Rural Willys 4 X 4 6 cilindros 72 um verdadeiro blindado

Compartilhe

O utilitário que chegava onde os demais modelos nacionais não conseguiam, um descendente direto do Jipe MB da década de 1940

A segunda guerra mundial desenvolveu tecnologias que ajudaram no crescimento de muitos países, o Jeep Willys que lutou diretamente ao lado dos aliados, foi a matriz para muitos derivados como o utilitário Rural Willys 4 X 4 6 cilindros.

Como já citei em outras matérias, ao lado do Toyota Bandeirantes, foram os únicos modelos nacionais que foram realmente eficientes em atoleiros, manguezais e vales rochosos.

Após ser descontinuado, quase que imediato se tornou um modelo utilizado por praticantes de Off Road, adaptando rodas e outros equipamentos mais eficientes para a prática dos foras de estradas.

Hoje é um dos utilitários clássicos mais caros e colecionáveis.

Desempenho

Estabilidade –  O conjunto, carroceria, chassi e suspensão, era o ideal para zona rural e serviços em regiões inóspitas.

Motor –  Utilizando o motor Ford BF 184 de 132 cv, deixava a desejar em velocidade final de 142 km/h, mas o foco principal não era a agilidade mas sim a força.

Câmbio –  O câmbio manual de 4 velocidades na coluna de direção, atendia as expectativas dentro do que era oferecido pela montadora.

Retomadas e ultrapassagens – Com um motor com muito fôlego, o carro era seguro e eficiente, indo de 0 a 100 em ótimos 16 Segundos.

Consumo –  No final da década de 1970, consumir 4 km/l na cidade e 5 km/l na estrada, não era um problema para um utilitário de peso.

Acabamento Externo

Faróis –  Redondos de lentes boleadas, embutidos em uma moldura cromada;

Setas dianteiras – Embutidas abaixo dos faróis;

Para – choques –  Largas lâminas de aço carbono cromadas;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – Bi partida quadriculada;

Retrovisores Externos – Cromado estilo raquete;

Frisos – Metálico em toda a extensão lateral do carro;

Rodas – De aço na cor branco;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – “Ford” na tampa do porta – malas;

Lanterna Traseira – Em cor única;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores básicos em escala circular;

Conta – giros – Não;

Acabamento do painel – Em aço na cor da carroceria;

Volante – De 2 raios de plástico injetado;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Não;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – N/D;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Não;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em vinil;

Acabamento das portas – Em vinil;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Não;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Emborrachado;

Porta-malas – Emborrachado;

Ficha Técnica – Rural Willys 4 X 4 6 cilindros

Carroceria – SUV;

Porte – Grande;

Portas – 2;

Motor –  BF – 184;

Cilindros – 6 em linha;

Posição – Longitudinal;

Peso Torque – 66,37 kg/kgfm;

Tração – Integrada;

Combustível – Gasolina;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Simples;

Câmbio – Manual de 4 velocidades, alavanca na coluna de direção;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a tambor nas 4 rodas;

Peso – 1480 kg;

Comprimento – 4547 mm;

Distância entre-eixos – 2654 mm;

Potência – 132 CV;

Cilindrada – 3014 cm³;

Torque máximo – 22,3 kgfm a 2000 rpm;

Potência Máxima – 4400 RPM;

Aceleração de 0 a 100 – 16 Segundos;

Velocidade máxima – 142 km/h;

Consumo: Cidade 4 km/l – Estrada 5 km/l;

Autonomia: Cidade 240 km – Estrada 300 km;

Porta malas – 1298 Litros;

Carga útil – Não informado;

Tanque de combustível – 60 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 145.558,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Deixe uma resposta