Peugeot 2008 Allure 1.6 AT 2020 o SUV compacto ganha visual brasileiro

Os modelos da série 2008 produzidos no Brasil ganharam um visual diferente dos europeus, o para-choque foi redesenhado pela equipe brasileira no setor de estilo da América Latina.

As luzes diurnas são de led’s em todas as versões e a grade dianteira agora fica maior e abriga o logo símbolo da montadora, também ganha novos faróis de neblina.

Multimídia vem com com tela de 7 polegadas, Google Android Auto e Apple Car Play, podendo utilizar ps aplicativos Waze, Google Maps, Spotify e Whatsapp. entre outros.

Mesmo assim as vendas não decolaram no primeiro semestre de 2020, e a montadora ainda não conseguiu alavancar entre os nacionais mais populares, muito menos emplacar como uma marca de elite.

No início da década de 1990 ao chegar ao Brasil, o marketing da montadora era “Carros importados com qualidade e instrumentos de modelos de elite como Mercedes, Audi e BMW, a preço dos médios da Volkswagen e Chevrolet brasileira”

Na prática os modelos 205, 305 e 405, eram caros de manutenção de alto custo, com motores de alumínio que vibravam muito em altas rotações.

No ano de 1995 o preço de um Peugeot 405 com todos os opcionais, chegava próximo do valor de um Omega CD, mas o modelo da Chevrolet oferecia muito mais qualidade e um número muito maior de equipamentos.

Em 1996 o gerente de vendas de uma concessionária Peugeot do litoral paulista, pregava que a montadora era o futuro do Brasil, e que as tradicionais Volkswagen, Ford, Fiat e Chevrolet, seriam facilmente engolidas pela empresa francesa recém chegada em solo brasileiro, 24 anos depois, nada aconteceu, e ainda montadoras como a sul-coreana Hyundai, chegou muito depois e já é um sucesso entre os brasileiros.

Ficha Técnica – Peugeot 2008 Allure 1.6 AT 2020

 Valor zero km para segundo semestre 2020 – R$ 71.000,00;

Carroceria – SUV;

Porte – Compacto;

Portas – 4;

Motor –  Cód – TU5EC5 1.6;

Cilindros – 4 em linha;

Válvulas por cilindro – 4;

Posição – Transversal;

Combustível – Flex;

Potência – 118 cv (A) – 115 cv (G);

Peso Torque – 75,47 kg/kgfm;

Cilindrada – 1587 cm³;

Torque máximo – 16,1 kgfm (A) – 16,1 kgfm (G) a 4750 rpm;

Potência Máxima – 5750 rpm;

Tração – Dianteira;

Alimentação –  Injeção Multiponto;

Direção – Elétrica;

Câmbio – Automático de 6 marchas – Cód Aisin TF-71SC;

Embreagem – Conversor de torque;

Freios – Freio ABS a disco ventilado nas rodas dianteiras e disco sólido nas rodas traseiras;

Peso – 1215 kg;

Suspensão dianteira – Independente, McPherson – Mola helicoidal;

Suspensão traseira – Eixo de torção – Mola helicoidal;

Segurança – Controle de estabilidade – Não;

Segurança – Controle de Tração – Não;

Comprimento – 4159 mm;

Distância entre-eixos – 2542 mm;

Largura – 1739 mm;

Altura – 1583 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 12,4 Segundos;

Velocidade máxima – 186 km/h;

Consumo: Cidade 7,3 km/l (A) 10,5 km/l (G) – Estrada 8,7 km/l (A) 12,8 km/l (G);

Autonomia: Cidade 401,5 km (A) 577,5 (G) – Estrada 478,5 km (A) 704 (G);

Porta malas – 355 litros;

Carga útil – 436 kg;

Tanque de combustível – 55 Litros;

Please follow and like us:

Deixe uma resposta