fbpx
Pular para o conteúdo

Santana Azul Stratos uma das cores mais comercializadas na versão GLS 2.0

Santana Azul
Compartilhe

Santana Azul Stratos uma das cores mais comercializadas na versão GLS 2.0, entre os anos de 1987 e 1990, era bastante comum ver nas ruas unidades zero km, e seminovas, na referida cor. O modelo na versão GLS naturalmente tinha um visual executivo. Mas o Azul Stratos dava um ar mais esporte fino.

O modelo é do ano de 1989, marcou o fim da versão GLS como top de linha, no segundo semestre chegaria as concessionárias a versão VW Santana executivo que assumiria o posto. Já a versão GLS seria reposicionada como versão intermediária, ou segunda opção mais completa no topo do catálogo da família Santana.

1989 também marcou o início do fim da grande batalha dos sedans médios de luxo que iniciou em 1981 com o Ford Del Rey, já no segundo semestre de 1982 entre na briga o Monza sedan e em 1984 o Volkswagen Santana. Uma briga que rendeu para as montadoras milhões em lucro, e centenas de milhares de unidades emplacadas até o ano de 1990.

A segunda geração do Passat no Brasil se manteve atualizada até 1988, já no final do mesmo ano na Europa nasce a terceira geração da família Passat, com uma plataforma bem mais moderna e reposicionado como modelo de grande porte. Por lá já utilizava injeção eletrônica de série em todas as versões, freios ABS. Já no final de 1989 como modelo 1990, a família Passat MK3 recebe como opcional os motores 2.8 V6 VR6.

Por aqui entre 1989 e 1990, ainda utilizávamos a plataforma MK2 e injeção eletrônica era disponibilizada apenas na versão top de linha Santana Executivo. Mesmo com a abertura das fronteiras comerciais, a montadora ainda manteve a mesma plataforma MK2 no VW Santana, mudando apenas o desenho da carroceria e com pequenos upgrades de motor até o ano de 2006 quando foi descontinuado. Na Europa em 2006, o projeto já estava em sua 6ª geração.

Voltando a falar do Santana Azul Stratos na versão GLS 2.0, o modelo rendeu bons frutos para a montadora, entre 1987 e 1990, o número de unidades emplacadas foi bastante significativo, mesmo com o preço da unidade zero km, custando em valores atualizados, algo próximo dos R$ 250.000,00.

Entre os anos de 1991 e 1995, o Volkswagen Santana, estava em sua segunda geração aqui no Brasil. Mas as unidades do Santana quadrado GLS, fabricadas entre os anos de 1987 e 1990, se tornaram veículos extremamente valorizados e muito procurados no segmento dos seminovos e usados. O modelo ainda oferecia status de carro de luxo, e era um dos preferidos do público apaixonado por médios de luxo, mas que não podiam pagar por uma unidade zero km.

Hoje no mercado de carros antigos o Santana Azul Stratos na versão GLS, ocupa uma posição com preços ainda comportados, entre R$ 50.000,00 e R$ 70.000,00. Mas unidades como a da matéria que nunca passou por um processo de restauração, mantem 100% da pintura original, e em perfeito estado de conservação os valores podem passar da casa dos R$ 85.000,00.

Santana Azul

Ficha Técnica – Santana Azul – versão GLS 2.0 – Ano 1989

Carroceria – Sedã; Porte – Médio; Portas – 2; Motor – VW AP 2.0; Cilindros – 4 em linha; Válvulas por cilindro – 2; Posição – Longitudinal; Tração – Dianteira; Combustível – Gasolina; Alimentação – Carburador; Direção – Hidráulica.

Câmbio – Manual de 5 marchas; Embreagem – Monodisco a seco; Freios – Freio a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras; Peso – 1120 kg; Comprimento – 4527 mm; Distância entre-eixos – 2550 mm; Largura – 1695 mm; Altura – 1402 mm.

Potência – 110 cv; Cilindrada – 1984 cm³; Peso toque – 61,1 kg/kgfm; Torque máximo – 17,5 kgfm a 3200 rpm; Potência Máxima – 5200 rpm; Aceleração de 0 a 100 – 12,1 Segundos; Velocidade máxima – 180 km/h; Consumo: Cidade 8 km/l – Estrada 12 km/l.

Autonomia: Cidade 600 km – Estrada 900 km; Porta malas – 394 Litros; Carga útil – 485 kg; Tanque de combustível – 75 Litros; Valor atualizado Aproximado –  R$ 252.990,00. Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos.

Santana Azul
Santana Azul

Carros antigos

Caminhonete D10, a arma da GM para enfrentar o Ford F-1000 Elba carro – Chega ao Brasil o SW da família Uno, que tirou o sono dos SW Compacto VW e GM Fiat Oggi CSS 1.4 1984 conheça o Esportivo da Família 147 Vectra Elegance, em 2009 o médio de luxo da Chevrolet ainda causava frisson Toyota Paseo, conheça o cupê compacto da montadora japonesa Corsa 99, a versão Super do popular mais confortável da década de 1990 Opala 6 caneco, a versão standard de 1979 customizada Saveiro 96, o fim da bem sucedida geração quadrada se aproximava Chrysler Neon 2000, o início do fim, do médio de elite, hoje um raro colecionável Vectra 97, nunca restaurado, a versão CD 16V, com teto solar e câmbio automático

CONTATO Fale Com o Motor Tudo no Facebook.

Carros antigos