Passat TS 1.6 sonho de consumo nos anos 70


Na segunda metade dos anos 70 o Passat TS era o sonho de consumo de muitos jovens, rápido, e de manutenção descomplicada

Imagem garagem IG.


Após o lançamento do Passat o mercado de fãs da montadora alemã se animou com a nova era dos motores refrigerados a água, o Passat L, LS e LM, com motores 1.5, já haviam conquistado o mercado, mas ainda faltava algo para consolidar a marca na década de 70.

Foi quando a montadora lançou o Passat TS 1.6 em 1975/76, que agradou e muito o público jovem e de meia idade da época, com um visual europeu, existia até uma piada que dizia que o Passat TS 1.6 era carro de ladrão, o motivo da piada, porque a polícia da época era equipada com Fuscas ou as pesadas Veraneios, que em tese não conseguiriam fazer uma perseguição ao ágil Passat TS 1.6, que na cidade era o carro mais rápido da época, de concreto mesmo o Passat Ts era o carro nacional mais visado pelos ladrões, e um dos mais caros para as seguradoras.

Para se ter uma ideia da importância do Passat TS 1.6 para os fãs da montadora alemã aqui no Brasil, entre os anos de 1976 e 1982, equivalia a mesma importância do GOL GT 1.8 e Escort XR3 entre os anos 1984 e 1986, ou Passat GTS Pointer 1.8 entre os anos de 1985 e 1988.

Na segunda metade dos anos 1970, ainda vivíamos a era dos carros com 6 e 8 cilindros, o Passat, como um modelo médio de apenas 4 cilindros, tinha um desempenho muito próximo dos gigantes da época e com a vantagem de consumir consideravelmente menos.

Seu concorrente direto era o Corcel GT, equipado com o motor Cléo Font/ CHT 1.4 de apenas 86 CV, enquanto o VW Passat Ts era equipado com o motor VW BS 1.6 de 96 CV de força, o modelo alemão também tinha uma estrutura mais moderna e atualizada.

Ficha Tecnica – Passat TS 1.6

  • Carroceria MK1;
  • Porte Médio;
  • 2 portas;
  • Motor BS 1.6;
  • Cilindros 4 em linha;
  • Longitudinal;
  • Tuchos mecânicos;
  • Tração dianteira;
  • Combustível Gasolina;
  • Carburador;
  • Direção simples;
  • Câmbio manual de 4 marchas;
  • Embreagem monodisco a seco;
  • Freios a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;
  • Peso 902 KG;
  • Potência 96 CV;
  • Potência Máxima 6100 RPM.
  • De 0 a 100 – 13,1 Segundos;
  • Velocidade máxima 160 KM/h;
  • Consumo Consumo na Cidade 9 KM/L – Estrada 12 KM/L;
  • Porta malas 362 Litros;
  • Carga útil Não Informado;
  • Tanque de combustível 45 Litros;
  • Preço atualizado aproximado Não Informado;
  • Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária.


Motor Tudo – carros dos anos 80.

Passat TS 1.6 – Carros Clássicos Brasil – Passat antigo

Please follow and like us:

3 comentários sobre “Passat TS 1.6 sonho de consumo nos anos 70”

  1. Era de fato um sonho de consumo!

    Agora, se não me engano, na época os motores dos grandes eram V8 de origem Ford e crysler, e os 6 em linha, a exemplo dos GM. Não havia modelos nacionais V6.

  2. Meu pai tinha um desses na cor branca. Ótimo carro. Muitas alegrias, bons tempos, saudades

Deixe uma resposta