Belina I – 1970

Compartilhe

Em 1970 a Ford de olho no sucesso da Variant I, lança a sua perua de pequeno porte, o Corcel Belina I.


A Belina logo de cara mostrou que veio para o mercado brasileiro para disputar a atenção de cliente por cliente com a Variant I, com uma carroceria e mecânica mais atualizada que de sua concorrente, a Belina tinha tudo para dominar o mercado, mas as coisas não sairão como esperado.

Mesmo sendo mais avançada em todos os aspectos técnicos, a perua Ford tinha lá seu calcanhar de Aquiles, o problema era que para o início dos anos 70 seu preço estava um pouco acima da realidade da classe operária brasileira, que era o principal mercado, com isso a Variant I dominou uma fatia maior até o final dos anos 70.

Mesmo não tendo a maior fatia do mercado, a Belina encantou muita gente, ao contrário que muitos pensam tinha um motor forte que gerava quase 80 CV de força e um câmbio longo, superando sua concorrente em desemprenho tanto na estrada como na cidade.

Outro atributo da Belina I era seu designer que mantinha o carro no chão mesmo em curvas de alta, mais uma vantagem sobre a Variant I.

Quanto ao acabamento interno, não era dos melhores, ambas empatavam em simplicidade, painel simples mas eficiente, forração de bancos e portas com a mesma simplicidade.


Mesmo para os anos 70 a Belina I tinha um designer mais estilo carro da vovó, bonito e elegante, mas não atraia muito o público jovem e o público masculino de meia idade que eram os principais compradores.

A perua Ford só superou a Variant I em 1979 com o lançamento da Belina II.


Ficha Técnica – Ford Belina 1974

Carroceria SW;

Porte Médio;

2 portas;

Motor Cléon Fonte 1.4;

Cilindros 4 em linha;

Longitudinal;

Tuchos mecânicos;

Tração Dianteira;

Combustível Gasolina;

Carburador;

Direção Simples;

Câmbio manual de 4 marchas;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso 998 KG;

Potência 75 CV;

11,6 kgfm a 3600 rpm.

Potência Máxima 5400 RPM;

De 0 a 100 – 23,6 Segundos;

Velocidade máxima 133 KM/h;

Consumo Consumo na Cidade 10 KM/L – Estrada 13,4 KM/L;

Porta malas 380 Litros;

Tanque de combustível 57 Litros;

Deixe uma resposta