI V8, O verdadeiro navegador silencioso

Compartilhe

O Chrysler 300c, foi apresentado em 2003 como um carro conceito, mas o sucesso no salão do automóvel em Nova York, fez a projeto ganhar produção em massa. Na carroceria SW também acabou agradando ao público, uma perua de alta performance e com linhas futuristas.

O modelo é produzido nas fábricas do Canadá e Austrália e distribuído para o mundo, equipado com o motor 5.7 V8 de 340 cv, no Canadá o motor tem velocidade limitado em 200 km/h, já na Austrália é limitado em 250 km/h, mas em alguns países como Alemanha e Estados Unidos as unidades comercializadas, principalmente a versão SRT8, chegam próximo dos 280 km/h.

A unidade aqui da nossa matéria é um Chrysler 300c, na verão Touring HEMI V8, na carroceria SW, o modelo é equipado de fábrica, com câmbio automático de 5 marchas e suspensão adaptada da Mercedes-Benz W220. Mas não é apenas a alta performance que chama a atenção, a quantidade de equipamentos de série, a segurança e o conforto que o carro oferece, literalmente esta no topo da hierarquia dos modelos de elite.

Equipado com o motor EZ de 340 cv, com torque máximo 53,6 kgfm a 4000 rpm, além de com controle de tração e estabilidade, entrega uma excelente velocidade de cruzeiro. Se mantendo por longos períodos em velocidades acima de 190 km/h, sem balanços repentinos ou passando qualquer tipo de vibração ou ruído para a carroceria, um verdadeiro navegador silencioso de elite.

Desempenho

Estabilidade –  O conjunto do projeto, dava ao carro uma ótima estabilidade, a montadora mais uma vez, conseguiu unir em um mesmo carro conforto e segurança, mesmo a mais de 200 km/h.

Motor –  Utilizando o motor  EZ de 340 cv, era robusto, e com um giro bastante estável em altas rotações.

Câmbio –  O câmbio automático de 5 velocidade, dava um ar todo esportivo ao carro, bastante elástico e com trocas sem barulho ou trancos.

Retomadas e ultrapassagens – Com um motor elástico com muito fôlego, que respondia muito bem ao pedal do acelerador, era seguro e confiável.

Consumo –  Para um modelo alta performance com motor 5.7 V8, fazer na cidade 5,5 km/l na cidade, é o que menos importa.

Acabamento Externo

Faróis –  Com lentes boleadas que acompanham o desenho da carroceria;

Setas dianteiras – Embutidas no mesmo conjunto dos faróis;

Para – choques –  Envolventes na cor da carroceria;

Faróis de neblina – Sim;

Grade de ar do motor – Com tradicional desenho da família Chrysler;

Retrovisores Externos – Panorâmicos com ajuste elétrico, Cromados;

Frisos – Não;

Rodas – De liga-leve 255/60 R18;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – “SRT 8”, na tampa do porta-malas;

Lanterna Traseira – Bicolor com luz de ré;

Bagageiro – Sim;

Teto Solar – Sim;

Limpador do vidro traseiro – Sim;

Acabamento interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores em escala circular + computador de bordo, câmera de ré, e sensor de estacionamento;

Conta – giros – Sim;

Acabamento do painel – Em couro e alumínio;

Volante – Quatro raios, com ajuste de som, e acabamento em madeira e couro;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Automático de duas zonas;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Sim;

Relógio – Analógico;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Elétrico nas 4 portas;

Sistema de travamento das portas – Elétrico;

Ajuste dos retrovisores externos – Interno elétrico;

Acabamento dos bancos – Em couro;

Acabamento das portas – Em couro;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Bipartido, encosto de cabeça e cinto de segurança de três pontos para três passageiros;

Encosto de cabeça – Para cinco passageiros com regulagem de altura;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Sim;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Chrysler 300c, na versão Touring HEMI V8

Carroceria – SW;

Porte – Grande;

Portas – 4;

Motor –  EZ 5.7;

Cilindros – 8 em V;

Válvulas por cilindro – 2;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 340 cv;

Peso Torque – 35,0 kg/kgfm;

Cilindrada – 5654 cm³;

Torque máximo – 53,6 kgfm a 4000 rpm;

Potência Máxima – 5000 rpm;

Tração – Dianteira;

Alimentação – Injeção Multiponto;

Direção – Hidráulica;

Câmbio – Automático de 5 velocidades com alavanca no assoalho;

Embreagem – Conversor de torque;

Freios – Freio a disco ventilado nas 4 rodas;

Peso – 1875 kg;

Suspensão dianteira – Independente, braços sobre postos – Mola helicoidal;

Suspensão traseira – Independente – Mola helicoidal;

Comprimento – 4999 mm;

Distância entre-eixos – 3048 mm;

Largura – 1880 mm;

Altura – 1475 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 7,2 Segundos;

Velocidade máxima – 250 km/h;

Consumo: Cidade 5,5 km/l – Estrada 10 km/l;

Autonomia: Cidade 396 km – Estrada 720 km;

Porta malas – 630 Litros;

Carga útil – 445 kg;

Tanque de combustível – 72 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 795.000,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Deixe um comentário