Chevrolet Veraneio 1974 de SUV de luxo a camburão

Compartilhe

Durante a década de 1970, os dois SUVs brasileiros Chevrolet Veraneio e Rural Willys, tinhão papeis distintos dentro do mercado de utilitários.

O modelo Ford/Willys oferecia a opção 4X4 e era um modelo mais utilizado na zona rural e na construção civil, principalmente em regiões inóspitas.

Já o Chevrolet Veraneio, era um veículo mais utilizado na área urbana, tanto na versão De luxo como na versões básicas.

As versões top de linha do SUV Chevrolet, ofereciam um acabamento mais refinado e a partir de 1973 opcional de direção hidráulica, mas tinha vendas bastante modestas, direcionadas para um público classe A.

As versões básicas e de entrada, eram direcionadas em sua grande maioria para órgãos públicos, e empresas privadas. Quem nunca ouviu falar no famoso camburão da Policia Militar, Civil e Federal, quem sabe você já até não de um uma voltinha em um porta-malas de um Chevrolet Veraneio.

Desempenho

Estabilidade –  O conjunto, carroceria, chassi e suspensão, dava ao carro uma boa estabilidade, mas com uma suspensão muito macia e um sistema de direção pouco preciso, era bom ficar atento em curvas de alta e em retas em altas velocidades.

Motor –  Utilizando o motor Chevrolet 4.3, era robusto, e com um giro bastante estável em altas rotações, confiável, mas o custo das manutenções preventivas e corretivas de um modelo 0 km, ainda eram considerados de alto para o padrão brasileiro.

Câmbio –  O câmbio manual de 3 velocidades, era de engates macios, mas em trocas mais rápidas o motorista precisava esta bem adaptado ao sistema para não encavalar.

Retomadas e ultrapassagens – Com um motor elástico com muito fôlego, que respondia muito bem ao pedal do acelerador, era seguro e confiável.

Consumo –  Para um modelo de grande porte a gasolina fazer em média 4,5 km/l na cidade estava dentro do esperado, mais detalhes na ficha técnica no final do post.

Acabamento Externo

Faróis – Redondos de lentes boleadas embutidos em uma moldura cromada;

Setas dianteiras – Embutidas na carroceria abaixo dos faróis;

Para – choques –  Em lâminas de aço carbono cromados;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – Cromada com frisos na horizontal;

Retrovisores Externos – Com haste;

Frisos – Não;

Rodas – De aço com calotas cromadas, tradicionais da família Chevroelt;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – “Veraneio”, na lateral do para-lama traseiro;

Lanterna Traseira – Em cor única;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores em escala circular;

Conta – giros – Não;

Acabamento do painel – Em aço na cor da carroceria;

Volante – De plástico injetado na cor da carroceria;

Sistema de som – Não disponível de fábrica – Colocado pelo proprietário;

Ventilador – N/D;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – Não;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Não;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em Vinil;

Acabamento das portas – Em vinil;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Não;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Emborrachado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Chevrolet Veraneio 1974

Carroceria – SUV;

Porte – Grande;

Portas – 4;

Motor –  4.3 Cód 261;

Cilindros – 6 em linha;

Válvulas por cilindro – 2;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 151 cv;

Peso Torque – 58,3 kg/kgfm;

Cilindrada – 4278 cm³;

Torque máximo – 32,1 kgfm a 2400 rpm;

Potência Máxima – 3800 rpm;

Tração – Traseira;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Simples – Opcional hidráulica;

Câmbio – Manual de 3 velocidades com alavanca na coluna de direção;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a tambor nas 4 rodas;

Peso – 1870 kg;

Suspensão dianteira – Independente, Braços sobrepostos – Mola helicoidal;

Suspensão traseira – Eixo rígido – Mola helicoidal;

Comprimento – 5162 mm;

Distância entre-eixos – 2920 mm;

Largura – 1976 mm;

Altura – 1730 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 22,7 Segundos;

Velocidade máxima – 140 km/h;

Consumo: Cidade 4,5 km/l – Estrada 6 km/l;

Autonomia: Cidade 315 km – Estrada 420 km;

Porta malas – 1607 Litros;

Carga útil – 500 kg;

Tanque de combustível – 70 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 139.341,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

About the author

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *