O auge do Monza 1985/1988

Os anos de 1985/1988 foram os anos dourados do Chevrolet Monza aqui no Brasil.


Estávamos no momento mais quente da gerra entre os sedãs médios de luxo, Volkswagen Santana, Ford Del Rey e Chevrolet Monza.

Na ocasião o Monza era o líder disparado em vendas, entenda o que realmente fez com que o Monza dominasse o mercado nacional.

  1. Nível de ruido, o mais baixo entre todos os carros nacionais, tanto em baixas como em altas rotações.
  2. Ótimo desemprenho do Motor 1.8 e 2.0, tanto na cidade como nas estradas.
  3. Acabamento interno impecável, bonito e confortável.
  4. Painel envolvente de fácil visualização, bonito e funcional.
  5. Do segundo semestre de 1985 em diante, o carro ganho bancos mais anatômicos semelhantes aos do Diplomata.
  6. Rodas de liga leve, ar condicionado e direção hidráulica de série, itens que na época eram um verdadeiro deslumbre.
  7. Suspensão segura e eficiente.
  8. O desenho do carro alem de muito bonito era extremamente eficiente e seguro.

O único ponto negativo no carro em relação ao seu principal concorrente o Volkswagen Santana, eram as retomadas de marchas, o fato do Monza ser quase 150 KG mais pesado faziam com que o Santana fosse um pouco mais eficiente nas retomadas de marcha.


O auge do Monza 1985/1988
Rate this post

Deixe uma resposta