Suzuki GT 550 1976 com painel moderno e um nível de ruído diferenciado

Compartilhe

Em época de CB 350, RD 350 e 7 galo, o modelo da Suzuki surgiu como um estranho no ninho.

Logo de cara o barulho lembrava muito em DKW, o motor Suzuki dois tempos de 3 cilindros e escapamento com 4 saídas do motor, proporcionaram um ronco único.

O painel era outro atrativo com um desenho inovador, e um eficiente indicador digital de marchas, além de muitos cromados. Para quem nunca havia visto de perto, a primeira impressão era extremamente positiva.

A versão GT 550, era intermediária, o modelo de entrada era o GT 100 e a top de linha GT 750.

Imagens Pastore Car Collection

Ficha Técnica – Suzuki GT 550 1976

Modelo – GT 550;

Cilindradas – 543 cm³;

Motor – 2 tempos;

Cilindros – 3;

Torque máximo – 5,35 Kgfm a 7500 rpm;

Suspensão dianteira – Telescópica hidráulica com molas internas – Pneus 3.25 x 19″;

Suspensão Traseira – 2 amortecedores hidráulicos com regulagens da pré carga de mola – Pneu 4.00 x 18″;

Câmbio – 5 marchas;

Freios – Freio Dianteiro: Tambor – Traseiro: Tambor;

Comprimento – 2195 mm;
Largura – 815 mm;
altura – 1160 mm;
Distancia entre eixos – 1450 mm;

Velocidade máxima – 180 km/h;

Aceleração 0 a 100 – 7,9 segundos;

Potência máxima – 50 cv – 8500 rpm;

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *