Uno 1.6R 1992 ágil e muito divertido de dirigir

O esportivo compacto da Fiat tinha o mesmo desempenho do Gol GTS 1.8 na medição de 0 a 100, 11,4 segundos

A guerra dos esportivos carburados, médios e compactos produzidos em solo brasileiro, estava chegando ao fim, a partir de 1995 as montadoras se dedicariam apenas a modelos esportivos injetados, mas no início da década de 1990, o Uno 1.6R 1992 era o mais barato além de ser muito eficiente entre os esportivos compactos.

Mesmo utilizando motor 1.6, ao contrários dos modelos Volkswagen e Ford que utilizavam os valentes motores AP 1.8, a versão esportiva do Uno quadrado não fazia feio, era o carro nacional mais rápido na medição de 0 a 40 Km/h, e entre os carburados fazia 11,4 segundos de 0 a 100, contra 11,3 segundos do Gol GTS 1.8.

O Fiat Uno 1.6R 1992 também trazia equipamentos de série interessantes, painel com check control, canta giros, luz de leitura, relógio digital, além de trio elétrico e opcional para ar – condicionado, tudo isso custando bem menos que o esportivo carburado compacto da Volkswagen.

Desempenho

Estabilidade – O conjunto carroceria, chassi e suspensão, era um dos melhores do mercado, muito eficiente em curvas de alta, mesmo com piso molhado e em retas, mesmo em velocidades acima de 140 KM/h o carro não balançava.

Motor – Utilizando o motor Sevel de 1580 cm³, que era confiável e de custo de manutenção relativamente baixo para a época e categoria, o carro era ágil e confiável, mas com 4 ocupantes adultos, o carro perdia muito fôlego, principalmente em subidas.

Câmbio – Na cidade e na estrada tinha engates preciso e macios, com uma alavanca de relações curtas deixava o carro divertido de dirigir, mas em trocas muito rápidas, os engates já não eram tão eficientes.

Retomadas e ultrapassagens – Seguro e muito eficiente.

Consumo – Com no máximo dois adultos e uma criança, o consumo era dentro do esperado para a categoria, mas com o carro pesado, o consumo ficava acima da média para um compacto.

Acabamento Externo

Faróis – Retangulares de perfil fino, embutidos em um mesmo conjunto com as setas;

Para – choques – Envolventes na cor grafite, com faróis de neblina embutidos;

Grade de ar do motor – De frisos na horizontal e tela preta interna;

Retrovisores – Panorâmicos, com controle elétrico interno;

Frisos – Em toda a extensão do rodapé do carro, faixa preta adesiva com detalhes em vermelho e o logo “Uno 1.6R”;

Rodas – De liga leve exclusivas 165/70 R13;

Maçanetas – Embutidas na carroceria na cor grafite;

Logo – NA tampa do porta – malas “Uno 1.6R”;

Lanterna Traseira – Tricolor tradicional família Uno;

Bagageiro – Sim;

Limpador do vidro traseiro – Sim;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Completo com mostradores em escala circular + conta – giros e Check control;

Acabamento do painel – Em vinil, na cor preto;

Volante – Espumado de quatro raios;

Sistema de som – Rádio AM/FM toca fitas digital;

Ventilador – De duas velocidades;

Ar – condicionado – Opcional;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Sim;

Relógio – Digital no teto;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Elétrico;

Sistema de travamento das portas – Elétrico;

Ajuste dos retrovisores externos – Elétrico;

Acabamento dos bancos – Em aveludado em tons cinza e vermelho;

Acabamento das portas – Em vinil e tecido;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Vazado, para dois passageiros;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Sim;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Uno 1.6R 1992

Carroceria – Hatch;

Porte – Compacto;

Portas – 2;

Motor – Sevel 1.6;

Cilindros – 4 em linha;

Posição – Transversal;

Tuchos – Não Informado;

Tração – Dianteira;

Combustível – Gasolina;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Simples;

Câmbio – Manual de 5 marchas;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco ventilado nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 832 KG;

Comprimento – 3644 mm;

Distância entre-eixos – 2361 mm;

Potência – 84 CV;

Cilindrada – 1580 cm³;

Torque máximo – 13,2 kgfm a 3200 rpm;

Potência Máxima – 5700 RPM;

Aceleração de 0 a 100 – 13,4 Segundos;

Velocidade máxima – 160 KM/h;

Consumo: Cidade 9,5 KM/L – Estrada 14,1 KM/L;

Autonomia: Cidade 475 KM – Estrada 705 KM;

Porta malas – 290 Litros;

Carga útil – 320 kg;

Tanque de combustível – 50 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 55.785,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta