Chevy 500 1988 A picape do interior

O final da década de 1980, marcou a guerra das picapes compactas, as 4 montadoras nacionais, travaram uma batalha pela maior fatia do mercado

A versão Chevy 500 1988, travou uma batalha a parte com o modelo Ford Pampa, pelo posto de picape mais vendida em cidades rurais, o mercado das picapes compactas, estava bem dividido e ao mesmo tempo acirrado.

A batalha era travada entre os modelos Volkswagen Saveiro, Ford Pampa, Fiat Fiorino, e Chevrolet Chevy 500, o modelo Volkswagen era líder em vendas, seguido pela Ford, Chevrolet e Fiat, mas no interior do Brasil, nas cidades da zona rural, existia uma briga muito particular, que até hoje rende discussões.

Chevrolet Chevy 500 1988 X Ford Pampa 1988

O modelo da Ford tinha como ponto positivo a suspensão traseira, que era equipada com feixes de mola, e ainda oferecia a opção de 4 X 4, mas tinha algumas limitações no asfalto, falta de equilíbrio na versão com tração integrada, e na versão 4 X 2 sofria do efeito flutuante quando a carroceria estava vazia.

Já o modelo Chevrolet, não oferecia suspensão com feixe de mola e sistema 4 X 4, mas tinha tração traseira de série, e um peso muito bem distribuído.

Desempenho – Chevy 500

O motor Chevrolet 1.6 era forte, e com um ótimo desempenho em baixas velocidades, com carga máxima, 500 KG, o sistema de tração traseira ajudava em subidas e terrenos mais acidentados;

O câmbio era de engates macio e precisos, na cidade exigia pouca troca de marcha, que era um grande vantagem em cidades com ruas de paralelepípedos, com bastante ladeiras;

A conjunto carroceria, chassis e suspensão, da linha Chevette tinha um peso muito bem distribuído, até mesmo para uma picape compacta, dando ao carro segurança e eficiência e curvas de alta e em piso molhado;

A caixa de direção era outro ponto positivo, mesmo sem direção hidráulica, o sistema era macio na cidade para manobras, e preciso na estrada.

Acabamento Externo

Frente com faróis chanfrados, de lente plana, levemente inclinados;

Grade de ar com divisões retangulares;

Para – choque em lâminas de aço carbono na cor grafite;

Retrovisores panorâmicos com controle interno mecânico;

Rodas de aço da linha Chevette SL 175/70 R13;

Friso preto emborrachado em toda a extensão lateral do carro;

Logo “Chevy 500” na lateral do para – lama dianteiro;

Capota com ganchos de plástico para amarração de carga;

Lanterna traseira tricolor, com luz de ré;

Logo “1.6/S na tampa da carroceria.

Acabamento Interno

Painel com mostradores básicos, em escala circular;

Volante espumado de dois raios;

Ventilador de três velocidades;

Acionamento dos vidros elétrico – “Colocado pelo proprietário”, de série manual basculante;

Acendedor de cigarros;

Cinzeiro embutido no painel

Acabamento dos bancos e portas em couro, colocado pelo proprietário, de série tecido plástico;

Carroceria com acabamento em lâminas de madeira;

Ficha Técnica – Chevy 500 1988

Carroceria Picape;

Porte compacto;

2 portas;

Motor 1.6 Chevrolet;

Cilindros 4 em linha;

Longitudinal;

Tuchos Mecânicos;

Cilindradas 1599 cm³.

Tração traseira;

Combustível Álcool;

Carburador;

Direção simples;

Câmbio manual de 5 velocidades;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseira;

Peso 910 KG;

Potência 82 CV;

Torque Máximo 13 kgfm a 2800 rpm;

Potência Máxima 5200 RPM;

De 0 a 100 – 14,3 Segundos;

Velocidade máxima 149 KM/h;

Consumo na Cidade 7 KM/L – Estrada 10 KM/L;

Autonomia : Cidade 434 KM – Estrada 620 KM;

Porta malas 765 Litros;

Carga útil 500 KG;

Tanque de combustível 62 Litros;

Preço aproximado atualizado – R$ 59.982,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

Motor Tudo – Chevy 500

Please follow and like us:

Deixe uma resposta